Histórico da Reserva de Recrutamento 5

Nos últimos anos tem vindo sempre a subir o número de colocações de contratados na Reserva de Recrutamento 5.
Para verem as colocações por grupo de recrutamento, duração do contrato e número de horas clicar em cada um dos links de baixo.
 
Em 2015
 

559 Contratados Colocados na Reserva de Recrutamento 5


Em 2014

469 Contratados na Reserva de Recrutamento 5

Em 2013

407 Contratados Colocados na Reserva de Recrutamento 5


Em 2012

Números da Reserva de Recrutamento 5 (CONTRATAÇÃO)

 

No total foram colocados 446 docentes contratados na reserva de recrutamento 5.

136 docentes em horários anuais e 310 em horários temporários. Dos 136 docentes que conseguiram horário anual apenas 61 conseguiram-no para um horário completo.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2016/10/historico-da-reserva-de-recrutamento-5/

3 comentários

1 ping

  1. Está-se a falar de situações precárias: horários incompletos, temporários, condições de vivência familiar e social precária …. Estamos a falar disso. Deveríamos lutar para esta mudança.
    Será aceitável o candidato ser obrigado a concorrer a 25 concelhos, 1O distrito … isso é justo.
    Será aceitável ficar colocado em Março, Abril, Maio em horários temporários e, se não aceitar a colocação ficar penalizado…
    Não será possível um sistema mais humanos para os professores contratados e, assim, todos ficariam a “ganhar”… o sistema educativo ganhava.

  2. Eu estou no ensino há 15 anos. Ultimamente com horários incompletos e temporários, a viver longe da família, a viver em quartos… Criei expectativas que foram defraudadas… como eu milhares de pessoas. Vamos procurar criar um modelo melhor

  3. Arlindo, sugestão:

    para além da QUANTIDADE das colocações (sempre importante) é possível analisar a QUALIDADE das mesmas: N.º de HORÁRIOS COMPLETOS ANUAIS e os “PART-TIME” (HORÁRIOS INCOMPLETOS ou COMPLETOS mas TEMPORÁRIOS e os HORÁRIOS INCOMPLETOS ANUAIS), ao longo dos últimos anos?

  1. […] já tinha dito ontem, mantém-se a tendência no aumento de contratações em relação aos anos anteriores em […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: