Sobre a 1ª Prioridade no Concurso Interno

Chegou-me este mail com pedido de divulgação.

 

Olá boa noite, quero partilhar a minha experiência, sou docente em QA e estou em DAR desde 2009, a escola onde sou QA agrupou, e por isso preciso de saber se tenho ou não horário zero nesse agrupamento para poder selecionar a prioridade em que vou concorrer 1.º ou 2.ª. Desde segunda feira que tento contactar a presidente da CAP para que esta me dê uma resposta sobre o horário mas esta, a Sra. diretora, não me atende dizendo que tem mais que fazer!!!!! o que fazer nesta situação?????

Eu colocava sim já que a excelentíssima diretora tem mais que fazer e aguardava pelas consequências da validação por parte da escola.

Quem vai ter nesse caso de saber se o docente perde a componente letiva pela agregação não é o docente mas sim a escola e que para fazer isso deve ordenar os docentes das escolas agregadas e ter em conta o número de vagas negativas que existem.

Alguém com outra interpretação sobre este assunto?

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/04/sobre-a-1a-prioridade-no-concurso-interno/

31 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • António Costa on 24 de Abril de 2013 at 22:34
    • Responder

    Boa noite… ter horário zero.. nada tem haver com as prioridades… mas sim concorrer em DACL em Agosto… 1ª prioridade será se a escola fechar e não é o caso, neste caso agrupou.. se o colega concorrer em 1ª prioridade a candidatura não será validade.

      • Mário on 24 de Abril de 2013 at 23:46
      • Responder

      A legislação refere expressamente, a propósito da primeira prioridade, que pode ter a ver com perda da componente lectiva por motivo de fusão/agregação e não apenas por motivo de encerramento. Convém estar alerta e não concorrer sem ver esclarecida esta situação, na qual também estou incluído, pois era QE e agora sou QA (em DAR). Posto isto, contactei a linha telefónica do CAT que me disse para contactar o Agrupamento. Na secretaria, via telefone, não me souberam esclarecer, pelo que irei falar com a Direcção pessoalmente.

      • Alex on 25 de Abril de 2013 at 22:34
      • Responder

      Quem deve esclarecer? a escola?!! Como é que a escola sabe se o professor vai ter horário zero? Só se souber o nº de alunos/turmas para o próximo ano lectivo. Este balanço só poderá ser feito em termos de previsão. Escolas “estáveis” em termos de nº de alunos poderão fazer essa previsão. Mas nada é certo, e, com a situação actual, acho (e concordo) que nenhuma escola (direcção) o possa dizer/fazer.
      Ainda não é do conhecimento público o que “vem aí” para o próximo ano lectivo! Fala-se de algumas coisas: … dual, diminuição de cargas horárias de algumas disciplinas, …,.Tudo acções que implicam menos professores no ensino público.
      Não é “à toa” que neste concurso as vagas negativas tenham esta dimensão. Estão a preparar alguma… sempre contra nós … professores.

        • Maria on 26 de Abril de 2013 at 2:25
        • Responder

        É exatamente o que antevejo. Estão a prepará-las “boas”… E estão a retardar a coisa ao máximo para que não haja grande espaço-tempo para ações de contestação-luta, dada a grande dificuldade de mobilização-união da “classe”… É aguardar a explosão da bomba ao retardador…

    • Aurea on 24 de Abril de 2013 at 22:36
    • Responder

    Manifestação de Preferências.
    Sou QZP do 03, no preenchimento das preferências, posso intercalar as escolas do meu QZP com as de outro para o qual tenho interesse em vincular? E no preenchimento do “Preferências 5.1.7 – QZP”, volto a colocar as escolas que me interessam fora do meu QZP?

    • Maria Figueiredo on 24 de Abril de 2013 at 22:45
    • Responder

    O que me disseram a mim foi que só concorrem à 1ª prioridade as colegas cujas escolas avisaram. Parece que só nos dizem se temos horário zero mais para a frente (junho???). Se a escola não foi extinta e não foi notificada não pode concorrer à 1ª prioridade.


  1. Estou a ver que isto vai dar mesmo problemas. A 1º Prioridade é para o CONCURSO INTERNO que é feito agora e não para o concurso da MOBILIDADE INTERNA de Julho e a pergunta tem a ver com isto:
    “docentes de carreira dos agrupamentos de escolas ou de escolas não agrupadas que tenham sido objeto de extinção, fusão, suspensão ou reestruturação desde que, por esse motivo, tenham perdido a sua componente letiva” – Uma agregação é uma fusão.

      • António on 24 de Abril de 2013 at 23:41
      • Responder

      Arlindo, não foi isso que disse o Diretor Geral da DGAE na reunião de apresentação dos concursos às escolas.
      Frisou bem que as agregações normais estavam de fora, apesar de eu concordar contigo. Mas sublinhou que são muito poucos os professores nesta prioridade.

      • Adriana Costa on 25 de Abril de 2013 at 0:14
      • Responder

      para eles fusões não são agregações…
      fusões é o que irá acontecer depois de terminaram as agregações (ou era porque depois da 4ª e última fase de agregações ainda houve uma depois da última)

      e como é que se sabe AGORA se irá ter componente letiva? ou perderam a componente letiva este ano?

      • Paulo Pereira on 25 de Abril de 2013 at 18:09
      • Responder

      Agregação não é uma fusão nem permite a entrada na primeira prioridade.
      As escolas continuam a existir mesmo depois da agregação.
      Fazem é parte de uma unidade orgânica!

      O certo é que isto vai dar bronca com muita gente a querer colocar-se na primeira prioridade!
      (acho que nem o MEC vai ser capaz de identificar as pessoas com direito a tal!)

    • Astros on 24 de Abril de 2013 at 23:05
    • Responder

    A minha escola foi agregada em junho de 2012, existem -4 vagas. 3 colegas estão em DAR desde 2009 e 1 em licença. Posso ter ou não horário, dependendo se eles querem voltar. Concorro para o concurso interno ou para mobilidade interna. O director afirmou que não é a situação do concurso interno, mas quero ter a certeza, em qual devo concorrer.

      • miguel on 24 de Abril de 2013 at 23:48
      • Responder

      agora só concorre se quiser

    • Helena Rechena on 25 de Abril de 2013 at 12:30
    • Responder

    Estou convencida que a responsabilidade de notificar um qq prof da condição prevista na 1ª prioridade (acima referida) competirá à escola de provimento dos profs em q essa situação se verifique. Senão imaginemos o seguinte cenário: o prof X, QA/QE da escola A (em Faro), encontra-se destacado na escola B (em Bragança) há 4 anos. Naturalmente, e pq “tem a sua vida” em Bragança, decide apresentar-se a concurso para mudança de QA/QE VOLUNTARIAMENTE e, por isso, concorre na 2ª prioridade. Mais tarde vem a saber que a sua escola de provimento foi “objeto de extinção, suspensão ou restruturação” e que por esse motivo poderia ter-se apresentado a concurso na 1ª prioridade e não na 2ª…. A quem seria imputada a responsabilidade caso isso viesse a suceder????


  2. Era o que faltava!
    Por essa ordem de ideias mais valia ser o último da lista e, por isso, DACL do que estar acima na lista e ter tido horário. Assim, um colega com menos graduação que tinha sido DACL teria agora mais hipóteses de se aproximar da sua área de residência do que um colega mais graduado e que, por isso, não tinha sido DACL.
    Não faz sentido. O que deve contar é a graduação e só depois, na mobilidade interna, ser ou não ser DACL.


  3. A mim, na secretaria da escola que estou destacada disseram-me que teria que contactar a minha escola de provimento para saber se sou ou não DACL e agora concorrer em 1.ª prioridade. A direção da escola de provimento, que no ano anterior não tinha lugar para mim inicialmente, agora disse que tinha. Logicamente que isto mais uma vez vai gerar confusão e as injustiças e erros que já começamos a ficar habituados.

      • José on 25 de Abril de 2013 at 14:23
      • Responder

      A 1º prioridade é só para docentes de escolas que foram AGRUPADAS e, por isso, perderam o horário. Não para TODOS os DACL. É o que eu leio no aviso de abertura.

        • Paulo Pereira on 25 de Abril de 2013 at 18:12
        • Responder

        Está a ler lá a palavra “agrupadas” ? Olhe que são coisas diferentes!

          • Filipe Rocha on 26 de Abril de 2013 at 9:05

          Eu concorri na 1ª prioridade pois a directora da minha escola disse que não tinha componente
          lectiva para mim!

          Eu entendo que fusão pode-se chamar agregação! são sinónimos!

          • miguel on 26 de Abril de 2013 at 9:13

          na 1º prioridade so irão os que nunca mais terão hipotese de lecionar nessa escola. POr exemplo pelo fato da escola ter fechado ou ter terminado com a oferta de determinada disciplina.

        • Rui Nazário on 1 de Maio de 2013 at 18:05
        • Responder

        No aviso de abertura leu 1º prioridade? Ou terá lido ”
        1.1 São opositorees ao concurso interno:
        a) os docentes de carreira …”
        Alínea a) é diferente de 1ª prioridade, correto?
        Cumprimentos

          • miguel on 1 de Maio de 2013 at 20:43

          1ª prioridade – alinea a
          2ª prioridade – alineab

    • Manuel Carvalho. Trofa. on 25 de Abril de 2013 at 15:09
    • Responder

    Aqui temos mais um caso de Diretor (a ), prepotente, arrogante e também incompetente. Infelizmente não é caso único, há bastantes por essas escolas ao longo do País. Será que estes ía dizer senhores (as) , mas não me parece que mereçam tal tratamento, não estão ao serviço publico? Parece que não, estão é ao serviço do seu vaidozismo pessoal e da sua ascenção social e não passam porém de uns elementos que nada contribuem para o desenvolvimento social de cidadania e pessoal dos discentes e docentes que regem. Gente deste calibre está a mais no sistema educativo português e pena é que as inspeções, DRE’s e até o próprio Ministério da Educação nada façam para irradicar estes cancros sociais.

    • Lili on 25 de Abril de 2013 at 16:32
    • Responder

    Acho muito injusto que os docentes QA/QE das escolas que agruparam este ano letivo concorram na 1ª prioridade enquanto que outros colegas, na qual me incluo, pertencem a escolas que agruparam no ano letivo anterior e por essa razão estão em DACL, só possam concorrer na 2ª prioridade…afinal também não tem componente letiva nas escolas de origem.
    No meu caso, eu vou pedir esclarecimentos por escrito no meu agrupamento sobre as prioridades….aconselho os colegas que tem duvidas sobre a sua situação que também o façam.

      • miguel on 25 de Abril de 2013 at 23:20
      • Responder

      vao todos concorrer na 2ª
      Na 1ª só concorrem se a escola fechou ou se a escola deixou de lecionar algum nivel de ensino.

    • Maria on 25 de Abril de 2013 at 18:55
    • Responder

    Os docentes concorrem de acordo com a informação que recebem do diretor do seu agrupamento. Se não houver informação pertinente por parte do diretor, em tempo útil, o docente concorre na 1ª prioridade.

    • Maria on 26 de Abril de 2013 at 2:34
    • Responder

    Enfim, o que vejo aqui são respostas para “todos os gostos”. Isto está lindo… Agora vai ser tudo a esgadanhar-se pela 1ª prioridade.

    • Carla on 26 de Abril de 2013 at 9:00
    • Responder

    Era conveniente um esclarecimento, o mais breve possível. Estas coisas não devem ter diversas interpretações como é o caso.

    • nunes on 26 de Abril de 2013 at 10:43
    • Responder

    Ainda assim há colegas que tem via verde? para passarem a frente dos outros?

    Que classe tão fraquinha…

    • chapas on 26 de Abril de 2013 at 22:59
    • Responder

    No meu ver, um docente que não tenha horário na escola deve concorrer sempre na 1º priridade. Penso que a palavra “restruturação ” se aplica para todas as situações possíveis, para que ocorram estes ajustamentos de pessoal.

    • Filipe Rocha on 28 de Abril de 2013 at 19:17
    • Responder

    Eu concorri na 1ª prioridade mas já fui informar-me no sindicato e eles dizem que devo alterar para a 2ª na fase de aperficoamento, pois o que pretendo é mudança de quadro de vonculação.
    E nenhum director pode dizer se tem ou não componente lectiva para determinado docente nesta fase!

    • oficina nem falar on 29 de Abril de 2013 at 0:33
    • Responder

    Concorram de uma vez e calem-se!
    Não inventem.
    E, mais que isso, não sejam hipócritas, desejando… assim… enquanto o Diabo esfrega um olho (até me custa imaginar qual…) passar de professor intocável a candidato que perdeu uma das componentes (também me custa imaginar qual rsrsrsrsr) e ser o rabo de fora…

    Não tarda, tudo isto ficará claro, vão ver. Alguns de vocês ainda estão sentados no banco da frente, à espera de pedir para apagar o quadro…


  1. […] Já que todos os que lá estão foram agregados é bom que perguntem aquilo da 1ª prioridade ao concurso interno. […]


  2. I liked your blog very much.

    I want to thank you for the contribution.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog