Mobilidade por doença 2020/2021 (13 de Maio a 2 de Junho)

Mobilidade por doença 2020/2021

 

Aplicação disponível entre o dia 13 de maio e as 18:00 horas do dia 2 de junho de 2020 (hora de Portugal continental).

 

SIGRHE

Aviso de abertura 

Despacho n.º 9004-A/2016

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/05/mobilidade-por-doenca-2020-2021-13-de-maio-a-2-de-junho/

28 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Ferreira on 13 de Maio de 2020 at 17:50
    • Responder

    Esta mobilidade é só para os novos casos. Só quem está a pedir pela primeira vez é que lhe aparece na página do SIGHRE a opção do relatório médico, nos casos a quem já foi atribuída a renovação da mobilidade só aparece o separador SUBMETIDO logo não pode nem é para pedir nova mobilidade.

      • Nanda on 13 de Maio de 2020 at 19:05
      • Responder

      Negativo.
      É também para quem já esteve em MPD e pretende mudar de escola.

        • Carlos Bico on 14 de Maio de 2020 at 19:09
        • Responder

        Para quem fez a renovação, já não permite mudar de escola como a Nanda diz. Esta MPD é para novos casos ou para quem não pedio a renovação da MPD.

    • zabka on 13 de Maio de 2020 at 18:02
    • Responder

    Já não há professores doentes, o Covid curou tudo, as baixas desapareceram (pelo menos até ao dia 18…)

      • Contratado on 13 de Maio de 2020 at 19:27
      • Responder

      @zabka São uns manhosos só ficam doentes quando interessa financeiramente. Desde março as baixas por doença quase desapareceram , o COVID curou tudo. Existem casos válidos de MPD no entanto muitos são falsos , metem MPD para o pai/mãe que se encontra num lar ou a morar com outro familiar. Deviam investigar a sério.

        • Manuel on 13 de Maio de 2020 at 19:58
        • Responder

        Que mistura, o que têm as baixas médicas que ver com a MPD?
        Muita confusão, que só desaparece apó análise ponderada e assisada da informação disponível…

          • Carlos Bico on 14 de Maio de 2020 at 19:13

          zabka e Contratado, misturam alhos com bugalhos. São pessoas que não sabem a mínima ideia sobre o que falam. Logo não são professores, são pessoas que não têm nada a ver com o ensino. OU ENTÃO são apenas invejosos, também queriam a MPD, MAS NÃO QUEREM A DOENÇA de quem pede a MPD


  1. Mesmo assim, para quem já submeteu sob compromisso de honra, aparece uma barra a pedir
    Número de utilizador :
    Situação :por renovar / resumo / submetido

    Há que reiterar que já se submeteu?

      • Manuel on 13 de Maio de 2020 at 19:22
      • Responder

      Essa barra de pesquisa é só para pesquisar em que situação está a MPD de quem renova, não vincula qualquer situação …


      1. Ou seja, não devo colocar de novo o meu número e indicar que já está submetido. É redundante mas a verdade é que é confuso. Afinal, o que significa neste contexto, resumo?

          • Carlos Bico on 14 de Maio de 2020 at 19:15

          Só pode ser que a renovação da MPD não foi bem submetida.

          • Maria on 15 de Maio de 2020 at 13:26

          A mim também aparece essa barra. Temos que preencher?
          Alguém sabe?

    • IsaSilva on 13 de Maio de 2020 at 18:43
    • Responder

    Também tenho dúvidas: os que já pediram a renovação também têm de concorrer agora. É que no meu caso não aparece a opção do relatório médico.

    • Jorge Filipe on 13 de Maio de 2020 at 19:51
    • Responder

    Mas quem já submeteu o pedido, não tem acesso à extração do relatório médico….


  2. Já tinha feito a renovação, mas tinha ficado e ainda tenho a dúvida.
    Onde se lê: “Designação do AE/ENA de validação” pus a escola onde estou efectiva e não aquela onde fiquei por mobilidade por doença.
    Penso que só preenchi o
    ultimo ponto.
    Fiz o correcto?

      • Claudia on 14 de Maio de 2020 at 8:37
      • Responder

      Deveria ter colocado a escola onde está por mobilidade por doença, no pedido de renovação.

      • José Simões on 14 de Maio de 2020 at 19:13
      • Responder

      Temos que colocar sempre como escola de validação não aquela onde estamos colocados pela mobilidade por doença mas sim a última escola onde ficámos colocados em concurso anterior, no meu caso, como QZP.


      1. Meu Deus! Não estou a entender mais nada.
        A Cláudia diz-me uma coisa e o José Simões outra.
        Arlindo, responde-me tu, por favor.
        🙁

          • Maria on 15 de Maio de 2020 at 13:39

          Eu fiz igual, só preenchi os dois últimos campos.
          Será por isso que aparece a barra a pedir número de candidato e a situação.??
          Temos que preencher a barra?
          Alguém sabe?

          • Ana on 17 de Maio de 2020 at 0:40

          Escrevi ao Director do Agrupamento onde estou colocada e que me disse que fiz tudo correcto.
          Não me lembro dessa barra, Maria.
          Era só o último campo.

    • António Heitor on 14 de Maio de 2020 at 12:00
    • Responder

    Segundo sindicato só para novos pedidos

    • Marília Vieira on 14 de Maio de 2020 at 13:50
    • Responder

    Boa tarde,
    Vou fazer o pedido de mobilidade por doença pela primeira vez. Depois de verificar os meus dados pessoais, intoduzi os dados do meu descendente, os do médico (nome, cédula profissional, local e número de telefone do médico) e aparece-me, logo de seguida, para submeter. A minha dúvida é: onde está o relatório que deve ser preenchido pelo médico. Só aparece depois de submeter esta informação?
    Agradeço desde já a quem me puder responder


    1. Sim. Submete e passa a ter acesso a um documento que deverá entregar ao seu médico para que ele ateste a sua situação clínica.
      Depois de preenchido e autenticado pelo médico, terá que digitalizar o documento para ( em fase posterior) fazer upload do mesmo para concluir o pedido de MPD.


  3. Sim. submete passa a ter acesso a um documento que deverá entregar ao seu médico para que ele ateste a sua situação clínica.

    • Marília Vieira on 14 de Maio de 2020 at 16:30
    • Responder

    Obrigada, Elsa!


  4. Bon dia ! Vou pedir mobilidade por doença pela minha mãe. Devido a demência , ela não sabe assinar( que é o que aparece no B.I). No entanto, a assinatura é obrigatória no relatório médico para consentimento da divulgação da doença . A mesma terá de ser feita pelo próprio ou por um representante legal. Poderá assinar o meu pai? Obrigada

    • Susana on 21 de Maio de 2020 at 13:56
    • Responder

    Boa tarde,

    A minha mãe sofre de demência e perdeu toda a autonomia. Inerente a esta situação estou a pedir a MPD pela 1.ª vez.
    A médica está com dúvidas no preenchimento do ponto 1 do Relatório Médico, onde diz, “é portador de doença incapacitante…”. Do ponto de vista dela, isto refere-se ao docente pois o ponto 2 também se refere ao docente, e deve assinalar “não”.
    Daquilo que eu interpreto, refere-se à situação da minha mãe, e deve assinalar “sim”.
    Alguém me esclarece, sff?

    Obrigada.

    • Maria on 22 de Maio de 2020 at 12:28
    • Responder

    Olá! Eu estou na mesma situação e vou colocar SIM e passo a explicar. A pergunta 1 refere-se ao despacho A-179/89-XI de 12 de setembro, onde se incluem todos os casos de pedido para MPD ( próprio , ascendente, descendente, etc). Logo, se a ” nossa” ascendente é portadora de doença, dever ser Sim ( foi a minha conclusão). A pergunta está mal feita, acho que deveria ser: O docente ou familiar ( cônjuge, descendente, ascendente…) é portador de doença ….
    Eu tenho dúvidas de quem assina no consentimento ( a minha mãe não sabe assinar, mas o meu pai ainda consegue).
    Espero ter ajudado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog