24 de Março de 2019 archive

Nunca Fui Muito Crente nos Números de Mário Nogueira

… e o polígrafo dá-me razão.

 

Nogueira diz que “hoje há menos 50 mil professores” do que em 2008, quando se realizou a última grande manifestação. É verdade?

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/03/nunca-fui-muito-crente-nos-numeros-de-mario-nogueira/

Santana Castilho na TVI 24 – Para Ouvir

… a partir do minuto 8.

 

clicar na imagem.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/03/santana-castilho-na-tvi-24-para-ouvir/

E Lá Ficam Adiadas as Progressões Mais um Mês

Mais uma espécie de cativação do Centeno., depois da esmola dos 2A9M18D.

De: DGAE [mailto:DGRHE.MECdgrhe.min-edu.pt@dgae.mec.pt]
Enviada: sexta-feira, 22 de março de 2019 09:53
Assunto: Aplicação Progressão na Carreira-2019

Exmo. Sr. Diretor/Presidente de CAP

Em janeiro de 2018, considerando o descongelamento da carreira determinado pela Lei n.º 114/2017, de 29 de dezembro (Lei do Orçamento de Estado para 2018), as escolas inseriram na aplicação eletrónica do Recenseamento Docente-2018, informação respeitante à progressão dos docentes na carreira.

No final do mês de fevereiro de 2018 foi disponibilizada uma outra aplicação, autónoma da aplicação Recenseamento Docente 2018, na qual foram pré-carregados os dados inseridos no Recenseamento Docente-2018 relativos aos campos “Progressão na Carreira / Avaliação de Desempenho Docente”. Nesta aplicação, os diretores/presidentes de CAP inseriram  a data, escalão e  índice de progressão dos docentes após 1 de janeiro de 2018.

Mensalmente e durante um período de três dias a aplicação tem sido disponibilizada, para serem efetuadas correções, alterações e atualizações de dados. Durante o ano de 2018 constituiu-se como um instrumento imprescindível de apoio à gestão da progressão dos docentes.

No entanto, neste momento, podemos considerar que a sua função está esgotada, uma vez que foi concebida unicamente para a primeira progressão dos docentes após o descongelamento,  não permitindo que seja adicionado um histórico de requisitos relativos a outros momentos de progressão, nem  integrar os docentes que ao abrigo da Portaria n.º 119/2018, de 4 de maio, sejam reposicionados definitivamente.

Por sua vez, com a publicação do Decreto-Lei n.º 36/2019, de 15 de março, as evidências da sua limitação tornam imperiosa a sua substituição.

Face a essa necessidade, informa-se que a aplicação Progressão 2019 não vai ser disponibilizada às escolas no mês de março, para que se proceda à sua atualização, de modo a permitir:

  • o histórico dos requisitos e das progressões dos docentes;
  • a integração dos docentes reposicionados definitivamente;
  • os efeitos decorrentes da aplicação do Decreto-Lei n.º 36/2019, de 15 de março.

Contamos, assim, disponibilizar a nova versão da aplicação durante o mês de abril.

Com os melhores cumprimentos,

A Diretora-Geral da Administração Escolar,

Susana Maria Castanheira Lopes

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/03/e-la-ficam-adiadas-as-progressoes-mais-um-mes/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog