É Notícia de Todos os Jornais a Resposta do Provedor de Justiça sobre a PACC

Que já tinha dado conta na segunda-feira.

Logo que possa farei as referências a cada uma das notícias.

Screenshot_2014-11-26-10-51-25Screenshot_2014-11-26-10-51-51Screenshot_2014-11-26-10-52-35Screenshot_2014-11-26-10-53-18Screenshot_2014-11-26-10-50-09Screenshot_2014-11-26-10-53-52Screenshot_2014-11-26-10-54-21

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/11/e-noticia-de-todos-os-jornais-a-resposta-do-provedor-de-justica-sobre-a-pacc/

13 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Nuno Ribeiro on 26 de Novembro de 2014 at 12:07
    • Responder

    Na prática, que vai isso adiantar? O Crato ignora a coisa e fica tudo por ali. O provedor faz recomendações apenas.

      • sócrates on 26 de Novembro de 2014 at 13:36
      • Responder

      Nem mais.

    • fartinhadisto on 26 de Novembro de 2014 at 12:13
    • Responder

    CONSIDERO A PACC ILEGAL, UM DESRESPEITO, DESAUTORIZAÇÃO PARA COM TODOS OS DOCENTES. É FRUTO DO CONSTANTE ABUSO DO PODER DA PARTE DO MINISTERIO DA EDUCAÇÃO. ABUSO DE PODER É CRIME. SOMOS FORMADOS, CONCLUIMOS A NOSSA LICENCIATURA, TEMOS O NOSSO CERTIFICADO DE HABILITAÇÕES. iSTO É UMA ANULAÇÃO DA IMPORTANCIA DO CERTIFICADO DE HABILITAÇÕES, TORNA-SE UM ABUSO PERANTE DOCUMENTOS, UNIVERSIDADES, O TRABALHO DE PROFESSORES UNIVERSITARIOS, E UMA INVASÃO À INTEGRIDADE PROFISSIONAL DE UM DOCENTE. NÃO ESTARÁ NA HORA DE A JUSTIÇA PORTUGUESA POR UM TERMO NISTO?

    • PL on 26 de Novembro de 2014 at 12:36
    • Responder

    32 puxões de orelhas ao NCrato!

    In: ofício do provedor de Justiça.

    • PL on 26 de Novembro de 2014 at 12:37
    • Responder

    Posição do provedor sobre prova docente é “tremenda derrota” para Crato
    In:
    http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=170090

    • fartinhadisto on 26 de Novembro de 2014 at 12:40
    • Responder

    SE VAMOS POR EM CAUSA OS CERTIFICADOS DE HABILITAÇÕES, ENTÃO TUDO DEIXA DE TER CREDEBILIDADE, VAMOS PASSAR A DUVIDAR DE TODOS, ATÉ DOS CERTIFICADOS DOS JUÍZES, DO PROPRIO PROVEDOR DE JUSTIÇA, DOS MÉDICOS, ETC E VIRAMOS UM PAÍS DE LOUCOS. NÃO PODE SER ASSIM!

    • fartinhadisto on 26 de Novembro de 2014 at 12:41
    • Responder

    CREDIBILIDADE

    • sócrates on 26 de Novembro de 2014 at 13:35
    • Responder

    O que ele diz vale zero é meramente consultivo. Até podia dizer que cristo desceu á terra.

      • anonimo idem on 26 de Novembro de 2014 at 14:28
      • Responder

      Por acaso não vale zero.
      Tem efeitos políticos para futuro.
      Mas se os directamente prejudicados nada fizerem, Nuno Crato por livre e espontânea vontade também não o fará. Foram mostrados argumentos factuais, resta saber usá-los com inteligência. E aí os sindicatos/associações/whatever deveriam dar a cara por essa luta.

    • JC on 26 de Novembro de 2014 at 14:29
    • Responder

    Ainda dizem que não há um entendimento de regime quanto à Educação. Ai há sim senhor!! E chama-se DESINVESTIMENTO e DESCREDIBILIZAÇÃO/DESMORALIZAÇÃO SISTEMÁTICA DOS PROFESSORES. Todos embarcam nesta ideologia. Desde há muito que isso acontece (antes de Nuno Crato) e, infelizmente, constato que veio para ficar. A grande questão agora coloca-se: e o que nós estamos decididos a fazer perante isso?

    • La Gauche on 26 de Novembro de 2014 at 15:13
    • Responder

    Ainda bem que há pessoas lúcidas com poder!!! A PACC no seus moldes desfasados e injustamente implementada, ou seja apenas abrange uma minoria de professores na categoria de contratados, logo aí demonstra a falta de rigor e por outro lado, nem existe a possibilidade para que o resultado da PACC permite servir de média e não ter carácter definitivo, eliminando definitivamente quem por direito tem legitimidade para exercer! Está subjacente à ideia da PACC a dúvida sobre a qualidade de formação, ou seja levanta suspeitas sobe a competência dos professores de Ensino Superior que formam estes docentes, está a colocar em causa todo o Sistema de Educativo de Portugal! ABAIXO A PACC!

    • Maria Santos on 26 de Novembro de 2014 at 17:06
    • Responder

    Isto vale muito! O Provedor de Justiça não é nenhum matemático ou economista! É Professor Catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra! Quando ele diz que é NULO, é mesmo NULO. Os juízes, entre as trapalhadas de um economista-matemático, ex-comunista rendido ao capitalismo neoliberal e um Prof. Catedrático de Direito, não terão dúvidas. A Fenprof que “enxerte” estes pareceres do Provedor de Justiça em todas as Ações interpostas sobre a PACC! Os outros Sindicatos que se deram ao trabalho de interpor providências cautelares, idem! Os advogados independentes, o mesmo! Verão que a posição do Senhor Provedor de Justiça vale e vale muito! Mesmo que Crato invoque a tal habilidade do “interesse público”!

      • PAKITAMOR on 29 de Novembro de 2014 at 3:35
      • Responder

      Interesse público ou interesse para arranjar mais uns trocos? Se fizermos as contas, e se um dia obrigam todos os contratados a realizar a PACC,o MEC arrecada um milhão de euros só nas inscrições e depois ainda arrecada outro tanto com o valor das inscrições nas provas específicas. Trabalhinho jeitoso, mas esquecem-se que muitos começam a ficar desmotivados e saem do ensino, e com menos professores menos ganham. A PACC devia ser eliminada ou como mal menor seus resultados deviam ser considerados para uma média na GP e não de exclusão definitiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: