adplus-dvertising

Profissionalização em Serviço – Despacho 17018/2011

Lê-se no site do SPZN que foi publicado o Despacho nº 17018/2011 de 20 de Dezembro que reconhece como profissionalização em serviço a conclusão com aproveitamento do curso de Profissionalização em Serviço, pela Universidade Aberta, até ao final do ano escolar 2012/2013.

Quem se pode inscrever?

  • Quem possua uma habilitação própria e 5 anos de serviço até 31/08/2012
  • Quem possua 6 anos de serviço até 31/08/2013, estando assim dispensados do segundo ano da profissionalização.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2011/12/profissionalizacao-em-servico-despacho-170182011/

33 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • António Sousa on 20 de Dezembro de 2011 at 16:50
    • Responder

    Da forma que estamos, quem investir atualmente no ensino só mostra que não tem o que fazer ao dinheiro! E é bem caro este curso, diga-se.

    Isto é mais uma forma das Universidades ganharem uma pipa de massa, não garantindo lugar aos docentes que fiquem Profissionalizados.

    Se não existe lugar para os docentes Profissionalizados, quanto mais para os futuros??

    1. Se calhar vão dar prioridade aos profissionalizados no Brasil e em Angola. 😀

        • Margarida on 21 de Dezembro de 2011 at 2:19
        • Responder

        Bem vistas as coisas, já avisaram ou seja já convidaram. Por isso as cunhadas e cunhados já andam a fazer as mala!!!! HÁ,há, há….parecem malucas de um lado para o outro!!!!

    • Carla Silva on 20 de Dezembro de 2011 at 18:39
    • Responder

    Vamos lá a ver se percebi. Eu sou do grupo 400, se quiser fazer a profissionalização para o grupo 200 (para o qual tenho habilitação própria) faço este curso?
    É que é a primeira vez que me estou a debruçar sobre este assunto e achei que existiriam cursos específicos para cada grupo.

      • CCN on 20 de Dezembro de 2011 at 22:08
      • Responder

      Carla,
      Eu tb sou profissionalizada no 400. Em 2009/2010 fiz o 1.º curso da UAb para o 200. O curso funcionou mt mal e não se aprendeu nada. No entanto, fiquei com habilitação prof. para o 200. Este ano letivo concorri aos 2 grupos, colocando o 200 em 1.ª prioridade. E qual não foi o meu espanto qd vi,a 31 de agosto, que não fiquei colocada no 200, mas sim no 400. Pensava que o 200 estaria bem melhor, mas afinal… parece que não! Mas é sempre uma mais valia. O curso faz-se bem!

        • Carla Silva on 21 de Dezembro de 2011 at 0:45
        • Responder

        Obrigada por ter falado da sua experiência e pela sugestão. 🙂 O problema maior é que ainda é carote… 900 euros nesta altura é puxado.

    • A. Faro on 20 de Dezembro de 2011 at 23:49
    • Responder

    Boa noite!
    Eu sou profissionalizada no grupo 300, mas gostava de poder concorrer ao 330. Este ano nao fiquei colocada, apesar de ter 13 anos de tempo de serviço. Sera que posso fazer a profissionalizaçao no 330?
    Obrigada.
    E ja agora, BOM NATAL para todos!

      • Mia on 21 de Dezembro de 2011 at 17:01
      • Responder

      Depende, se o seu curso já lhe der habilitação própria para o 330, pode, se não der não pode Eu também sou profissionalizada no 300, mas não tenho habilitação própria para o 330, pois não sou da variante de inglês.

    • Mia on 21 de Dezembro de 2011 at 16:56
    • Responder

    Será que li bem aqui algures que este curso custa 900 euros?! Até estava interessada em fazê-lo, mas assim tão puxado para quem está desempregado! Ui!

    1. A profissionalização nas escolas superiores de educação é grátis. Eu fiz na ESE do Porto e nunca paguei nada. Claro, fotocópias e afins, é por nossa conta.

        • Jorge on 13 de Julho de 2012 at 5:09
        • Responder

        Cara colega Zita: Como é que fez essa profissionalização grátis na ESE do Porto? Foi chamada pelo MEC para a fazer ou foi por sua iniciativa? A ideia que eu tenho é que, para fazer a profissionalização nas ESE, só quando somos chamados para a fazer pelo Ministério. Não será assim? Agradeço a sua resposta.

    • A. Faro on 21 de Dezembro de 2011 at 17:35
    • Responder

    Mia, eu sou licenciada em Português/Inglês, tenho habilitação própria para o 330, por isso estava interessada na profissionalização. Como já sou profissionalizada no 300, não sabia se seria possível fazer outra prof. noutro grupo…
    Obrigada.

      • CCN on 23 de Dezembro de 2011 at 18:05
      • Responder

      É possível fazer a profissionalização noutro grupo, sim. No 1.º curso de profissionalização da UAb foi possível (eu e muitos mais fizemo-lo). No entanto, nas edições seguintes isso já não foi permitido, era mesmo só para quem não tinha nenhuma profissionalização. Nesta edição do curso que vai abrir agora, não sei. Na notícia sobre o curso isso não é mencionado. O melhor é ligar para a UAb a informar-se.
      Espero ter ajudado.

        • A. Faro on 26 de Dezembro de 2011 at 16:44
        • Responder

        Obrigada. Vou ligar para a UA.

    • Magui on 21 de Dezembro de 2011 at 22:52
    • Responder

    Mais alguém que tenha tirado a profissionalização através da Univ. Aberta que possa partilhar a experiência? Em relação à realização dos exames, alguém sabe como se processa?

      • Mia on 21 de Dezembro de 2011 at 23:02
      • Responder

      Eu já falei com algumas pessoas que fizeram e dizem-me sempre: “tchii, é uma grande confusão,” Mas pormenores também sei, acho que é por e-learning e têm de se apresentar trabalhos.

        • CCN on 23 de Dezembro de 2011 at 18:08
        • Responder

        Além da realização de trabalhos (que se chamam e-fólios), dois por disciplina, é feito tb um exame (chamado p-fólio). É presencial. Os e-fólios valem 8 valores e o exame 12. O curso faz-se muito bem, mas há muitas confusões e injustiças.

    • António on 22 de Dezembro de 2011 at 17:18
    • Responder

    Eu tinha profissionalização no grupo 430 Economia e Contabilidade, mas como já tenho 20 anos de serviço e não consegui lugar nos quadros fiz o 1º curso de profissionalização em serviço pela UA. Este já deve ser o 4º. A avaliação pode ser contínua ou apenas por exame. Na avaliação contínua conta as classificações de e-fólios elaborados ao longe do semestre, dois ou três e o P-fólio realizado no final. Quem optar ou reprovar na avaliação contínua faz apenas exame no final do semestre. Apenas a disciplina de seminário prática na área de docência tem que ser feita em avaliação contínua por e-fólios.

      • CCN on 23 de Dezembro de 2011 at 18:09
      • Responder

      Não tinha lido o seu comentário. Explicou muito bem.

    • António on 22 de Dezembro de 2011 at 17:21
    • Responder

    Ah, peço desculpa faltou dizer que fiz a segunda profissionalização no grupo 230-Matemática e Ciências da Natureza do 2º Ciclo, para o qual tinha também habilitação própria.
    Mas nos cursos seguintes não foi possível fazer segundas profissionalizações. Não sei se neste é possível.

      • CCN on 23 de Dezembro de 2011 at 18:10
      • Responder

      Acho que fomos colegas e somos conterrâneos, ou estou enganada? 🙂

        • António on 24 de Dezembro de 2011 at 16:08
        • Responder

        Não sei! Se essas iniciais são do nome e se a colega é de História sim. Feliz Natal.

          • CCN on 24 de Dezembro de 2011 at 16:12

          Exatamente! As iniciais são as do nome e sou de História!

          Merry Christmas and a happy new year!

          • António on 25 de Dezembro de 2011 at 16:49

          Feliz Natal!
          Posso mandar convite no face?
          Temos uma amiga em comum e por isso já vi o teu.
          Um próspero Ano 2012!

    • Magui on 23 de Dezembro de 2011 at 12:43
    • Responder

    O P-fólio consite numa prova final de conhecimentos a todas as disciplinas, realizada na UA mais perto de nós, certo? Qual o grau de dificuldade?
    Já agora colega… como já frequentou o CPS, sabe-me dizer no que consiste as disciplinas de Principios de Didática e Práticas de TIC (moodle?)? Estava a pensar pedir equivalências às disc de um mestrado, mas as sinopses são tão vagas…

    • António on 23 de Dezembro de 2011 at 15:06
    • Responder

    O P-fólio é um exame presencial a cada disciplina, realizado no local que escolhermos, dentre os disponíveis. Não me pareceram difíceis. Princípios de didática é uma disciplina cujo manual foi, “Aprender a ensinar” de Richard Arends, onde se aprende a planificar as aulas e as teorias de ensino aprendizagem. A disciplina PTIC aprende-se a utilizar as TIC na educação. Desde os Blogs, Fóruns, chats ao Moodle etc. As várias ferramentas TIC aplicadas ao ensino. Para pedir equivalência só mesmo vendo o programa.

      • antonio on 14 de Maio de 2012 at 9:28
      • Responder

      nao tens por ai os trabalhitos para dar uma olhadela e inspirar.me

    • Magui on 23 de Dezembro de 2011 at 23:34
    • Responder

    Obrigada pelos esclarecimentos! 🙂

    • ppaula on 27 de Dezembro de 2011 at 10:57
    • Responder

    Ola colegas,
    O problema é que, para pedir equivalências não temos acesso aos programas… a UA apenas disponibiliza as sinopses das disciplinas através do guia de curso :S … e realmente são muito vagas…

    • Clara on 27 de Dezembro de 2011 at 16:54
    • Responder

    Diz aqui que quem tiver seis anos de serviço fica dispensado do 2º ano, mas o que é o 2º ano? É o 2º semestre? No guia de curso aparecem lá dois semestres.

    • Clara on 27 de Dezembro de 2011 at 17:05
    • Responder

    Já alguém pediu esclarecimento sobre se efectivamente quem já é profissionalizado num grupo poderá ingressar no curso e obter profissionalização noutro grupo??

    • Micas on 6 de Janeiro de 2012 at 22:58
    • Responder

    Alguém sabe qual o tempo de serviço necessário para aceder ao 4º curso de profissionalização da UAb?

    • Florbela Ferreira on 23 de Janeiro de 2012 at 18:00
    • Responder

    Boa tarde

    Gostaria que me informassem sobre o que a colega Clara também já referiu num post anterior , ou seja, o que é o 2º ano da profissionalização?! Já tenho o curso de profissionalização em serviço, mas não tenho os 6 anos completos, faltam-me 63 dias, e como tal não estou dispensada do tal 2º ano de profissionalização, que eu não sei o que é, nem tão pouco onde o posso fazer para que pelo menos este “pesadelo” tenha um fim. Desculpem o desbafo (:). Será um estágio profissional? Conhecem alguém que esteja na mesma situação que eu?

    Obrigada
    Florbela

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: