adplus-dvertising

Arquivos

Composição e Programa da Lista D – Por Uma ADSE Mais Justa, Mais Solidária e Mais Familiar

Desde hoje a página da ADSE anuncia as 7 listas candidatas ao Conselho Geral e de Supervisão da ADSE.

Esta lista apresenta cinco docentes, três efetivos e dois suplentes, sendo que os dois mandatários da lista também são docentes.

 

A Lista D apresenta-se com este programa e com a seguinte composição:

 

1.º candidato efetivo – Arlindo Fernando Pereira Ferreira

2.º candidato efetivo – Nuno Carlos Teixeira Machado

3.º candidato efetivo – Diana de Deus Bessa Leal

4.º candidato efetivo – Rui Gualdino de Jesus Vicente Cardoso

1.º candidato suplente – Diana Alexandra Dias Leite Santos

2.º candidato suplente – Andreia Cristina da Fonseca Soares Ferreira

3.º candidato suplente – Luís Miguel Sottomaior Braga Baptista

4.º candidato suplente – Paula da Conceição Marques Cardoso Martins Dias

 

Mandatário EFETIVO – Manuel Henrique Santana Castilho

Mandatário SUPLENTE – Dulce de Sousa Gonçalves

 

O ato eleitoral dos membros representantes dos beneficiários titulares da ADSE, I.P. no Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, I.P. encontra-se marcado para os próximos dias 28, 29 e 30 de novembro de 2022 para a votação eletrónica e o dia 30 de novembro de 2022 para a votação presencial.

Será enviada aos Beneficiários Titulares inscritos no caderno eleitoral, por email ou por carta:

  • Comunicação com data da realização das eleições, senha secreta (PIN) individual, horários, listas admitidas, locais, modos e meios de votação;
  • Resumo dos programas eleitorais;
  • Impresso para manifestação de preferência para votação por correspondência.

Poderá votar por uma das seguintes formas: voto eletrónico, voto presencial em urna, ou voto por correspondência.

Voto eletrónico:

O voto eletrónico pode ser exercido a partir das 9h do dia 28 de novembro, ininterruptamente até às 17h do dia 30 de novembro através de qualquer equipamento com acesso à internet, acedendo ao link: https://certvote.com/adse2022 e autenticando-se com o seu número de beneficiário da ADSE (sem os zeros à esquerda e sem as letras à direita do número) e com a senha secreta (PIN), individual.

 Voto presencial em urna:

O voto presencial pode ser exercido entre as 9h e as 17h em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira e entre as 8h e as 16h na Região Autónoma dos Açores, do dia 30 de novembro.

Para exercer o seu voto presencial em urna, deverá comprovar a sua identidade mediante a exibição do seu cartão do cidadão ou bilhete de identidade, devendo, se possível, apresentar também o seu cartão de beneficiário da ADSE.

Voto por correspondência:

O Beneficiário eleitor que pretenda votar por correspondência deve enviar o impresso próprio que permite a manifestação de vontade por essa forma de votação, devidamente preenchido e assinado, dirigido à Comissão Eleitoral, para:

Apartado 50006, Loja CTT S. João de Brito,

1702-001 Lisboa

A manifestação de vontade por votação por correspondência deve ser rececionada na ADSE, I.P., até ao dia 15 de novembro de 2022.

Face a essa expressa solicitação, são remetidos para o domicílio o boletim de voto em papel e dois sobrescritos, bem como resumo dos programas eleitorais.

O voto é dobrado em quatro, encerrado no sobrescrito branco, sem qualquer dizer, que por sua vez é encerrado no outro sobrescrito RSF (Resposta Sem Franquia). Este último sobrescrito deve conter:

  • Carta assinada com o nome e número de beneficiário;
  • Assinatura reconhecida nos termos legais, ou autenticada com selo branco da entidade onde presta serviço.

O voto por correspondência deverá ser rececionado pela ADSE, I.P. até ao dia 29 de novembro.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/composicao-e-programa-da-lista-d-por-uma-adse-mais-justa-mais-solidaria-e-mais-familiar/

Um retrato do primeiro mês do ano letivo

 

Um mês depois do início oficial do ano letivo, os problemas de outros anos repetem-se. E se as regras adotadas com a pandemia caíram, continuam as queixas dos refeitórios, que agora são geridos pelas autarquias, e somam-se as reclamações dos pais impedidos de entrar no recinto escolar. Os professores também continuam a faltar, as turmas não estão mais pequenas e há docentes com 500 estudantes para avaliar

Má comida nas cantinas, pais ao portão, alunos sem professores, um professor com 500 alunos: um retrato do primeiro mês do ano letivo

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/um-retrato-do-primeiro-mes-do-ano-letivo/

Correção em relação ao texto publicado no blog e no Publico

 

Quando foi citado que os docentes voltaram á rua sem os sindicatos foi referido que apenas um teria apoiado as vigílias de professores. Em abono da verdade, fica aqui referido que esse sindicato é o S.TO.P, que tem apoiado os colegas organizadores das vigílias e a manifestação que teve lugar no dia 5 de outubro em Lisboa aquando das comemorações da Implantação da República.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/10/correcao-em-relacao-ao-texto-publicado-no-blog-e-no-publico/

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: