Chumbar ou não chumbar? Expresso para a meia noite (eis a questão!)

Bernardo Ferrão da SIC e Filipe Santos Costa do Expresso moderam o debate com: Maria Emília Brederode Santos, Presidente do Conselho Nacional de Educação, Nuno Mantas, diretor do Agrupamento de Escolas Boa Água, Paulo Guinote, professor do 2.º ciclo do ensino básico, e Alexandre Homem de Cristo, do Observador.

Clica na imagem para ver video

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/11/chumbar-ou-nao-chumbar-expresso-para-a-meia-noite-eis-a-questao/

3 comentários

    • ze on 18 de Novembro de 2019 at 19:35
    • Responder

    vejam as classificações do Agrupamento de Escolas Boa Água ( https://www.publico.pt/ranking-escolas-2018/em-que-lugar-ficou-a-sua-escola#-1511 ) e depois comparem com aquilo que o sr. diretor desse agrupamento disse

    • ilda on 18 de Novembro de 2019 at 19:40
    • Responder

    Ranking geral Nome Média Ranking do sucesso
    560.º Escola Secundária de Sampaio 2,91 –
    575.º Escola Básica da Quinta do Conde 2,89 854.º
    706.º Escola Básica Navegador Rodrigues Soromenho 2,79 801.º
    896.º Escola Básica e Secundária Michel Giacometti 2,60 917.º
    906.º Escola Básica da Boa Água 2,59 675.º

    • Silva on 20 de Novembro de 2019 at 1:19
    • Responder

    Parabéns apenas para o colega Guinote . Os inteletuais (académicos nunca deram aulas aos alunos desinteressados atuais com que autoridade podem mandar “postas de pescada ” sobre o assunto. Os inteletuais da educação , ministros, responsáveis do Me , deviam ser obrigados a dar aulas a uma turma PIEF ou CEF de uma escola problemática de Lisboa ou Porto no mínimo de 1 anos para poderem opiniar sobre educação, para perceberem que essa conversa teórico só funciona nos livros e mal. Mais uma vez uma feira de vaidades por parte do Sr Diretor , de forma encapotada tenta culpar os professores e tenta defender o fim dos chumbos quando não existem condições para isso, acabar com os chumbos sem investimento só baixando o nível de ensino. A educação já parece o futebol só treinadores de bancada , os professores com 20 ou 25 anos de experiência são os maus da fita que não percebem os problemas dos alunos que os insultam e agridem. Comparações com paises nórdicos não fazem sentido em Portugal temos alunos agressivos verbal e fisicamente, sem qualquer interesse na escola, alguns com fome como podem valorizar a escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog