Modelo de avaliação já devia ter sido suspenso

João Dias da Silva, presidente da Federação Nacional de Educação, fala sobre avaliação do desempenho dos docentes.

Correio da Manhã – Como reage ao chumbo do PSD e CDS às propostas do BE e do PCP para suspender o actual modelo de avaliação?

João Dias da Silva – Seria de esperar este resultado. O ministro Nuno Crato disse logo que não ia suspender o actual modelo, e que iria apresentar um novo modelo de avaliação de docentes para entrar em vigor até ao início do próximo ano.

– O ideal para os professores seria a imediata suspensão?

Este modelo de avaliação já devia ter sido suspenso por própria iniciativa do Governo. Não vemos razões para o manter. Achamos desnecessário manter nas escolas alguns factores de instabilidade, como tarefas administrativas, associadas a este modelo.

– O que espera da reunião de amanhã com Nuno Crato?

– Se aumentar a duração dos ciclos de avaliação, eliminar a burocracia, existirem avaliadores com formação específica, conforme nos foi indicado na outra reunião, então poderemos aprovar as propostas para o novo modelo.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/07/modelo-de-avaliacao-ja-devia-ter-sido-suspenso/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: