O “SMS” 9 do JNE

Aqui em formato pdf.

Esta nova mensagem do JNE coloca nas mãos das direções a responsabilidade pela substituição dos docentes em Greve que façam parte do secretariado de exames ou dos responsáveis pelo programa ENEB e ENES.

Isenta também da convocatória para dia 17 os educadores de infância por ainda se encontrarem com componente letiva nesse dia. Mas claro que algumas direções quando olharam para a convocatória de TODOS os docentes do agrupamento já se organizaram para não haver atividades letivas da parte da manhã nos Jardins de Infância.

E ainda dizem que a culpa é dos professores pelos alunos não terem aulas?

 

Mensagem n.º 9_JNE_2013 - operacionalização da Mensagem n.º 8_dúvidas mais frequentes_Página_1 Mensagem n.º 9_JNE_2013 - operacionalização da Mensagem n.º 8_dúvidas mais frequentes_Página_2 Mensagem n.º 9_JNE_2013 - operacionalização da Mensagem n.º 8_dúvidas mais frequentes_Página_3

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/06/o-sms-9-do-jne/

24 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Frankie on 14 de Junho de 2013 at 17:21
    • Responder

    Ponto 5.a) – Isto quer dizer que numa escola pode haver exame para alunos do 1 ao 20; do 41 ao 60 mas pode não haver do 21 ao 40!!!!! Porreiro pá

    • Fátima on 14 de Junho de 2013 at 17:34
    • Responder

    Os educadores têm componente letiva até dia 5 de julho. Penso que não vão chamar os educadores que estão em atividade letiva no dia 17. Seria uma atitude de irresponsabilidade. Se isso acontecesse os educadores deviam fazer greve. Eu fazia…

      • Maria M. on 15 de Junho de 2013 at 12:54
      • Responder

      Eu também,( sou educadora)

    • Marcie on 14 de Junho de 2013 at 17:39
    • Responder

    Os educadores de infância nem deviam ter um calendário escolar diferente. Uns são filhos, outros enteados. Acho que nunca se falou tanto nos educadores de infância….

      • framolor on 14 de Junho de 2013 at 17:57
      • Responder

      E para quando alguma preocupação da parte dos sindicatos diretamente para com os contratados?
      Sei perfeitamente que todos levarão por tabela(principalmente os contratados que imediatamente/2 meses perderão o seu ganha pão)……mas quem acredita que se faria uma greve destas, aos exames, se a reivindicação principal fossem os direitos dos contratados.
      Há muita hipocrisia……..
      Aposto que do total dos docentes vinculados em Portugal…. apenas 10% perderia um dia do seu salário para um dia de greve para lutar por esta causa.
      Mas atenção …os contratados sabem disto……e os governantes Portugueses também.

        • Maria on 14 de Junho de 2013 at 18:57
        • Responder

        Se não fizer greve nem precisa de se preocupar com nada disso. Pode, simplesmente, despedir-se do ensino, já que também está em causa a reconversão profissional e, a fazer-se, o sistema não terá lugar para contratados nos próximos 20 anos.

          • Inês 510 on 16 de Junho de 2013 at 9:40

          Ipocrita! Se realmente é professora, deve pertencer aos 90%.

        • Margarida Serralheiro on 17 de Junho de 2013 at 10:22
        • Responder

        Quanto à falta de preocupação com os contratados por parte dos sindicatos, há que fazer um esclarecimento: há muitos anos que os sindicatos lutam pelos direitos dos contratados. Já se fizeram, inclusivamente, ações e manifestações exclusivamente por causa destes últimos. O que acontece é que a maioria dos contratados não participa nessas lutas. No caso desta greve, uma grande parte dos contratados está parada, à espera que os “outros” (sejam sindicatos ou professores do quadro) lutem por eles. Eu já ouvi esta resposta direta: “Vai lá tu lutar pelos meus direitos, que tens mais jeito para essa coisas do que eu.” Em relação à greve, a resposta foi: “Tenho o direito de não fazer greve, não tenho?” Claro que tem, como toda a gente. Mas depois não venham com acusações aos sindicatos, porque os sindicatos sem o nosso contributo não podem fazer nada. Ninguém se esqueça que os sindicatos não legislam.

    • mpem on 14 de Junho de 2013 at 18:22
    • Responder

    Esta atitude do MEC atesta bem o grau de desespero em que está. Quanto mais sobe o tom das ameaças, e se procura deliberadamente enxovalhar os professores perante a opinião pública, mais claro se torna que o MEC deixou de olhar a meios para atingir o seu fim: espezinhar os docentes e dar como ganha uma guerra que ele próprio iniciou.
    Força professores! Não se deixem abater e muito menos chantagear. Esta é uma causa justa.

      • Maria on 14 de Junho de 2013 at 19:00
      • Responder

      Sobretudo depois deste tom intimidatório. Para quem ainda tem dúvidas sobre fazer ou não fazer…

    • Legislador on 14 de Junho de 2013 at 18:26
    • Responder

    Artigo 535.º
    Proibição de substituição de grevistas

    1 – O empregador não pode, durante a greve, substituir os grevistas por pessoas que, à data do aviso prévio, não trabalhavam no respectivo estabelecimento ou serviço nem pode, desde essa data, admitir trabalhadores para aquele fim.
    2 – A tarefa a cargo de trabalhador em greve não pode, durante esta, ser realizada por empresa contratada para esse fim, salvo em caso de incumprimento dos serviços mínimos necessários à satisfação das necessidades sociais impreteríveis ou à segurança e manutenção de equipamento e instalações e na estrita medida necessária à prestação desses serviços.
    3 – Constitui contra-ordenação muito grave a violação do disposto nos números anteriores.

  1. E já agora…quem vai com 1 aluno à casa de banho se tiver necessidade???? O Ministro…..

  2. Não devem ter reparado, mas em todas as mensagens anteriores, despede-se o Presidente do Júri, ” Com os melhores cumprimentos”

    Excepto nesta ehehehe

    • pretor on 14 de Junho de 2013 at 19:16
    • Responder

    é a palhaçada TOTAL
    tantas regras e regrinhas durante os exames e agora já vale tudo??!!!

    no futuro vou cagarrrr nas regras, imprimir a mensagem nº9 e esfrega-la na cara de quem me chatear

    • nini on 14 de Junho de 2013 at 19:58
    • Responder

    aqui os educadores foram convocados para exames, e não vai haver aulas por causa disso! ridículo!

      • Maria M. on 15 de Junho de 2013 at 12:57
      • Responder

      Como? É mesmo ridiculo!!! Espero bem que esses colegas adiram à greve, por uma dupla razão. Existe de tudo!

  3. e se todos os membros da direção da escola fizerem greve?

      • Fernando Matos on 15 de Junho de 2013 at 1:52
      • Responder

      O problema é precisamente esse, a grande prepotência do MEC, considerar que o director e a direcção que o assiste não fazem greve, como se não tivessem direito a ela.

    • Xana G. on 14 de Junho de 2013 at 21:42
    • Responder

    Está montado o circo!

    Alunos a fazer exame com um vigilante por sala, pais a desconfiarem de copianços, altas notas… e outros a fazerem noutra data, um exame diferente…

    Tudo isto para não adiar a data do exame, mantendo a igualdade de oportunidades…

    • Maria Moreira on 14 de Junho de 2013 at 21:56
    • Responder

    Aquele ponto 6, não está num português manhoso?

  4. TB é isso mesmo… e se todos os elementos da direção decidirem fazer greve?

    • Greve on 14 de Junho de 2013 at 23:20
    • Responder

    eu nem sei o que diga….faço parte de uma direção e está mesmo o circo montado…esta de alguns alunos da escola fazerem prova e outros não, vai ser mesmo o caos.
    Em todas as escolas vai acontecer isto pois não acredito que a greve seja geral…e, honestamente, até hoje pensei que o processo estaria bloqueado pois não ia conseguir ter vigilantes para as salas todas e, na minha cabeça, pensava que assim não havia Exame…agora, com esta novidade…está mesmo o circo montado 🙁

    • Petess on 15 de Junho de 2013 at 0:06
    • Responder

    Acho que as organizações sindicais devem pegar nesta mensagem e apresentar uma queixa contra o Júri Nacional de Exames e Ministério da Educação! Eu e todos os meus colegas do secretariado estamos em greve na 2.ª feira e vamos ser substituídos por membros da direção!!!
    Como é possível uma simples mensagem pode substituir a Norma???

    • Maria Helena Pinto Monteiro on 15 de Junho de 2013 at 15:16
    • Responder

    Como é possível, em democracia, termos um ministro com este perfil… arrogância, autoritarismo…
    atropelam todas as normas que nos obrigam a cumprir durante a realização, em situações normais, dos exames nacionais. E os inspectores irão às escolas no dia 17?
    Por estes e por todos os restantes motivos eu faço GREVE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: