A Minha Aposta Para Esta Semana

Prevejo que durante esta semana as listas definitivas do concurso de transição para os novos QZP sejam publicadas, possivelmente na quarta ou na quinta-feira.

Também prevejo que durante esta semana sejam publicadas as vagas do concurso interno, possivelmente na sexta-feira. E quem sabe também o aviso de abertura do concurso interno.

É apenas uma previsão minha que faz sentido tendo em conta que o Ministro da Educação referiu em tempos que gostava de deixar o concurso interno preparado antes de sair do governo.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2024/03/a-minha-aposta-para-esta-semana/

11 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Mainada on 3 de Março de 2024 at 22:10
    • Responder

    Aceito que sim, não sei se tanto pelas declarações do ministro de má memória, mas certamente porque o processo dos concursos está, a meu ver, inexplicavelmente arrastado. Quanto ao que o CI vai, este ano, representar para os QZP, não digo mais nada – porque é uma incógnita e porque me é provavelmente muito antipático. Mas lá está: é uma incógnita. A ter que ser assim, acho que não deveria ser contaminado pelos QA/EnA… E escusam de me atacar, se fazem o favor, porque a minha posição é legítima.


  1. Quero sair. Mas não apenas da minha escola. Da Escola.
    Isto não é nada.
    A falta de respeito é enorme, incluindo da parte dos próprios colegas.
    A degradação é imensa.

      • Teresa on 4 de Março de 2024 at 4:00
      • Responder

      ER estou na mesma. A falta de respeito dentro da Escola não é apenas dos colegas, mas também das chefias, que são colegas tal como nós, mas com a faca e o queijo na mão para poderem “comer à vontade “.

        • Benny on 4 de Março de 2024 at 12:49
        • Responder

        Não seja assim. Repare no meu caso.
        Sou contratado. Entrei numa escola onde me receberam muito bem e me deram tudo o que quis.
        Mas eu queria mais. Queria correr com algumas pessoas para eu subir. E consegui.
        Denegri dois colegas, ao ponto deles se fartarem e se irem embora.
        Entrei na vaga deles e efetivei ali.
        Agora juntei-me ao grupo dos que andam a viver à conta dos que realmente trabalha, embora finja ser muito trabalhador.
        Só não vive quem não sabe viver.
        Os outros que se lixem. Quero lá saber.

          • Hmm- hmm on 4 de Março de 2024 at 12:51

          Trolling at its worst.

      • Pedro Vitor on 4 de Março de 2024 at 10:57
      • Responder

      Concordo.
      Graças à minha dedicação à escola e ao serviço nojento técnico e burocrático que nem tinha de fazer, estou com uma doença que cada vez mais me incapacita.
      As chefias não ligam nenhuma, apesar da entrega pessoal que fiz à escola durante anos. Ainda me atiram com mais trabalho e deram-me bom na avaliação, dizendo que não havia quótas para mais.
      Estou farto de gente nojenta como esta.
      Por mim, se pudesse, saia hoje mesmo.
      Não consigo eprceber como ainda há alguém que quer vir para esta profissão, que já não é nada. Absolutamente nada.

        • Pedro Vitor on 4 de Março de 2024 at 10:57
        • Responder

        Ressalvo “perceber”

    • Esperemos on 4 de Março de 2024 at 11:10
    • Responder

    Sim, seria bom a saída das listas de colocação dos qzp em transição e as vagas do interno, onde espero ver as tão anunciadas 20 000 vagas. Espero ainda que o Interno não esteja minado de vagas negativas em qa/qe e de vagas dos qzp extras e externos a não recuperar. Se este ministro tiver palavra sairão.

    • v620 on 4 de Março de 2024 at 12:42
    • Responder

    Para a opinião pública era uma última grande jogada de propaganda… Aguardemos…

    • Verdades on 4 de Março de 2024 at 12:46
    • Responder

    Não esquecer também um roubo ainda mais notório, embora a menos colegas.

    No tempo de Maria de Lurdes Rodrigues, quando esta se lembrou de eliminar o índice 151 e passar os professores para o 167, não querendo saber de milhares que estavam em formação. Estes acabaram a formação e, em vez de serem posicionados no novo 1.º índice, foram incorretamente posicionados num indíce que já não existia, o 151.

    O resultado foi escabroso. Ficaram quase 3 ANOS A RECEBER MENOS DO QUE O QUE LHES ERA DEVIDO E NÃO DESCONTARAM PARA A REFORMA SOBRE ESSE ACRÉSCIMO PREJUDICANDO-OS IRREMEDIAVELMENTE NA SUA REFORMA.

    PARA ALÉM DISSO FORAM ROUBADOS EM QUASE 3 ANOS DE TEMPO DE SERVIÇO NO NOVO ÍNDICE POR NÃO TEREM SIDO REPOSICIONADOS INDICIARIAMENTE!!

    Esta é a verdade. Desculpem as letras maiúsculas, mas a verdade é para ser afirmada!!

    Milhares de novos professores há época (2007 e 2008) foram ROUBADOS em tempo de serviço (3 anos) e em salário (3 anos a receber menos do que o que deveriam, pela própria lei).

    Nenhum governo resolveu isto e o governo de Costa, com Alexandra Leitão como secretária de Estado da Educação, resolveu ignorar os avisos que alguns diretores lhes deram quanto a este assunto, permitindo que, em 2008, muitos colegas fossem diretamente posicionados no 2.º escalão, ultrapassando-os!!
    Quando é que este ROUBO (e foi mesmo um roubo) é corrigido?!!

    • Truecolors on 5 de Março de 2024 at 14:14
    • Responder

    Seria ótimo saírem as vagas de Concurso Interno e que cumprissem a palavra com as 20.000 vagas de QA.
    Contudo, para saírem será em tempo record! Em 2018 demoraram quase 2 meses, em 2021 demoraram 1 mês e 11 dias desde o apuramento de vagas. Contudo, há eleições, não é verdade? Vamos lá ver se o senhor ministro cumpre a palavra.
    Tem que dar à perna este ano! Este ano, vou votar de certeza absoluta, não tenho dúvidas desta vez!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: