7 de Dezembro de 2019 archive

Distribuição dos professores contratados por idade e grupo de recrutamento

A tabela abaixo apresenta a faixa de idades onde os professores contratados se encontram bem como a respetiva média.

Percebe-se então que a idade média dos professores contratados anda pelos 42,4 anos e…

  • apenas 4 grupos têm uma média de idades inferior a 40 anos (200, 620, 920 e 930).  De referir que o grupo 200 é um dos grupos onde mais professores se aposentarão nos próximo 10 anos (80,5%), pelo que, com a média de idades mais “baixa” tem, de forma razoável, garantido o “rejuvenescimento” do corpo docente;
  • No sentido inverso temos os grupos 430, 530 e 560, onde a média de idades ultrapassa os 50 anos e onde, para agravar tudo, se  prevê uma maior taxa de aposentação.

Com base neste dados é urgente que se criem mecanismos justos de rejuvenescimento docente, permitindo aposentações antecipadas assim como entradas nos quadros de professores mais novos.

Talvez, se houver vontade política e pragmatismo financeiro por parte do Governo, se perceba que o dinheiro gasto nas substituições temporárias (mais de 14 000 por ano) pode garantir um final de carreira digno a quem tanto fez pela educação em Portugal, mitigando um dos maiores desafios da educação – o rejuvenescimento da classe.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/distribuicao-dos-professores-contratados-por-idade-e-grupo-de-recrutamento/

“O ministro que vá dar aulas”

Clique na imagem para ver e ouvir.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/o-ministro-que-va-dar-aulas/

Professora aluga sofá por 10 euros para poder dar aulas

 

As condições que o Estado oferece aos seus professores habitualmente são transferidas para o contribuinte com a mesma qualidade.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/professora-aluga-sofa-por-10-euros-para-poder-dar-aulas/

Há alunos que não vão ter aulas a uma ou mais disciplinas todo o 1º período

Há alunos que não vão ter aulas a uma ou mais disciplinas todo o 1º período

Situação acontece em escolas de Lisboa e no Algarve. Há muitos anos que não havia tantas dificuldades na colocação, asseguram professores

Oano letivo começou há três meses e falta pouco mais de uma semana para acabar o 1º período. Mas há alunos de várias turmas, em particular em Lisboa e no Algarve, que ainda não conseguiram ter qualquer aula a uma ou várias disciplinas nem sabem se e quando virão a ter, segundo diretores e professores ouvidos pelo Expresso.

No Agrupamento de Escolas Mouzinho da Silveira, na Baixa da Banheira, desde o início do ano letivo que duas turmas do 8º ano estão sem professor de Geografia e de Francês, conta Paulo Guinote, professor naquele agrupamento. No Agrupamento da Moita, também na margem sul, falta um docente de História desde o início do ano, afetando turmas do 8º que já em 2018/19 tinham estado sem professor durante dois períodos. Esta semana foi colocado o de Geografia que também estava em falta desde setembro. Alunos do 2º ciclo aguardam ainda que lhes deem Tecnologias da Informação e Comunicação. Na secundária artística António Arroio, em Lisboa, as dificuldades têm existido a várias disciplinas, reconhece a subdiretora Benedita Salema: Filosofia, Educação Física, Geometria Descritiva, Português. Para esta disciplina sujeita a exame nacional, só no final de novembro chegou um docente para uma turma do 12º.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/ha-alunos-que-nao-vao-ter-aulas-a-uma-ou-mais-disciplinas-todo-o-1o-periodo/

Uma boa medida contra a violência escolar a aplicar por cá

Num país onde se pagam multas pelo que fizeste e pelo que não fizeste, seria uma boa medida multar por não educar.

 

Escola vai multar os pais de alunos que intimidem outros alunos

Primeiro vai um aviso e, em caso de recaída, os pais do aluno mal comportado terão de pagar de 50 até 681 dólares.

Na era em que tudo é disseminado pela Internet, com massividade impressionante e supervisão zero, é importante estabelecer limites. O bullying e o cyberbullying, por exemplo, são abundantes nas redes, ainda mais nas escolas. Encontrar uma solução é complexo, mas em uma escola eles parecem ter encontrado a resposta.

Nesta escola, eles começaram a multar todos os pais cujos filhos cometeram algo assim. As multas variam de 50 a 681 dólares.

“A ordenança proíbe bullying ou assédio, proíbe retaliação contra qualquer pessoa que denuncie bullying ou assédio e também responsabiliza os pais e responsáveis ​​por esse comportamento de crianças menores de 18 anos. Inclui uma multa de US $ 50 pelo primeiro crime de bullying de uma criança, mas adicionaria US $ 313 uma vez que as custas judiciais sejam levadas em consideração. Os pais receberiam um aviso por escrito antes de emitir uma intimação, de acordo com a ordenança.”

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/uma-boa-medida-contra-a-violencia-escolar-a-aplicar-por-ca/

Os edutubers, uma nova forma de lecionar

 

Se pesquisarmos no youtube, não faltarão vídeos de professores a falar de matérias que normalmente são lecionadas em sala de aula. São as novas formas de “dar explicações”.

O mercado de explicações pode estar a mudar, não será para todos, mas alguns podem ganhar muito dinheiro com este novo tipo de prestação de serviços.

A receita é fácil, basta estar registado na rede social Youtube e criar um canal. O processo é muito idêntico ao Facebook. Com a câmara do próprio computador ou smartphone, filmamos uma espécie de aula, carregamos para o canal e já está, temos uma aula online.

Como ser pago por “dar” aulas no youtube?

Isso são outros quinhentos, mas, dependendo das visualizações, não é difícil. Entrar no “Programa de parceiros” obedece aos seguintes passos:

Começamos por criar uma conta no AdSense associada ao canal, através do qual seremos pagos.

A partir daqui há que conseguir 1000 subscrições e 4000 horas de visualização nos últimos 12 meses. Com estes dois critérios conseguidos, o dinheiro começará a aparecer.

A entrada no “Programa de parceiros” trará algumas vantagens em relação às contas normais de youtyube.

Isto tornará o trabalho do, agora, edutuber muito mais fácil e criativo.

As condições para entrar no Programa de parceiros podem ser encontradas AQUI.

Podemos ganhar dinheiro através de:

É só escolher e obedecer aos critérios para cada uma das modalidades.

Para sabermos mais sobre como ganhar dinheiro como edutubers, basta consulta

Ganhe dinheiro no YouTube

 

Fica aqui uma parte de uma notícia de um canal brasileiro onde esta prática se tornou comum e podem ler que este tipo de prática é um sucesso.

“Professores youtubers – já chamados de edutubers – fazem sucesso aproveitando-se justamente do que os jovens sentem falta na educação formal: agilidade, linguagem fácil e próxima dos adolescentes, estratégias para entreter o aluno. Os canais com vídeo-aulas chegam a ter 5 milhões de visualizações por mês.”

Bons vídeos para quem se tornar edutuber.

Deixo-vos uma explicação sobre o que é um edutuber:

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/os-edutubers-uma-nova-forma-de-lecionar/

Cartoon do Dia – O ilusionismo na Educação

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/cartoon-do-dia-o-ilusionismo-na-educacao/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog no Facebook