O Costa voltou a falar de Monodocência…

 

No debate de ontem, Costa voltou ao assunto de que não tratou em 4 anos.

Pela terceira vez nesta legislatura, segunda nesta campanha eleitoral, o primeiro ministro, falou em compensar os docentes em regime de monodocência pela sua carga horária ao longo da carreira.

Durante a legislatura em curso não houve tempo para negociar com os sindicatos este tema? Ou será que tenta deitar a mão a 35.000 votos?

Este tema chegou a ser discutido na Assembleia da Republica, através de uma petição, mas nessa altura, o principal partido que apoia este governo não se mostrou disponível a resolver esta disparidade. No programa eleitoral não se vislumbra nada sobre este assunto. As explicações também não são muitas. Não se diz o que se pensa apresentar especificamente aos sindicatos para negociar. Que solução estará o senhor primeiro ministro a construir?

Palavras leva-as o vento… e está mais que provado que, palavra dada não é palavra honrada.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/09/o-costa-voltou-a-falar-de-monodocencia/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • José Silva on 17 de Setembro de 2019 at 13:21
    • Responder

    Como sabe que perdeu os professores agora anda a querer dividir, mas usa uma mentira enorme e com o propósito de baralhar. Actualmente os profs com monodocência têm a mesma redução de actividade lectiva que os restantes, acontece que essa redução é compactada num ano sem actividade lectiva. Um trapalhão com o fito nos voto. Agradou-me ouvir Rio falar em pensão de aposentação mais cedo. É uma vergonha que Costa tenha permitido que GNR, PSP e Militares tenham a pensão aos 55 anos sem penalização e os professores só aos 67. Para mim isso é imperdoável, fui simpatizante do PS, mas desde que percebi que há hostilidade para com a classe docente que vem do tempo de Sócrates jamais.

      • José on 17 de Setembro de 2019 at 20:59
      • Responder

      E mais 5 horas de redução aos 60 anos.

      • jc on 17 de Setembro de 2019 at 22:45
      • Responder

      “Actualmente os profs com monodocência têm a mesma redução de actividade lectiva que os restantes, acontece que essa redução é compactada num ano sem actividade lectiva.” Mas que grande disparate. Para uns uma hora são 50 min de componente letiva, para os monodocentes são 60 min. Os monodocentes têm uma carga letiva de 25h e os pluridocentes têm 22h. Estes têm redução de horário de 2h aos 50 anos, 4h horas ao 55 e 8 h aos 60 anos. Os monodocentes só aos 60 anos têm uma redução 5h. Fazendo as contas, os monodocentes aos 60 anos têm uma componente letiva de 20hx60min=1200 min semanais, os pluridocentes no início da carreira têm 22hx50min=1100min. Ao fim de 40 anos de serviço, os monodocentes têm uma carga letiva superior aos seus pares em 16,5 anos, mesmo descontando os dois anos sem componente letiva.

    • Sílvia on 17 de Setembro de 2019 at 15:52
    • Responder

    Cá para mim, penso que Costa pretende colocar os docentes mais perto de casa, para proporcionar mais estabilidade aos próprios e às escolas. Pressinto que em 2020 haverá concurso interno.

    • Nuno Costa on 17 de Setembro de 2019 at 18:27
    • Responder

    Costa é mentiroso e hábil. Não tem nem quer dar nada aos professores. Tudo manipulação para ver se capta votos. O grande objetivo dele é acabar com o ECD caso tenha maioria absoluta. Para evitar isso há que NÃO VOTAR PS!!! Julgo que até 6 de outubro descerá nas intenções de voto e ganhará, mas longe da maioria absoluta. O meu grande receio é o PAN. Não tenho dúvidas nenhumas que esse anormal desse André Silva lhe dará a mão.

    • manuel on 17 de Setembro de 2019 at 19:03
    • Responder

    Se é professor não pode votar PS. Depois de tudo o que nos fizeram?!!! É inconcebível.

    • Pardalito on 18 de Setembro de 2019 at 22:18
    • Responder

    O asqueroso do Pardal ainda não defecou contra os professores primários como é hábito tratar os professores do 1.º ciclo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: