6 de Abril de 2014 archive

Em Que Ficamos?

Lembro-me que o Conselho das Escolas disse que o parecer tinha sido de sua iniciativa e que o mesmo não tinha sido pedido pelo MEC.

image

“Fomos nós que tomámos a iniciativa de pedir ao Conselho das Escolas que nos desse sugestões em relação a vários aspetos de funcionamento e de simplificação do sistema administrativo. A autonomia das escolas teve progressos notáveis. Um deles é o aspeto curricular, há uma maior autonomia de horários e num conjunto de aspetos que são decisivos para o funcionamento da escola”, disse Nuno Crato aos jornalistas.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/04/em-que-ficamos-2/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog