O Tiago quer uma conjugação de E@D e ensino presencial no próximo ano letivo

O Tiago leu o meu artigo de ontem “Como se organizará a escola em setembro?” antes de dar esta entrevista…

 

Próximo ano lectivo será “uma conjugação entre ensino à distância e ensino presencial”

“Temos que nos preparar para em Setembro — ou não em Setembro mas se calhar em Outubro, ou Novembro — termos o que os ingleses designam por b-learning, uma conjugação entre ensino à distância e ensino presencial”, afirma o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Vão ser aulas presenciais, à distância ou um sistema misto?
Vamos estar condicionados pela nossa capacidade de produzir uma vacina, pelas respostas farmacológicas, pela reacção do vírus, tudo isso… o que entendo é que vamos estar mais preparados para um segundo surto do que estávamos. Temos de construir vários cenários: um cenário em que o vírus está aí, mas não tem uma penetração na sociedade que nos obrigue a fazer o que fizemos nesta onda, e outros cenários…

As metas curriculares vão ser suspensas?
Vamos falar antes de aprendizagens essenciais e no perfil do aluno. Elas estão em vigor. Temos, necessariamente, neste contexto diferente, de repensar o processo e fazer adaptações tanto no processo ensino-aprendizagem, como nas avaliações. É muito importante que tudo seja feito em conjugação com as escolas, com as comunidades, com os professores. E temos de nos preparar para em Setembro — ou não em Setembro, mas se calhar em Outubro, ou Novembro — termos o que os ingleses designam por “b- learning”, uma conjugação entre ensino à distância e ensino presencial.

Com esse sistema misto, vamos precisar de mais professores? Durante anos, até pela diminuição da população escolar, fomos diminuindo…
Nos anos 60 tínhamos 215 mil, 220 mil pessoas a entrar no 1.º ano e agora temos 87 mil, 89 mil a entrar no 1.º ano do 1.º ciclo. Mas houve sistematicamente, até no XIX Governo Constitucional [Passos Coelho], uma clara opção pela diminuição do número de professores nas escolas. Conseguimos contrariar essa opção. E em nenhum momento diminuiremos o esforço. Se, no próximo ano, precisarmos de um corpo docente robusto, ele existirá, como nos últimos quatro anos. Não posso dizer agora que vamos precisar de mais dez ou 20 professores.

Para que o sistema misto de que falou funcione os alunos têm de ter computador e acesso à Internet. Há grandes desigualdades de acesso a estes equipamentos. Quantos alunos não tiveram meios para ter ensino à distância?
Fomos ultrapassados pela realidade dos dias. Quando fazíamos a recolha do número de alunos que não tinham conectividade e máquinas, víamos as autarquias a trabalhar e muitas escolas (foram adquiridas muitas máquinas nos últimos três anos) a trabalhar. E muitas dessas máquinas estiveram e estão na posse desses alunos.
Falou-se que dos cerca de 1,2 milhões de alunos, 50 mil não teriam acesso a computador ou meios de acesso; o que acontece é que esse número foi sendo reduzido.

Vamos ter um novo programa Magalhães 2, com distribuição de portáteis?
Nunca referi esse programa. O que está a ser feito é um programa para que as escolas possam estar dotadas de recursos para que os nossos alunos possam ter conectividade através do ensino à distância.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/05/o-tiago-quer-uma-conjugacao-de-ed-e-ensino-presencial-no-proximo-ano-letivo/

25 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,


  1. Uma funcionária de uma escola em Oeiras foi diagnosticada na terça-feira com Covid-19. Escola foi informada sobre o caso, mas as aulas continuaram a decorrer.


  2. http://hotfuckmovies.pro/

    • JOSE Martins on 21 de Maio de 2020 at 12:24
    • Responder

    aaiaiaiaai
    O senhor ministro SFF. O respeito é muito bonito. Começar o texto com “O Tiago leu o meu artigo de ontem “Como se organizará a escola em setembro?” antes de dar esta entrevista…” é no mínimo revelador de … isso mesmo que pensas…
    Todos sabem que vai ser assim. Não existe vacina ponto! Claro alguns covidiotas acham que não existe sequer vírus. Que é tudo uma invenção. Os covioditas pensam que em setembro será um início normal. Não vai ser. Se o ministro não fala é porque não fala. Se fala é porque fala.

      • Cury1 on 21 de Maio de 2020 at 12:32
      • Responder

      Concordo! Quer se queira, quer não, é o nosso ministro da educação. Já não é a primeira vez que, neste blog, isto acontece. O Tiago?! Já não há noção. Enfim…

        • Zaratrusta on 21 de Maio de 2020 at 13:01
        • Responder

        Tem toda a razão. Deveria ser Tiaguinho “o banana”

          • Cury1 on 21 de Maio de 2020 at 13:55

          Tomara tu seres “o banana”!

        • Paulo Pereira on 21 de Maio de 2020 at 16:50
        • Responder

        Esse argumento é risível!

        Também os professores e demais funcionários píblicos que trabalharam no tempo do Estado Novo pensaram do mesmo modo, porque se não, eram exonerados.

        Hoje em dia, temos gente idiota que não pensa por si própria.
        Num regime autoritário, isso é Ouro sobre Azul.
        Nem Salazar tinha carneiros tão submissos como os que há hoje.

        Liberdade?
        Quem não pensa por si não precisa de Liberdade para nada!

      • Libertário on 21 de Maio de 2020 at 12:48
      • Responder

      Estes sofrem do sindrome de “vassalismo” conjugado com o de “doutorismo”. Como xuxas até deviam estar congratular os autores do blog por estarem em linha com o Tiaguito (forma amorosa de tratamento). Se vos chamarem pelo nome de registo estão-vos a faltar ao respeito, enfim… Julgais que sois mais do que os outros só porque tendes um diploma ou porque vos educaram a criar vassalos?

        • Luluzinha on 21 de Maio de 2020 at 15:07
        • Responder

        Mais um ressabiado. Enfim…

    • Rio Mondego on 21 de Maio de 2020 at 13:21
    • Responder

    Agora é Tiaguinho o mentiroso

    • Manuel on 21 de Maio de 2020 at 13:28
    • Responder

    Só 50000 alunos não tinham equipamento e esse nr está a ser reduzido, mas não esquecer que a qualidade das ligações e dos equipamentos também conta.
    Não esquecer também que se o sistema funcionou (bem ou mal), se deve maioritáriamente aos equipamentos dos docentes

    Nota pessoal: é impressão minha ou o Sr ME Tiago B. Rodrigues tem aparecido muito na comunicação social…

    • Luluzinha on 21 de Maio de 2020 at 13:48
    • Responder

    Olá, olá. Estou muito indignada. Tudo o que eu escrevi ontem, no chat, desapareceu. Que enorme perda literária!

      • Maria on 21 de Maio de 2020 at 13:52
      • Responder

      Estou curiosa .. não li !

      • Zaratrusta on 21 de Maio de 2020 at 14:27
      • Responder

      Luluzinha, ainda bem que aparece. Gostaria de lhe agradecer do fundo do coração o seguinte: graças aos seus comentários e aos argumentos que utiliza para os defender, fiquei a saber o quanto o meu cão é inteligente.

    • Roberto Paulo on 21 de Maio de 2020 at 13:55
    • Responder

    Então o shôr ministro está muito preocupado com os zingarelhos dos alunos?

    Então e os vossos, professores? Vão resistir eternamente? Vão desatar a comprar, pagando do vosso bolso computadores e afins? Vão continuar a oferecer ao estado os vossos computadores, a vossa energia elétrica, a vossa Internet? Não era suposto «oferecerem» apenas a vossa força de trabalho?

    Desculpem, mas sois uma cambada de tontos!


  3. O Excelentíssimo e Ilustríssimo Senhor Doutor Tiago Brandão é um fantoche da propaganda do governo. Ignorem…
    Ele gosta é de olhar sem pudor para os seios da Carolina Patrocinio.

      • Luluzinha on 21 de Maio de 2020 at 15:16
      • Responder

      Ai sim? Olhem o depravado! E parece que não parte um Vista Alegre!

        • Matilde on 21 de Maio de 2020 at 16:21
        • Responder

        Luluzinha, por favor, se é para partir que seja Limoges, Vista Alegre é que não! O mínimo que podemos fazer é defender o produto nacional… 🙂

    • Luluzinha on 21 de Maio de 2020 at 16:36
    • Responder

    😊 Sim, e já agora, e porque não, um Lalique?

      • Matilde on 21 de Maio de 2020 at 16:47
      • Responder

      Também serve… 🙂

    • Matilde on 21 de Maio de 2020 at 16:45
    • Responder

    Agora mais a sério:

    Goste-se ou não da pessoa, e independentemente da forma como cada um avalia a prestação/competência dessa pessoa no desempenho de uma função, o cargo de Ministro é um cargo institucional e deve ser tratado como tal.

    Mas considerá-lo como “o nosso ministro da educação” (ênfase meu na palavra “nosso”) soa ligeiramente à condescendência e à reverência, tão típicas no Estado Novo. Essa parte parece-me absolutamente dispensável…

      • Paulo Pereira on 21 de Maio de 2020 at 16:58
      • Responder

      Ora nem mais!

      Nunca houve tantos carneiros bem nutridos como hoje!
      A época do pobrete mas alegrete já foi.
      Agora é a do indigente letrado e sabujo.

        • Zaratrusta on 21 de Maio de 2020 at 17:03
        • Responder

        “indigente letrado e sabujo.” Gostei, embora pense que, mesmo assim, a parte do letrado não se aplique a todos.

      • Cury1 on 21 de Maio de 2020 at 18:11
      • Responder

      Matilde, temos pena.
      Não temos outro.
      Se lhe faz comichão o “nosso, ignore. Mas é a realidade.

    • fernandasobralinho on 21 de Maio de 2020 at 20:01
    • Responder

    Pois é, só não quer saber de muitos alunos que só têm internet com dados móveis e que o saldo acaba depressa porque os pais já estão no desemprego e a prioridade é dar de comer à barriga.
    Mas os tontos de muitos professores, que descobriram nestes meses mirabolantes plataformas (com as quais bajulam as direções, salivando como os cães de Pavlov na esperança da gloriosa recompensa de um cargo qualquer numa estrutura qualquer), marcam-lhes falta nos trabalhos…
    Pois é, só não quer saber do crescimento brutal que muitos diretores de turma tiveram na factura mensal do tlm…
    Pois é, as autarquias estão a “dar” pc’s aos alunos mas não lhes pagam a ligação de internet…mas ficam bem nas fotos do facebook e dos boletins municipais…
    Pois é,…vai ser “muita giro”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog