adplus-dvertising

2 de Agosto de 2014 archive

Dispensas Sindicais 2014/2015

São 307 os docentes que se encontram dispensados total ou parcialmente da componente letiva em 2014/2015 para o exercício da atividade sindical para os sindicatos identificados no quadro de baixo. As Federações Sindicais ainda dispõe de créditos próprios e por conseguinte não se encontram nesta lista alguns dos dirigentes sindicais mais conhecidos.

Quase metade (141 docentes) estão com dispensa total para o ano letivo 2014/2015.

O Sindicato com mais docentes dispensados é o SPGL com 53, sendo que nenhum docente tem dispensa total da componente letiva.

O SIPPEB tem apenas um docente dispensado da componente letiva para 2014/2015.

 

dispensas sindicais

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/08/dispensas-sindicais-20142015/

Seria Vergonhoso

… para o MEC que este comentário seja verdade.
 

Arlindo, as listas do CEE saem entre 15 e 18 de agosto, nunca antes! Mais uma vez, fonte fidedigna!

 
Sendo ou não verdade que as listas do CEE apenas sejam publicadas na segunda quinzena de Agosto, desde já aconselho que os “elegíveis” ao Concurso Externo Extraordinário preencham as suas preferências para a Contratação Inicial/Reserva de Recrutamento e que as submetam até ao dia 6 de Agosto.

Não me lembro de tamanha falta de respeito para com os professores em relação a concursos.

Vamos chegar ao cúmulo de em pleno mês de Agosto ter 1954 professores a concorrer a dois concursos, sem que nenhuma das datas seja previamente anunciada e que um deles seja para ir para o lixo.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/08/seria-vergonhoso/

Até no Erasmus Temos Déficit

Fazer Erasmus reduz probabilidade de desemprego, conclui estudo

Um estudo da Comissão Europeia conclui ainda que, depois de fazer Erasmus, os estudantes regressam aos países de origem “mais seguros e mais tolerantes em relação a outras culturas”.

 

Estudar no estrangeiro com uma bolsa do Erasmus reduz para metade a probabilidade dos jovens ficarem desempregados durante um longo período de tempo, conclui um estudo da Comissão Europeia, que está previsto ser publicado em setembro, de acordo com a agência Lusa.

Nesse ano partiram de Portugal cerca de 7 mil alunos para estudar noutros países, sobretudo Espanha, Polónia e Itália. Já as universidades nacionais receberam cerca de 9900 alunos, vindos também sobretudo dos mesmos três países. Espanha é o destino mais escolhido pelos estudantes a nível europeu.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/08/ate-no-erasmus-temos-deficit/

Com os Impostos dos Portugueses?

 

Noruega disposta a formar os seus enfermeiros em Portugal

 

 

O diretor da Escola Superior de Enfermagem da Cruz Vermelha Portuguesa de Oliveira de Azeméis (ESECVPOA) afirma que há entidades norueguesas interessadas em formar alunos nessa instituição portuguesa, opção «mais barata» do que qualificá-los no seu país de origem.

 

“Se criarmos um curso bilingue, em Português e Inglês, a Noruega está disposta a enviar os seus alunos para estudarem cá”, garante o diretor da ESECVPOA, “dizem que lhes fica mais barato mandar os alunos para Portugal do que tê-los a estudar lá, onde a formação em Enfermagem é muito mais cara e nem sequer é tão abrangente como a nossa”.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/08/com-os-impostos-dos-portugueses/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: