E Serei Auditado em Breve

E curiosamente sem qualquer prejuízo para qualquer serviço, porque nesse dia estarei de férias.

 

Exmo. Senhor Arlindo Ferreira,

Encarrega-nos o Senhor Presidente da Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto, Deputado Firmino Marques, de convocar V. Exa. para uma audição, no próximo dia 27 de abril, pelas 15h30 no âmbito da Petição Nº 216/XIV/2.ª   Pelo fim das vagas no acesso ao 5.º e 7.º escalão da carreira docente

A participação será por Skype empresas.

Sendo por Skype será necessário que nos envie o email a partir do qual deseja receber o convite para a participação. Será contactado para efetuar um teste prévio. Solicitamos ainda o envio do contato telefónico.

Envia-se em anexo a Grelha de Tempos.

Aguardamos resposta com a maior brevidade possível.

Com os melhores cumprimentos,

 

Ana Simões

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto | Divisão de Apoio às Comissões

Palácio de S. Bento | Praça da Constituição de 1976 |1249-068 Lisboa, Portugal

Tel.: +351 21 391 94 01  |+351 21 391 93 93

8CECJD@ar.parlamento.pt

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/04/e-serei-auditado-em-breve/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Maria Manuela Salgado de Oliveira Ribeiro on 21 de Abril de 2021 at 21:52
    • Responder

    Já basta de injustiças, abaixo as quotas

    • jorge on 22 de Abril de 2021 at 0:14
    • Responder

    Como vai fazer para enviar o “contato”?

    Compra um telemóvel brasileiro?

    • João Almeida Pinto on 22 de Abril de 2021 at 11:10
    • Responder

    CONTRIBUTOS PARA A AUDIÇÃO

    Caro Arlindo,
    Se me permite, deixo aqui alguns contributos para a sua intervenção inicial, se assim o entender, que poderá levar em linha de conta na sua audição na AR. Sugiro a elaboração de um PPT.
    PARTE I
    . Breve apresentação da estrutura da carreira docente – legislação suporte, como se desenvolve (nº de escalões, período de permanência em cada).
    . Avaliação do Desempenho Docente (legislação base, como se processa e como se efetiva – relação escala quantitativa/menções).
    PARTE II
    . Princípio basilar da petição:
    – Toda uma matriz que objetiva a melhoria de um desenvolvimento profissional de educadores e professores, está sendo colocada em causa/descredibilizada por um constrangimento administrativo;
    – Efeitos na regressão das menções de MB e Excelente, inicialmente atribuídas a milhares de docentes, impedindo a sua progressão na carreira;
    – Novo congelamento na Função Pública, verificando-se somente na classe docente (apresentação de números relativos a professores enviados para ‘lista de vagas’ de 2018, 2019 e 2020 – com tendência para aumentar).
    . Nº de subscritores da petição (perto de 20.000) – registo, por norma, apenas ao alcance de organizações sindicais, contudo, facilmente atingido por um movimento de professores (o que espelha o enorme descontentamento e sentimento de injustiça que se vive na classe).
    . Princípio de constitucionalidade? – 1 país 3 sistemas:
    – Continente
    – RAA
    – RAM
    PARTE III
    . Consequência desta ADD, o ambiente que se vive atualmente nas escolas, em nada condizente com um clima salutar de trabalho e colaboração entre pares (pilar de todo um sistema educativo e de seus profissionais, e cujos alunos são os principais beneficiários).
    . Contributo fundamental dos professores durante o estado de pandemia, por todos amplamente reconhecido, para que nenhum aluno ficasse para trás (ex. suportando a expensas próprias a aquisição do equipamento informático e ligação à internet).
    . Finalidades da petição:
    – Revogação da alínea b) do n.º 3, do art.º 37.º do ECD, bem como de todos os restantes artigos que lhe estão associados;
    – Recuperação de todo o tempo de serviço dos docentes que têm estado retidos em ‘lista de vagas’, para efeitos da contagem do seu tempo de serviço na carreira docente.
    . Conclusão/Recomendação:
    – ADD vs 0,007% do Orçamento de Estado – valerá a pena?

    Caro Arlindo, deixo-lhe um abraço e força (não há que temer, pois temos a razão do nosso lado)!

    NOTA: Os colegas que queiram contribuir para melhorar/corrigir/alterar, façam o favor.

    1. Concordo com este contributo.
      Agora é o momento de darmos todo o apoio possível.

      Força e muito obrigada colega Arlindo.

    • Maria Clara de Matos Guerreiro on 22 de Abril de 2021 at 22:56
    • Responder

    Estamos contigo, Arlindo, e confiamos que vais conseguir explicar a injustiça das Vagas para o 5º e para o 7º Escalões!
    Não estamos contra as quotas, estamos contra as quotas impeditivas de subir de Escalão!
    Porque não fazer como nos outros Escalões? Qual é a lógica que impede os Docentes de subirem no 5º e 7º Escalão, devido às quotas?
    Muitos de nós obtiveram Excelente ou Muito Bom, quer na Avaliação Interna, quer na Avaliaçao Externa! Devido às quotas, passaram a Bom e vão para a lista à espera de vagas… Isto recorda-me aquando da criação dos QZP… serve para manter os docentes mais anos sem progredir na carreira, nada mais – ninguém beneficia e vai criar uma lista cada vez maior de docentes desmotivados que aguardam o seu momento (apesar de terem obtido sempre avaliação de Muito Bom ou Excelente!)

    • Tim Tins on 23 de Abril de 2021 at 10:33
    • Responder

    Queria vê-lo fazer petição para alteração do modelo de gestão!
    Isto foi agir apenas num instrumento pérfido desse sistema de gestão escolar. E agir apenas quando perebeu que nem todos os diretores eram avaliados com xalentes!
    À sugestão do ppt do colega anterior sugiro que acrescente quem no âmbito do professorado consegue vaga: os lambe botas e capatazes do diretor, se as quotas forem suficientes!

    • Maria PInto on 24 de Abril de 2021 at 19:30
    • Responder

    É uma vergonha o que se passa com o acesso ao 7 escalão. Fui avaliada com MB pelo meu avaliador, o MB foi retificado pela SADD, no entanto, passou a Bom por falta de assiduidade!!!! Falsidade…até a greve, um direito do trabalhador contou…Não, não tinha falta de assiduidade, nunca tive, ao longo de 34 anos sempre fui assidua e pontual. RECLAMEI, o Não passou a Sim. Afinal foi erro de quem assinalou a cruz! Ou maldade de quem a assinalou?!Será porque tinha quota para passar mas não tinha lugar?? O PODER manda…. na escola não
    se reclama !!… Baixaram a nota da avaliação depois da SADD a ter retificado e com a qual passaria ao 7 escalão ! Foi castigo por ter reclamado de um erro da escola à qual me deram razão?!! Hei de ingressar numa lista…encalhada no Cabo das Tormentas até outro senhor do PODER acabar com esta triste e injusta situação? Onde pára a Justiça para a “plebe” dos professores??!! Onde está a Escola do Antes das avaliações, onde está a união dos professores! Onde estão os sindicatos? Obrigado Arlindo . MARIA.

    • Alice on 24 de Abril de 2021 at 22:20
    • Responder

    Deveríamos unir-nos todos pois ser professor é das profissões mais preciosas na formação de futuros cidadãos, no entanto andamos tão exaustos que nem força temos para lutar pelo que é minimamente decente. Estamos a trabalhar 24 sobre 24 horas e cada vez que fazemos um trabalho aparecem mais duas dezenas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: