adplus-dvertising

Arquivos

Só Isto Dava Para Mudar Todos os Professores ao 5.º e 7.º escalões

Governo vai gastar mais de 400 mil euros nas juntas médicas a professores

 

PROFESSORES DA ESCOLA DA TRAFARIA 1 FEVEREIRO 2001 © JOSƒ CARLOS CARVALHO

O Governo vai gastar mais de 408 mil euros em 7496 juntas médicas para fiscalizar os professores que pediram mobilidade por doença. A portaria que autoriza a Direção Geral de Estabelecimentos a lançar o concurso de adjudicação foi publicada, esta quinta-feira, em “Diário da República”.

No total vão ser adjudicadas 1874 horas de juntas médicas que corresponderão a 7496 processos, lê-se na portaria. Ou seja, cerca de 25 minutos para cada docente.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/so-isto-dava-para-mudar-todos-os-professores-ao-5-o-e-7-o-escaloes/

O Pré Aviso de Greve para o dia 2 de Novembro

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/o-pre-aviso-de-greve-para-o-dia-2-de-novembro/

Aluna agrediu colega com martelo em escola

Jovem terá destruído telemóvel de colega com martelo, que depois foi usado para o agredir.

Aluna agrediu colega com martelo em escola na Figueira da Foz

A PSP identificou três jovens na Figueira da Foz após um episódio de agressões, com recurso a um martelo, junto à escola que frequentam.

As agressões ocorreram esta quinta-feira à tarde, quando um dos jovens terá destruído um telemóvel com um martelo, que depois foi usado pela proprietária do telefone para agredir o causador dos estragos naquele objeto.

Quando os agentes chegaram ao local já só estava o jovem que tinha sido atacado com o martelo e que foi transportado para o Hospital da Figueira da Foz para receber tratamento médico.

Os três jovens envolvidos estão já identificados, “mantendo-se a PSP atenta a eventuais desenvolvimentos, nomeadamente através do Programa Escola Segura”.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/aluna-agrediu-colega-com-martelo-em-escola/

Mário Nogueira: os motivos que levam os professores à greve no dia 2 de novembro

Mário Nogueira: os motivos que levam os professores à greve no dia 2 de novembro

 

 

O Secretário-Geral da FENPROF fez uma declaração para os órgãos de comunicação social esclarecendo quais os motivos fundamentais para a convocação de Greve Nacional dos Professores e Educadores para o dia 2 de novembro.

Na sua declaração salientou que a proposta de Orçamento do Estado para 2023 não tem uma única solução para os problemas que afetam a profissão docente. Por outro lado, a recusa do ME em negociar um protocolo que permita fasear a consagração de soluções para a aposentação, contagem do tempo de serviço, combate à precariedade, regularização dos horários de trabalho, aprovação de um regime de avaliação do desempenho que não seja competitivo e se inscreva numa lógica cooperativa e formativa, entre vários aspetos, é sinal de uma total ausência de vontade política para alterar a forma de estar do anterior ministro.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/mario-nogueira-os-motivos-que-levam-os-professores-a-greve-no-dia-2-de-novembro/

Greve de Professores e Educadores, 2 de novembro

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/greve-de-professores-e-educadores-2-de-novembro/

Professores em monodocência: trabalham mais horas e têm menos regalias

Movimento criado nas redes sociais vai pedir a fiscalização do Estatuto da Carreira Docente por considerarem que este viola o princípio da igualdade estipulado na Constituição. António Costa já reconheceu que educadores de infância e professores do 1.º ciclo vivem numa situação de “efectiva discriminação”.

A vida dos professores em monodocência: trabalham mais horas e têm menos regalias

 

Variados estudos e inquéritos têm mostrado que muitos professores vivem em estado de cansaço crónico. Como se sentirá então uma educadora de infância de 57 anos que continua a ter de acompanhar crianças dos três aos cinco anos todos os dias, ao ritmo de cinco horas diárias? “Exausta”, confessa Paula Gomes, que se iniciou na profissão em 1985 e que continua hoje a ter as mesmas obrigações lectivas que tinha há quase 40 anos. Ou seja, 25 horas semanais de aulas.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/professores-em-monodocencia-trabalham-mais-horas-e-tem-menos-regalias/

Professores vigiam alunos no recreio devido à falta de assistentes operacionais

 

Isto já acontece há muito tempo… lembraram-se agora…

Professores vigiam alunos no recreio devido à falta de assistentes operacionais

A falta de assistentes operacionais está a obrigar as escolas a colocar os professores a vigiar os alunos nos recreios no 1º ciclo. A denúncia foi feita esta terça-feira pela Federação Nacional dos Professores, que acusou algumas direções das escolas e agrupamentos de retirar aos professores “o direito às pausas que integram a componente letiva e obrigando-os, ilegalmente, a substituir os assistentes operacionais em falta e a vigiar os alunos nos recreios”.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/professores-vigiam-alunos-no-recreio-devido-a-falta-de-assistentes-operacionais/

Educadoras de infância não vão trabalhar com medo de serem agredidas

As educadoras de infância do centro escolar de Vila Verde, na Figueira da Foz não foram esta terça-feira trabalhar e os pais tiveram de ir buscar os filhos e levá-los para casa.  

Educadoras de infância de Vila Verde não vão trabalhar com medo de serem agredidas

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/educadoras-de-infancia-nao-vao-trabalhar-com-medo-de-serem-agredidas/

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: