Os avanços “poucochinhos” nas negociações

 

Os professores contratados, que tenham 1095 dias de serviço ( três anos) e que estejam colocados, mesmo em horário incompleto, e tenham cumprido no mínimo 180 dias de serviço em cada um dos dois anos letivos anteriores, poderão vincular em QZP. 

O  ME garante, segundo números avançados aos sindicatos, que 10.700 docentes vão vincular a 1 de setembro deste ano. 

E ainda não deixaram cair o CLD… está difícil!

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2023/02/os-avancos-poucochinhos-nas-negociacoes/

23 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Rui on 2 de Fevereiro de 2023 at 22:46
    • Responder

    Um professor que reúne estas condições e está colocado em duas escolas de QZP diferentes poderá escolher o QZP onde efetiva.

    • Pedro N on 2 de Fevereiro de 2023 at 22:58
    • Responder

    O Nogueira diz que tem de ver se há ultrapassagens… A questão é como é que os docentes vinculam, se é mediante concurso com lista graduada em que há 10700 vagas a que todos concorrem pela graduação ou se é pela colocação deste ano. Se for deste último método, só um grande burro é que não percebe que há ultrapassagens com os docentes da NT que concorrem para longe e os que quiseram entrar logo no início do ano para ter anos completos e anuais a serem ultrapassados por quem entrou, muito menos graduado, numa RR mais à frente e perto de casa por restringir o concurso.

    Estou a ver no 110 ou 910 ultrapassagens de milhares de lugares… Mas se calhar sou eu que estou a ver mal.

      • LuisF on 3 de Fevereiro de 2023 at 2:41
      • Responder

      Só pode ser pela lista graduada.

        • Pedro N on 3 de Fevereiro de 2023 at 5:11
        • Responder

        Não é isso que está na atual proposta do governo… é vinculação no QZP de colocação! Os que entram pela Norma Travão ou que concorreram a anuais longe de casa e entraram na contratação inicial vão ser ultrapassados vergonhosamente!

    • Isa on 2 de Fevereiro de 2023 at 23:10
    • Responder

    O que é o CLD?

    • Prof em luta! on 2 de Fevereiro de 2023 at 23:10
    • Responder

    E o que já pertencem ao quadro e ainda não conseguiram ir para o Qzp da sua zona de residência???????? Mias uma vez serão abertas milhares de vagas para contratados e os do quadro não poderão concorrer??? É para o ano paós milhares de vinculações quevão obrigar os pertencentes aos 10 qzp´s a concorrerem aos subqzp´s????? É desta forma vergonhosa que se vai acabar com a casa às costas????

    Os 2 grandes objetivos do ME são 2: um passa pela vinvulação de milhares de professores porque a isso está obrigado pela comissão europeia e o outropassa por reduzir a àrea dos QZP (que parece bom) para depois criar através do conselho local de diretores mega mega mega agrupamentos passando os diretores a distribuir os professores. É UMA MÃO CHEIA DE INJUSTIÇAS, DE FALSIDADES E DE MÁS INTENÇÕES.

    • prof on 2 de Fevereiro de 2023 at 23:14
    • Responder

    A primeira grande prioridade é terminar com as quotas e vagas de acesso aos 5º e 7º escalões. De que adianta a recuperação do tempo de serviço se depois ficam presos durante anos nas listas.

    Vão entrar milhares de professores para a carreira que serão reposicionados em melhores condições do que muitos que vincularam antes de 2010. A lista de vagas será enorme.

    1. E os Quadro de Escola vão agora de velhos girar para QZP e andar ao sabor da vontade e perfil estipulado pelo conselho local de diretores. Esses e todos!
      Municipalização com outro nome!
      Local, local, conselho local, rima com …

    • Prof em luta! on 2 de Fevereiro de 2023 at 23:17
    • Responder

    Só falram de vinculações? Onde está o mapa de vagas de quadro de escola??? Quando é que haverá interno? Com que prioridades???

    O ME está a tentar comprar os sindicatos através de um acordo vinculando 11 000 professores. Acordo este que é mau para todos, pois vai gerar ultrapassagens para todos os contratados epessoal do quadro.

    • José Silva on 3 de Fevereiro de 2023 at 0:43
    • Responder

    Vergonha! Utilizem apenas a graduação profissional!

    • ÉFazerAsContas on 3 de Fevereiro de 2023 at 1:10
    • Responder

    Tenho 5172 dias de serviço;
    Este ano tenho horário completo;
    Há dois anos estive a trabalhar em duas escolas para completar horário;
    No ano passado tive horário anual e incompleto, de 10 horas (165 dias).

    Conclusão:
    Não reúno as condições de vinculação porque 15 (180-165) é maior que 4077 (5172-1095).

    • André Nunes on 3 de Fevereiro de 2023 at 2:10
    • Responder

    Quem reúne as condições para vincular este ano pela Norma travão vai ser ultrapassado e em muitos casos por centenas. Não é justo mudar as regras a meio do ano, todos concorreram com determinadas regras que agora estão a ser mudadas a meio. Em cada semana de negociação a injustiça é maior.
    É vergonhoso.

      • Pedro N on 3 de Fevereiro de 2023 at 5:16
      • Responder

      Sem dúvida… Acordem os Nogueiras deste país!

      Vincular mais de 10700 docentes sem ter em conta a lista graduada é uma vergonha! Tem de se apurar as vagas (que sejam essas 10700 e que se criem prioridades para os docentes que reunem as condições após a 1ª prioridade da NT) mas tem de haver um concurso externo pela lista graduada e não uma vinculação “administrativa” em função da colocação atual no respetivo QZP. Os que entraram pela norma travão e/ou na contratação inicial em horários anuais e completos a sul do país vão ser ultrapassados se assim não o for! As regras não podem ser mudadas a meio do ano… Vergonhoso!

    • André Nunes on 3 de Fevereiro de 2023 at 2:11
    • Responder

    Quem reúne as condições para vincular este ano pela Norma travão vai ser ultrapassado e em muitos casos por centenas. Não é justo mudar as regras a meio do ano, todos concorreram com determinadas regras que agora estão a ser mudadas a meio. Em cada semana de negociação a injustiça é maior.

      • Magic K on 3 de Fevereiro de 2023 at 11:45
      • Responder

      Sem dúvida! É doentio este regime. E quem cumpriu a norma travão cumprindo as leis a centenas de km de casa, muitas vezes tendo prejuízo financeiro para cumprir essa vinculação enquanto quem ficou “à mama” é de novo premiado. Viva o regime. Sei que cada um toma decisões mas os que fizeram/fazem este ano a norma travão também tem as suas famílias que deixaram há 3/4 anos. Para isso, que tivessem avisado no concurso passado as regras para este, que assim teríamos também escolhido um mini horário perto de casa.

    • LuisF on 3 de Fevereiro de 2023 at 2:38
    • Responder

    Que alternativa propõe para o cdl? Regresso das direções regionais?

    • Jo on 3 de Fevereiro de 2023 at 6:35
    • Responder

    E continua a ter de estar colocado a 1 de Setembro?

    • Ultrapassado on 3 de Fevereiro de 2023 at 8:14
    • Responder

    E quem tem mais de 20 anos de serviço mas está em temporários? Que vergonha é esta??

    • Magic K on 3 de Fevereiro de 2023 at 12:04
    • Responder

    E quem cumpriu a lei, sacrificou-se e faz a norma travão este ano? Alguém me pode explicar o que se pretende? Vai/vamos todos para o mesmo saco? Isto é doentio. E quem cumpriu a norma travão cumprindo as leis a centenas de km de casa, muitas vezes tendo prejuízo financeiro para cumprir essa vinculação enquanto quem ficou “à mama” é de novo premiado. Viva o regime. Sei que cada um toma decisões mas os que fizeram/fazem este ano a norma travão também tem as suas famílias que deixaram há 3/4 anos. Para isso, que tivessem avisado no concurso passado as regras para este, que assim teríamos também escolhido um mini horário perto de casa.

    • E só disparates. on 3 de Fevereiro de 2023 at 12:25
    • Responder

    Os sindicatos não podem aceitar isto. Só vai geral injustiças tanto entre contratados como entre efetivos. A solução passa pela abertura de um concurso interno e externo com recuperação automática de vagas. Abrem as vagas reais em quadro de escola e de qzp e todos concorrem no interno e no externo por graduação garantindo a vinculação dos tais quase 11 000. É o que é justo. Qualquer outro critério é injusto.

    Não podemos aceitar a porcaria do conselho local de diretores.

    • ÉFazerAsContas on 3 de Fevereiro de 2023 at 13:01
    • Responder

    A estes socialistas corruptos e nepotistas, incapazes de gerir os recursos humanos de que dispõem, não lhes emerge da merda que lhes ferve dentro do crânio nada mais do que patacoadas. É esta gente que define os planos de vida de milhares de famílias, destruíndo-as, sem dó nem piedade, sobretudo as dos casais mais jovens.

      • Jo on 3 de Fevereiro de 2023 at 19:03
      • Responder

      Também há colegas a vincular pela norma travão com 10 anos de serviço ou seja com menos anos que outros colegas…

    • Bekas510 on 3 de Fevereiro de 2023 at 18:34
    • Responder

    Fiz o sacrifício de viver em Matosinhos e vir para Lisboa! Vou vincular pela norma travão aqui onde estou e ser ultrapassada por colegas com muito menos tempo de serviço?????
    De nada vale ter sete mil e tal dias …. Mais uma fantochada por parte de quem tanto preza a graduação (será?) ….

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: