A Dúvida Que Existe. Vai Haver Concurso Interno em 2020?

O último concurso interno realizado foi no ano letivo 2018/2019 para dar resposta aos erros do concurso interno 2017/2018 quando na mobilidade interna apenas se entregou aos docentes dos quadros os horários completos.

O diploma de concursos determina que os concursos internos são quadrienais, podendo no entanto por despacho do governo ser antecipado caso se verifique a necessidade de proceder a um reajustamento na afetação de docentes às necessidades dos agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas.

E para haver concurso interno em 2020 não é necessário mudar qualquer ponto da lei para o fazer, tendo em conta que se prevê a redução dos QZP (programa do governo) e se verifica um desajustamento das necessidades das escolas.

No entanto, para ajustar um novo concurso às necessidades das escolas é mais que certo que o diploma de concursos terá de ser revisto. A ANVPC já começou a recolher contributos, mas até agora nenhuma organização sindical avançou com este pedido de revisão do diploma de concursos.

Poderia antecipar aquilo que pode ser pretensão do governo para uma revisão ao diploma de concurso, mas não havendo qualquer certeza que o fará para 2020 vou deixar para uma outra oportunidade aquilo que prevejo.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/11/a-duvida-que-existe-vai-haver-concurso-interno-em-2020/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Susana on 10 de Novembro de 2019 at 19:42
    • Responder

    “não havendo qualquer certeza que o fará para 2020 vou deixar para uma outra oportunidade aquilo que prevejo.”
    Assim não vale…se não era para falar, mais valia não dizer nada. Agora ficamos na expectativa 😉

    • Fernando Alves on 10 de Novembro de 2019 at 21:45
    • Responder

    Qualquer coisa como acabar com todos os quadros de escola e converter toda a gente a QZP, obrigando milhares (das escolas do interior) a migrar para os grandes centros urbanos onde há actualmente falta de professores?

      • Nabiça on 10 de Novembro de 2019 at 22:03
      • Responder

      Se quer fixar as pessoas nos centros urbanos tem de fazer o oposto. Acabar com os QZP e converter tudo em QA., porque são os QA que fixam os professores. Não se esqueça que um QA na MI só sai da sua escola (se tiver horário) para uma escola com horario completo.

    • Ric on 11 de Novembro de 2019 at 1:18
    • Responder

    Nas legislativas lembro-me do Costa falar em qualquer coisa como “concurso interno” todos os anos..sempre que um professor de quadro quiser mudar de escola terá essa possibilidade.
    E até acho mt bem…um modelo que é praticado nos Açores há alguns anos e com sucesso. Todos os anos o docente pode trocar de escola se assim o entender e houver vaga.

    • SapinhoVerde on 12 de Novembro de 2019 at 8:30
    • Responder

    Fixar Professores no interior, grandes cidades … , concordo e até nem me importo, desde que dessem subsídio de deslocação ou alojamento ou habilitação.
    Em relação aos qzp :
    Ou o docente fica automaticamente vinculado ao da sua residência ou outro vizinho de sua residência
    Ou um qzp QAQE onde e pelo seu registo biográfico tenha estado um determinado tempo, por exemplo 3 anos.
    Concursos internos anuais (facultativos) para qzp QAQE concordo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog