PROFESSORA GRÁVIDA AGREDIDA POR MÃE DE ALUNO

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/12/professora-gravida-agredida-por-mae-de-aluno/

19 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Maria on 4 de Dezembro de 2019 at 19:30
    • Responder

    Há escolas com portarias desertas ! A falta de funcionários , não é novidade . Mas com ou sem funcionários , deveria haver um segurança nas portarias . Isto vai de mal a pior .

      • Rui Filipe on 4 de Dezembro de 2019 at 22:11
      • Responder

      É verdade. Mas se for um segurança esvaziado das suas funções pelos seus superiores, é o ridículo.Veja-se o caso dos polícias.

    • Rui Filipe on 4 de Dezembro de 2019 at 19:38
    • Responder

    É por isso, que o Chega já vai com quase 5% de intenções de voto.
    Palavrinhas mansas, negligência e omissão de responsabilidades, é ao que está a levar, por este mundo fora.
    É que quando toca na pele, a poesia acaba.
    Aqueles que assim atuam, não se esqueçam, que mais depressa, a maré se voltará contra eles. Depois não se queixem.

      • Paulo Anjo Santos on 4 de Dezembro de 2019 at 22:17
      • Responder

      Exatamente, já tinha falado aqui disso também… isto é uma vergonha, e os sindicatos estão à espera do quê, ah isso não dá mais dinheiro nem regalias a ninguém?! Só pensam nisso, há coisas que também são importantes, se querem uma sugestão, bastava uma greve/paragem de um tempo num determinado dia, toda a gente vinha para a entrada das escolas e não havia aulas para ninguém. Violência não… como dizes, depois admiram-se que o Chega esteja a subir cada vez mais, como se admiram como é que o Trump ganhou nos States, ou pior ainda, como é que o Bolsonaro ganhou no Brasil, ou acordam ou ficam eternamente a queixar-se da subida «inexplicável» da extrema direita!

    • Pardal on 4 de Dezembro de 2019 at 19:46
    • Responder


    Com que então, a Direcção da Escola não se mostrou disponível para prestar esclarecimentos!

    Convém ter presente que, no actual modelo de gestão das Escolas, acedem momentaneamente ao cargo de Direcção, docentes do quadro com formação em gestão escolar. Quando falamos da DIRECÇÃO, estamos a falar de PROFESSORES.

    Esclarecido este ponto, importa perceber o que faz um Diretor numa Escola sendo certo que ele é o responsável pelos Recursos Humanos que lhe estão alocados. Uma boa gestão de Recursos Humanos passa por proteger, nos diferentes domínios, os seus subordinados. Quando um Diretor perante estas circunstancias não presta declarações sobre o assunto, não o comunica de imediato à policia, não acompanha e apoia a docente alvo de agressão, não manifesta o seu repudio pelo ocorrido….Eu pergunto que professora é esta que se encontra a dirigir a Escola.

    Atitude vergonha a desta Direção.

      • FM on 4 de Dezembro de 2019 at 21:07
      • Responder

      Pardalito tosa, então? Que professora é esta que se encontra a dirigir a Escola? É outra como tu. Está a fazer o que pode para agradar à tutela. Tal como tu deve estar de passagem porque deve haver por um cargozito ainda melhor remunerado mas que só está disponível para os seguidores da doutrina fascista do primeiro Costa.

      • Rui Filipe on 4 de Dezembro de 2019 at 22:02
      • Responder

      Parabéns Pardal. Sinceramente, não esperava este seu comentário.
      O que acho é que há 2 coisas: uma chama -se medo. Outra chama-se tacho e até podem andar de mãos dadas.

      • TM on 4 de Dezembro de 2019 at 22:21
      • Responder

      Tu deves saber porque os senhores diretores não querem participar estas situações Pardal.
      Ainda lhes querem dar mais força? Os diretores querem números, não querem saber de professores ou alunos…

      • Paulo Anjo Santos on 4 de Dezembro de 2019 at 22:23
      • Responder

      O Diretor não tem de prestar declarações à comunicação social, mas tem realmente de agir, chamar a polícia apresentar queixa e dar todo o apoio possível à docente… não me parece é que a legislação, ou a forma como é aplicada dê uma resposta célere e ajustada. Eu queria ver o que aconteceria se um um qualquer fosse à AR agredir um deputado?! Alguém sabe o que aconteceu a algum dos agressores dos relatos que temos tido conhecimento?! Eu não sei, mas para mim, a penalização teria de ser exemplar, da mesma forma que teria de ser exemplar quem agride um policia fardado, um deputado na AR, um médico ou enfermeiro num hospotal ou centro de saúde! Se esta gente não percebe onde estão os limites a bem…

      • maria on 5 de Dezembro de 2019 at 13:25
      • Responder

      Por incrível que pareça, ainda há “directores” cujo nível de escolaridade é inferior ao de muitos alunos , lá do agrupamentos. Lembram-se dos anos 70, 80 e 90? Ainda há resquícios. Escandalosamente.

      Embora a nível de formação escolar a “coisa ” tenha melhorado, o padrão intelectual, cultural e ético dessas criaturas deixa muito a desejar. Mas há excepções, claro.

    • Não me lixem! on 4 de Dezembro de 2019 at 20:17
    • Responder

    Tal como no Minho a professora ainda vai ser chamada de racista…

    • Chega! on 4 de Dezembro de 2019 at 20:44
    • Responder

    Além de uma indemnização à professora, a senhora devia ser presente a um juiz e passar algum tempo na prisão.

      • Rui Filipe on 4 de Dezembro de 2019 at 22:17
      • Responder

      Totalmente de acordo. Tanto faz ser o Chega como outro qq., desde que diga a verdade, sem medo e sem conveniências.

      • Vanda Maria de Bragança Serrão on 4 de Dezembro de 2019 at 23:32
      • Responder

      A indemnização não traz de volta o bebé dela

    • Não me lixem! on 4 de Dezembro de 2019 at 23:22
    • Responder

    Parece que fizeram algo de parecido, está certo eram mais… num clube de futebol e ficaram detidos e ara terrorismo e etc… Entra uma pessoa? num estabelecimento do ensino do Estado, agride uma mulher grávida à frente de crianças pequenas… A pessoa vai presa? Nã… vai a tribunal e leva uma reprimenda para não se portar tão mal e, com um bocado de sorte, paga 500 euros à agredida…
    Pode isto continuar assim? Crime público já! Penas de cadeia imediatamente! Isrto não pode continuar sem nenhuma acção política e legislação pesada!!!!

      • Paulo Anjo Santos on 4 de Dezembro de 2019 at 23:55
      • Responder

      Exatamente… aliás, eu sempre considerei muito estranho que aquela gente toda que entrou na academia do Sporting esteja há mais de um ano em prisão preventiva. Não sei se merecem ou não, mas num país onde violadores de crianças, agressores/as de companheiras/os, agressores de professores, etc têm penalizações tão ridículas, custa a perceber que aqueles todos tenham feito assim algo de tão mais grave, sobretudo todos, alguns ainda poderia perceber, mas todos!?
      Eu dizia que tinha de acontecer algo muito grave para isto mudar, aparentemente já há um caso em que uma mulher grávida perdeu o filho, e mesmo assim não foi suficientemente grave… venha o Chega!

    • Sandra on 4 de Dezembro de 2019 at 23:34
    • Responder

    A minha solidariedade para com a colega. Tudo o que pudesse dizer é muito pouco perante a gravidade da situação.

    • rosa on 5 de Dezembro de 2019 at 14:24
    • Responder

    situações destas vão acontecer com frequência , infelizmente. E, nós docentes não temos ninguém a apoiar-nos nesses momentos, como sindicatos e diretores de escola que funcionam sempre a favor da corrente politica de momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: