Estranho Seria Se Corresse Tudo Bem

Dados de professores que pediram mobilidade por doença estiveram visíveis esta manhã

 

Os dados pessoais dos mais de 270 professores que já se candidataram à mudança de escola devido a doença própria ou de pessoas que deles dependem estiveram na manhã desta quinta-feira visíveis, por um período de tempo não determinado, para os colegas que acediam ao formulário electrónico da Direcção-Geral da Administração Escolar (DGAE).

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/07/estranho-seria-se-corresse-tudo-bem/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • João Pestana on 4 de Julho de 2013 at 16:42
    • Responder

    Já leram???

    http://crup.pt/pt/imprensa-e-comunicacao/recortes-de-imprensa/4404-escolas-publicas-preparam-melhor-os-alunos-para-terem-sucesso-no-superior

    é que devia ser levado a LUME TB por esses Jornalistas!

    Porque será????

      • Nuno coelho on 4 de Julho de 2013 at 19:08
      • Responder

      Só agora é que lEU essa noticia?
      Afinal ela está a ser continuamente referenciada desde o dia 18 de JANEIRO, dia em que foi publicada.

    • paula b. on 4 de Julho de 2013 at 16:57
    • Responder

    Tanto especialista informático bem pago, tanto dinheiro mal gasto…


  1. Não queriam transparência?
    Era escusado tanta mas pronto… :mrgreen:

    • JC Narciso on 4 de Julho de 2013 at 18:46
    • Responder

    Devia ser público. E, como nos concursos, em que há os bufos do costume, passível de acusação/ denúncia.

      • Maria on 4 de Julho de 2013 at 18:56
      • Responder

      Colega JC Narciso, não sei se entendi bem: quem presta falsas declarações não fica mal visto, quem denuncia é que fica? Os “bufos do costume”? Quando se quiserem comparar com países de 1.º mundo comecem por aí, e não pelos ordenados e qualidade de vida. É que lá quem burla é imediatamente denunciado, e isso sim é trabalhar em prole do bem comum. Aqui é feio…


  2. Bom, “bufo” era quem denunciava os opositores políticos no tempo da ditadura. Infelizmente, o bufo era alguém que vivia perto de nós, que partilhava até a nossa casa e convivia com a nossa família. A aversão aos “bufos” vem daí. Infelizmente é uma herança de um passado que custa a desaparecer. Quem pensa que é “bufar” quando se denunciam as ditas burlas, faz uma associação errada, pois está confundir justiça e transparência com algo terrível que todos nós devemos lembrar para não cairmos em tentação. No que diz respeito à trapalhada do MEC, é só mais uma, como tantas outras; a última foi a orientação para o desconto das faltas na greve, que, obviamente, teve que ser alterada, pois é contra a lei e os sindicatos não estavam a dormir. É o que faz por os jotas a assessores!

    • Lucia on 10 de Julho de 2013 at 22:54
    • Responder

    Alguém me sabe dizer porque é que mesmo depois de ter feito o upload dos documentos para a mobilidade me depois de clicar em confirmar documentos me aparece a mensagem de não ser possivel pois ainda não foi feito o upload dos documentos obrigatorios? (lucia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog