Novamente a Semestralização

Da qual não sou grande adepto, mas retoma.

 

Escolas podem optar por semestres em vez de períodos

 

As escolas podem apresentar o seu projeto de inovação pedagógica ao ministério da Educação e, se for aprovado, têm mais liberdade para organizar o ano letivo.

As novas regras publicadas esta terça-feira pelo ministério da Educação trazem mais autonomia para as escolas. No próximo ano letivo, os estabelecimentos de ensino podem optar por ter semestres em vez de períodos e também por turmas com menos alunos.

Para mais liberdade, as escolas têm de traçar o seu plano de inovação pedagógica e esperar que seja aceite pela tutela. No entanto, ainda que as escolas tenham mais autonomia para adaptar o calendário escolar, terão de respeitar a data de início, fim e interrupções letivas, como Natal e Páscoa.

A nova legislação da Lei da Autonomia e Flexibilidade Curricular entra em vigor no primeiro dia de setembro.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/06/novamente-a-semestralizacao/

3 comentários

    • Maximino d'Oliveira on 11 de Junho de 2019 at 22:45
    • Responder

    Finalmente!
    Ainda não li o documento oficial (nem sei se está disponível já)… No entanto, à partida, se é certo que a divisão do ano em semestres não resolve muitos dos problemas das escolas, não piora e resolve alguns.
    Em termos de gestão de turmas e de cargas currriculares é melhor, em termos de dispersão dos alunos por uma multiplicidade de matérias também…
    Por outro lado, que sentido faz haver professores com um dúzia de turmas (ou mais), com centenas de alunos, a dar uma ou duas aulas por semana a cada turma?
    Só faço votos para que seja possível que os conselhos de turma se realizem apenas com os professores de cada semestre…

    • Lelo on 11 de Junho de 2019 at 23:08
    • Responder

    Semestralização é equivalente a MENOS “férias” e mais reuniões e reuniozinhas .

    • José on 11 de Junho de 2019 at 23:15
    • Responder

    Faz todo o sentido, há muito que é reclamado quer pelos pais, quer por muitos professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog