Portaria nº 135-A/2013

Foi publicada hoje a Portaria nº 135-A/2013 que regula a criação e o regime de organização e funcionamento dos Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP).

 

1 – Os CQEP podem ser criados em:
a) Agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas dos ensinos básico e secundário públicos;
b) Centros de gestão direta ou participada da rede do IEFP,I.P.;
c) Entidades não enquadradas nas alíneas anteriores, atentas as necessidades locais ou regionais.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/03/portaria-no-135-a2013/

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • quero trabalhar on 28 de Março de 2013 at 15:47
    • Responder

    Nesse caso como será feito o recrutamento de formadores/professores para trabalhar nos CQEP?

      • leonor alves on 28 de Março de 2013 at 17:02
      • Responder

      já respondi abaixo.

    • Sílvia on 28 de Março de 2013 at 16:09
    • Responder

    A quem interessar, foi hoje publicada a nota informativa com o número de vagas para as renovações de equiparação a bolseiro. Disponível no site da DGAE.

    • leonor alves on 28 de Março de 2013 at 16:52
    • Responder

    Respondendo a “quero trabalhar”, o recrutamento será feito de várias formas já que estes centros podem funcionar em escolas, iefp ou outras entidades devidamente credenciadas.
    Relativamente ao documento e depois de uma primeira leitura, considero que os procedimentos são muito idênticos aos utilizados pelo antigos CNOs mas altera-se a prova final , com matriz da ANQ EP, IP. Esta prova vai ter classificação , o júri é de composição diferente da dos CNOs e desaparece a figura de avaliador externo.

      • Maria on 28 de Março de 2013 at 17:18
      • Responder

      Mas o Recrutamento de professores/formadores antes podia sair dos quadros de Escola/Agrupamento, e uns trabalhavam a tempo inteiro outros não… agora isso não é claro…

        • Nuno Coelho on 28 de Março de 2013 at 18:54
        • Responder

        Maria
        O que não ´claro?

        Art 10º
        4 – A equipa dos CQEP é complementada no desenvolvimento de processos de RVCC por formadores ou
        professores externos ao CQEP, nos termos previstos no n.° 2 do artigo anterior.

        Art. 9º
        2 – Para o desenvolvimento de processos de RVCC,
        escolar, profissional ou de dupla certificação, os CQEP
        devem privilegiar o recurso a formadores ou professores
        da própria entidade promotora, com experiência e competências ajustadas às necessidades, ou, sempre que se
        revele necessário, estabelecer acordos de parceria com
        escolas, centros do IEFP, I.P., empresas ou outras entidades
        formadoras certificadas.

          • Maria on 28 de Março de 2013 at 21:06

          Referia-me a concursos, mobilidade de professores, autorização dos CQEP…
          uma questão de timing… ou para muitos a ausência dele…

          • Maria on 29 de Março de 2013 at 13:58

          E a capacidade de autofinanciamento…

    • Maria on 28 de Março de 2013 at 17:27
    • Responder

    Espero realmente que os professores com horário zero possam beneficiar desta oportunidade.

      • Paula on 28 de Março de 2013 at 19:17
      • Responder

      Pois, Também eu! Afinal estes cursos criam horários, além de que é uma necessidade e mais valia para quem quer apostar na sua formação! vamos ver! Já espero tudo….de menos bom, claro! Não é ao que estamos habituados?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: