Orientações para o trabalho dos Centros de Recursos TIC – Processo de avaliação e prescrição

 

Download do documento (PDF, 85KB)

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/05/orientacoes-para-o-trabalho-dos-centros-de-recursos-tic-processo-de-avaliacao-e-prescricao/

1 comentário

    • Inês Fernandes on 12 de Maio de 2020 at 10:51
    • Responder

    Parece-me que existe ainda a ideia alargada dos anos 60 de que creches e JI são locais de guarda de crianças. O papel do Educador está ao nível do cuidador somente, sendo que as questões pedagógicas estão absolutamente esquecidas. E eu que estudei tanto! quando afinal bastava apurar instintos alargados de mãe! Pouco se tem ouvido os Educadores a defenderem o seu papel profissional, será anti patriótico? Neste tempo estamos a perder uma oportunidade fabulosa de reflexão sobre a escola no seu sentido mais amplo. Existe muita reactividade para apresentar trabalho feito e pouco debate/reflexão. Aliás como sempre. Questionar, apresentar dúvidas, abrandar e pedir opiniões aparece como disruptivo num tempo em que todos temos que ser heróis e mostrar que somos capazes. Eu não sou heroína, não quero esta escola. Quero recentrar as instituições que acolhem crianças para passarem a ser instituições que são oportunidade para um desenvolvimento saudável das crianças como seres completos nas suas capacidades cognitivas, emocionais, sociais. Pôr um filho na creche ou JI tem que ser opção de co-responsabilidade com as famílias. Inês Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog