AR vai discutir, outra vez, otempo de serviço docente

Foi uma petição que transitou do outro governo. Quero ver se a maioria do parlamento se entende, desta vez, e toma a iniciativa de propor a recuperação do tempo de serviço em falta. Condicionado, ou não, por desenvolvimentos da economia, sempre é melhor que a opção do Costa que é Nem Mais Um Dia,

 

Entre as petições que foram aprovadas para serem discutidas em plenário está, por exemplo, uma da Fenprof para que sejam retomadas as negociações da recuperação e contabilização de todo o tempo de serviço congelado dos professores. Este foi, aliás, o braço-de-ferro com os professores que marcou o anterior mandato do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. O abaixo-assinado da Fenprof deu entrada em março e reuniu 60 045 assinaturas

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/11/ar-vai-discutir-outra-vez-otempo-de-servico-docente/

3 comentários

    • pardaleco on 6 de Novembro de 2019 at 12:25
    • Responder

    Aguardamos ansiosamente o coice do pardal!

      • Maria on 6 de Novembro de 2019 at 13:13
      • Responder

      Hoje tive um pesadelo ! Conheci ao vivo e a cores o Pardal !!! Era um senhor relativamente jovem muito bem pago para “ chatear “ . A área era o ensino .. não tinha cara para levar uma chapada , como se costuma dizer e o seu poder de argumentação era zero !!

    • Rui Filipe on 6 de Novembro de 2019 at 12:32
    • Responder

    Esperemos que desta vez , os partidos não sejam tao estratégicos. As eleições já passaram. O dr.
    Rui Rio chegou por exemplo, a falar da contagem desse tempo ou parte desse temo para reforma antecipada.
    Eis um bom exemplo também para rejuvenescer a classe docente.Mas certamente, outras medidas haverá.
    Pergunto, se os governantes e até o senhor PdR falam em equidade e medidas transversais ‘a função pública, por que não se aplicar, neste caso aos docentes, as mesmas condições de aposentação que vigoram para a PSP, GNR e Militares?
    Até porque agora, as escolas são lugares bem perigosos, onde a qualquer hora, o mau imprevisto pode acontecer.Eu já tive quem me levasse para a sala de aula, cartuchos de dinamite roubados a uma pirotecnia.Noutra situação, houve quem levasse para a escola 2 pistolas roubadas ao pai.
    Já agora, um ‘a parte, sabe dra. .Fátima C. Ferreira, o seu PROS e CONTRAS, foi uma pálida imagem da triste realidade, que se passa nas escolas.
    Mas retomando o tema em conversa, saibam os políticos serem dignos das funções e dos lugares que ocupam.
    É só terem um pouco de coragem política em relação à Banca, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog