Concorda com o Acordo de Recuperação do Tempo de Serviço dos Professores?

 

 

TS Poll - Loading poll ...

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2024/05/concorda-com-o-acordo-de-recuperacao-do-tempo-de-servico-dos-professores/

26 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Sim

  2. A pergunta é desonesta. Claro que todos concordam. Porém isso implica que se ignore todos os que ficam de fora? Essa questão deve ser feita à FNE.

      • FrankieAT on 22 de Maio de 2024 at 14:36
      • Responder

      Quem fica de fora?

      • sardanisca on 22 de Maio de 2024 at 16:38
      • Responder

      Então diz ao Costa para voltar para o governo, que já te faz apresentar honesta!
      Que partilho és!

    • Mainada on 22 de Maio de 2024 at 11:39
    • Responder

    Concordo (e só se podia dizer sim ou não), embora lhe reconheça umas lacunas. Deveria ter sido salvaguardada a isenção de frequência de formações durante o período de recuperação, embora já me tenha apercebido de que muitos dos meus colegas gostam da ideia de fazer formação (existente? Não existente? Paga a preço de ouro?) a mata-cavalos. A nova fórmula de concursos (apesar de estarmos a meio do CI) deveria ter sido revogada, embora já me tenha apercebido de que muitos dos meus colegas acreditam (porque se trata de acreditar) que dali vai sair alguma coisa de bom. Os colegas dos últimos escalões deveriam ter a possibilidade clara de também serem ressarcidos pelo tempo em que estiveram congelados. E deveria ter ficado preto no branco que o MECI não vai fazer nenhuma maldade, do género aumentar (outra vez) o número de horas letivas. Já agora, uma vez que estou a teorizar, os tempos não-letivos também deveriam ser para acabar. Tudo isto seriam coisas favoráveis aos professores e é preciso ser um pouco masoquista para, no fundo, não concordar. Assim, como está, é um bom acordo, ou talvez médio. Só parece muito bom porque estamos demasiadamente habituados a levar nas trombas.

      • Mortadela on 22 de Maio de 2024 at 12:24
      • Responder

      👍

    • João Almeida Pinto on 22 de Maio de 2024 at 11:53
    • Responder

    O problema da votação por meios eletrónicos c/ falha no controlo.
    Já votei 3 vezes.

    • Mortadela on 22 de Maio de 2024 at 12:13
    • Responder

    Não concordo ,porque tomei de assalto o 10° escalão e sou uma pessoa muito preguiçosa e irresponsável, não trabalhei 6A6M e 23 D…🤮🤮🤮

      • Santos on 22 de Maio de 2024 at 13:02
      • Responder

      Presunto de porco a enviar bitaites.

    • Revoltado on 22 de Maio de 2024 at 12:14
    • Responder

    Há mais carreiras com o tempo de serviço congelado, não é justo serem apenas os docentes…

      • Frankieat on 22 de Maio de 2024 at 14:37
      • Responder

      Luta pela tua carreira. Ou és daqueles/as que fica sentada à espera que os outros lutem por ti?

    • Maria on 22 de Maio de 2024 at 12:19
    • Responder

    O Mário Nogueira está a defender todos os professores, com a tentativa de uma negociação suplementar podemos ter uma solução melhorada e que diminui as injustiças de que muitos professores ainda são vitimas.

      • Mortadela on 22 de Maio de 2024 at 12:23
      • Responder

      Concordo consigo!

    • Dâmaso on 22 de Maio de 2024 at 12:24
    • Responder

    Os que já estão reformados e no 10 escalão o que ganhariam com a reposição?
    Os que estão no 10 à espera da reforma e que não têm idade para a reforma o que ganhariam com isso?

    Não percebo!

      • Mortadela on 22 de Maio de 2024 at 15:21
      • Responder

      Carreira contributiva justa!Não percebe que assim ficam prejudicados?
      E se todos trabalharam 6A6M23D todos devem recuperar 6A6m24D!!Isso é que é um acordo justo, o resto é palhaçada!!

        • Mortadela on 22 de Maio de 2024 at 15:22
        • Responder

        23D, corrijo!

    • Aos 66 anos o 7° escalão é o meu limite on 22 de Maio de 2024 at 12:37
    • Responder

    Gostaria de ter o teu problema
    E os que se irão reformar ,por via das quotas,apenas no 7° escalão.

      • Mortadela on 22 de Maio de 2024 at 15:26
      • Responder

      Outra injustiça, mas essa não justifica as imensas q se estão a cometer!
      Esperem pela alteração àADD, eu já cá não estarei, mas vou ouvir lamentos!
      Ou pensam que há almoços grátis ?!?

    • Maria Novais on 22 de Maio de 2024 at 12:50
    • Responder

    Continuaraõ sempre injustiças.
    Esqueceram-se que muitos dos professores, perderam tempo, desde a data em que progrediam ao 5º ou 7º escalão, até à entrada nas listas .

    • irene on 22 de Maio de 2024 at 12:53
    • Responder

    E os que trabalham desde 1996 , continuam no 4º escalão e já meteram os papeis para a aposentação!
    Estes estiveram congelados duas vezes.
    Os sindicatos protegeram estes professores?
    Só pensaram no presente e em alguns!…
    Continuam as desigualdades, a descriminação, as injustiças!….
    Como irão viver estes professores?
    Fizeram tantas viagens a Lisboa, para quê?
    Foi fácil negociar! Não levantem bandeiras!…
    O correto não foi feito!
    Para ser justo, ou era para todos, ou para ninguém!….

      • Margarida on 22 de Maio de 2024 at 17:53
      • Responder

      Verdade, uns são professores de primeira, outros de segunda.

    • Fred Astaire on 22 de Maio de 2024 at 14:40
    • Responder

    Quem votou não, espero que façam um requerimento ao diretor a exigir que não lhe seja contabilizado qualquer tempo congelado e esperem pelo acordo com a Fenprof.

    Só tanga e conversa fiada. Mostrem coragem

    • Alcino Almeida on 22 de Maio de 2024 at 16:16
    • Responder

    Tanga é o que está a diz. E os professores que não recuperam nada é justo!…

    • Alcino Almeida on 22 de Maio de 2024 at 19:00
    • Responder

    A pouca elevação moral da fne. Uns são filhos outros enteados.
    Com estes senhores não podemos confiar.

    • Maria on 22 de Maio de 2024 at 19:05
    • Responder

    Todos os professores que tiveram tempo congelado vão ser penalizados na hora da reforma
    Todos, independente do escalão em que estão neste momento, devido ao congelamento estiveram a auferir salários mais baixos, logo realizaram descontos mais baixos quer para a CGA quer para a SS. Daí que, quando chegar a hora da reforma, como conta toda a carreira contributiva para calcular o valor da mesma, como se ganhou menos e descontou menos, a reforma será menor!

      • Mainada on 22 de Maio de 2024 at 20:10
      • Responder

      Ora, não poderia dizê-lo melhor.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: