adplus-dvertising

Calcular o raio de 50Km para verificar se pode concorrer a MPD

Estamos a falar do centro de Viseu e não da localização exata dos AE/ENA, porque no caso dos da periferia o RAIO estende-se um bocadinho para o lado dependendo da localização…

Fica a ideia… se clicarem em cima da imagem poderão traçar o raio exato a partir da localização de qualquer ponto do país.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2022/05/calcular-o-raio-de-50km-para-verificar-se-pode-concorrer-a-mpd/

37 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Acordem! on 16 de Maio de 2022 at 20:40
    • Responder

    “Participação ao ministério público”, como se os professores fossem criminosos!
    A estratégia “perdi os professores, mas ganhei a opinião pública” ataca de novo, com os protagonistas de década e meia atrás e novas mentiras. Não esquecer: o SE que encabeça as “negociações” era o delfim do excremento lurdes rodrigues lá a Norte.
    Os professores não podem ter a memória curta.

    • Pedro Silva on 16 de Maio de 2022 at 20:42
    • Responder

    Desculpem a ignorância, mas como era antes? O prof. pedia mobilidade concorrendo a um só AE??
    Obrigado

      • Eu não! on 16 de Maio de 2022 at 20:46
      • Responder

      És um privilegiado, nunca precisaste de concorrer a mpd.

      • João on 17 de Maio de 2022 at 15:11
      • Responder

      O meu desejo é que tenhas no futuro uma das doenças para que possas pedir MPD.

    • Anónimo on 16 de Maio de 2022 at 21:33
    • Responder

    Caros colegas, esta decisão era fácil de adivinhar! Lamento por quem realmente precisa, por eles ou por familiares, mas isto é o resultado da nossa péssima classe! Prefiro não me alongar nos comentários, mas conheço alguns malandros em MPD!

      • SapinhoVerde on 16 de Maio de 2022 at 21:40
      • Responder

      Se conhece denuncie, que eu também farei o mesmo!

    • SapinhoVerde on 16 de Maio de 2022 at 21:39
    • Responder

    ou seja, um docente está colocado em QAQE em Viseu, tem tratamentos na Régua, e reside em Lamego.
    Está colocado numa escola em Lamego ou na Régua.
    Ora de Lamego à Régua é perto, e o professor aguenta.
    Agora indica uma escola na Régua, pode ir parar a Fafe, Mêda a mais de uma hora de distância e mais de 100kms. Passa 2 horas por dia a conduzir, 10 horas por semana. Tendo artroses graves e invalidantes, sendo invisual, não tendo transportes públicos … A solução será Atestado Médico durante o ano todo.
    50kms …. + 50kms em linha reta, dará 100 kms em linha reta … podendo passar a conduzir 3 horas por dia, 15 horas por semana … ah pode sempre utilizar transporte público … pois pode … se eles existissem …. mas …oops existem
    saindo de fafe às 17:29 (sexta-feira) – 08:35 (domingo) chega a Peso da Régua.
    Sempre disse e afirmo novamente, há professores que se amontoam numa dada escola e fazem cartel, porque não fazer a MPD para escolas desse concelho??? ou num raio de até 10kms???
    Mas fazendo as contas fico mais bem servido se meter baixa ….

    1. Com isto tudo, e com esta regra dos 50 kms, o que vai acontecer é mesmo pessoal a meter baixa. Se este ano já faltavam professores em muitas escolas, para o ano vai ser pior.
      Se existem casos de fraude (e entre 10.000 casos dificilmente não haverá), seria muito difícil tentar perceber quem é que precisa efetivamente de MPD e quem é que está a utilizar o sistema para ficar perto de casa?

        • Rita Alves on 16 de Maio de 2022 at 23:42
        • Responder

        Pois, lamento dizer, mas a ser verdade o que alega, o ME vai validar o que em tempos imperava: os dias de atestado descontavam tempo de serviço!
        OS FRAUDULENTOS É QUE DEVERIAM PAGAR O PREÇO DOS LESADOS (OS QUE REALMENTE ESTÃO DOENTES).
        VERGONHA DE CLASSE: uns levam tudo à risca, outros passeiam-se à custa da MPD…..

        • Responder a NSC on 17 de Maio de 2022 at 1:41
        • Responder

        Ó NSC, os dias de baixa vão começar a descontar no tempo de serviço e na progressão na carreira, como nos velhos tempos.

    • FINALMENTE ACABOU O REGAFOFE on 16 de Maio de 2022 at 21:46
    • Responder

    Em geral, esta proposta (que se sabe ser já uma decisão definitiva) do ME em acabar com o regabofe da MD está a ser bem aceite, quer pelos sindicatos, quer pela esmagadora, mesmo muito esmagadora maioria professores.
    Porque será?

    • MPD Justo on 16 de Maio de 2022 at 21:53
    • Responder

    Acabou??? A MPD vai ser só para os QZP é isso? O verdadeiro problema : «atestados falsos »pode continuar então… não entendo…só há uma verdadeira solução: verificar a veracidade dos MPD nas juntas médicas…mas ia dar trabalhar aos nossos médicos e iam contestar os médicos que passm os atestados falsos…É melhora prejudicar uma pequena percentagem de MPD: os QE … enfim…

      • RESPOSTA AO MPD justo on 16 de Maio de 2022 at 21:59
      • Responder

      O diploma do Governo é aplicado também aos QZP. Onde é que viste o contrário?
      Ou, então, nem sequer dá para eles (os do QZP) porque nem sequer são mencionados.
      Compreendeste ou queres um desenho?

        • MPD Justo on 16 de Maio de 2022 at 22:35
        • Responder

        O desenho está mais abaixo:
        ler o «advogado_diabo»…triste um colega falar assim com outro colga…ninguém o insultou… mas enfim…

          • Resposta ao MPD Justo on 17 de Maio de 2022 at 0:17

          Vá, responde e deixa-te de merdas!
          Onde é que viste que os QZP podem concorrer à MD sem ser como os do QA?
          Força aí! Responde.

          • Respoder ao MPD JUSTO on 17 de Maio de 2022 at 0:30

          Mais abaixo, respondi-te qual é a escola do QZP, já que isso te incomoda tanto.
          Vai mais abaixo.

        • Advogado .diabo on 16 de Maio de 2022 at 23:40
        • Responder

        Exmo Professor o insulto a calúnia ,a difamação é arma dos fraquinhos. Gostava que vossa excelencia fizesse o tal desenho , estou a precisar.
        Ainda continuo a ler aqui pessoas que dizem que sabem que colegas fazem fraude na MPD .
        AQUI neste blogue foi colocado um numero telemovel 919979096 e um email
        Dremler.gomes.pt@gmail.com para que vossas excelências mostrem as provas e alguem trataria do resto.AFINAL ERA SO CONVERSA atras de teclado nem uma denuncia foi recebida.ZERO.
        ZERO.
        Existem aqui docentes que nao respeitam os colegas e vossa excelencia é um desses.
        Tenha a coragem de denunciar e ja agora de fazer o desenho.
        Seja no minimo educado Senhor professor.

    • Acabou a injustiça on 16 de Maio de 2022 at 21:55
    • Responder

    Havia professores nas escolas que estavam mais doentes do que os da MD e tinham de dar aulas e os da MD ficavam a ver os outros trabalhar, não tinham responsabilidade de ter turmas, não corrigiam testes, não tinham direção de turma, não tinham reuniões de avaliação…
    Foi uma vergonha nacional o que se passou em Portugal nestes últimos anos com a MD. Finalmente, fez-se justiça!

    • Não entendo a nossa classe on 16 de Maio de 2022 at 21:58
    • Responder

    Um raio de 20 Km, em linha reta, já é demais para quem precisa de MPD.
    50 km… Só espero que todos os colegas que estão a favor destas alterações nunca precisem desta MPD.
    Sindicatos, onde estão?

    1. 20 kms em linha reta, muitas regiões do país, já é demasiado longe para uma Via Verde Hospitalar.
      50 kms? Nem tem hipóteses.

    • advogado_diabo on 16 de Maio de 2022 at 22:19
    • Responder

    Duvido que esta proposta seja a final;
    1- pelo que se pode interpretar os docentes QZP não conseguem este calculo em linha reta , visto nao terem escola
    2- aliás a proposta nada define para estes docentes QZP.O QUE ACONTECE AOS QZP ? CALCULAR A PARTIR DE ONDE?
    3- ademais saliento que a lei pode enganar e porque?
    simplesmente porque é omissa ,” vejamos 50 km em linha reta ” , eu posso interpretar 5Okm entre a saida e a chega ao agrupamento e depois a vinda e chegada a casa ou local de tratamento assim sao 100 kms. assim é a interpretaçao.É O QUE ESTÁ NA PROPOSTA , SEM MAIS ESPECIFICAÇÕES.
    4- logo interpreto 25km na ida e 25km na vinda.
    5. se algum ilustre professor de Direito fizer outra interpretçao ou algum inocuo intelectual nao está a ser vedadeiro .
    6- a proposta diz em linha reta ao agrupamento , nao se refere e repito nao se refere se é se é ida ou vinda ou os dois VOCATIO LEGIS.
    7-nesta proposta existem erros nas virgulas que vao causar muita polemica , os colegas de Portugûes melhor que eu vão reparar.
    8- a mobilidade por doença é por doença e nao por graduação profissional , esta proposta é inconstitucional , porque? o objeto para a qual foi elaborada nao tem o conteudo nem objetivo de tal redaçao .
    9-se é MDP nunca poderá ser um concurso , isso violaria os direitos e grantias dos interessados , visto que o concurso , tem por base legal o grau geral e de abstraçao , e a MPD tem por base as doenças consignadas no despacho conjunto de 89 , in casu essas doenças nesta proposta não sao consideradas a base da mobilidade mas sim a graduaçao profissional e a MPD tem que ter por base as doenças elencadas no despacho conjunto , entao esta poposta é ILEGAL , ILICITA E.tipica de abuso de poder , DOLO, BURLA QUALIFICADA visto o ME ter criado um artificio para enganar os professores .
    para já é isto amigos.
    mas teremos mais , e em ultimo caso vamos conversar com les no diap .

      • rutra on 16 de Maio de 2022 at 22:28
      • Responder

      Excelente interpretação, acordem sindicatos para estas atropelias.

      • Resposta a este Advogado do Diabo on 17 de Maio de 2022 at 0:21
      • Responder

      Ó rapaz, os QZP têm uma escola. É a escola onde estão colocados, a última onde obtivrram colocaçãopor concurso.. É a partir daí que se fazem as contas.
      És duro como pedra. Mas queres mesmo o desenho,?

        • advogado_diabo on 17 de Maio de 2022 at 13:16
        • Responder

        VOU TENTAR EXPLICAR ;
        os docentes de qzp nao tem uma escola .
        os DOCENTES DO QZP SÃO EFETIVOS EM 1 QZP.
        COISAS DIFERENTES.
        QUANTO á escola que o exmo colega escreve essa é escola de colocaçao e nao de provimento.
        Mais a proposta de trabalho nao diz o que o exmo colega escreveu .
        O exmo colega deduz factos que nao estão na proposta .
        NUNCA NA PROPOSTA DIZ ISSO a porposta fala em professores QA ou QE .
        apenas diz que os docentes qzp odem concorerr mas nao diz o raio para eles e vossa ecelncia naopode fazer nunca uma interpretaçao extensiva da proposta por que a proposta é restitiva .
        mas faça lá o desenho por favor.
        e se lhe aprouver e tiver a coragem que tem em insultar
        telefone
        919979096 .
        NAO aprecio insultos . e MAIS AVISO O EXMO COLEGA SE VOLTA A INSULTAR TEREMOS UM PROBLEMA SÉRIO .
        ACEITE AS OPINIOES SEJA DEMOCRATA.
        A LIBERDADE EXPRESSAO NAO É UMA QUALIDADE DE VOSSA EXCELENCIA.
        TENHA EDUCAÇAO .
        O RAPAZ O VELHO E O BURRO , A HISTORIA DA MINHA INFANCIA

          • Campeonato on 17 de Maio de 2022 at 19:18

          Ó rapaz, não se zangue!
          Fique lá com o campeonato.
          Eu estou cheio de medo!

    • Coitaditos!!! on 16 de Maio de 2022 at 22:28
    • Responder

    Linha reta pressupõe ir de foguetão, não se devem preocupar com os transportes. Vão oferecer os foguetões ao pessoal, quando os governantes forem às escolas, vão de boleia connosco.
    Nunca usufruí de MPD, mas lamento ler tanta asneira de uma classe desbocada, e saber que há colegas que precisam mesmo. Haver gente com inveja das doenças dos outros? No meu agrupamento têm sido uma mais valia, têm assumido turmas, pois temos imensa gente envelhecida do QA, com mais de 63, 64,65,66, com atestado, doentes a sério, cansados. Gente com mais de 40 anos de serviço, tenho pena dos tolos que só escrevem imbecilidades.
    São mesmo uns cobardes, pois falam mal, mas ninguém é capaz de escrever o nome aqui.
    Olhem para os médicos, como reagiram mal ao facto de entrar na avaliação deles o aborto e as doenças transmissíveis, a ministra acabou logo com a ideia, um dia veio a ideia no outro dia desapareceu.
    Assim está bem, quem merece, merece.
    Não é para mim, mas faço com os outros greve de um mês. Já propus mais do que uma vez.

    1. Um dos melhores textos! Assim a classe elevar-se-ia. Obrigada colega pela solidariedade e veracidade das palavras que tão bem escreveu. Realmente há pessoas que não fazem a mínima ideia do que é viver em dor permanente e ainda assim tentar trabalhar dar o máximo e por vezes mais do que o máximo . Espero mesmo que quem aqui diz certas coisas nunca venha a precisar um dia de uma mobilidade . Pela minha parte, trocava uma escola bem longe pela doença, mas infelizmente no meu caso e provavelmente na maioria a doença veio para ficar!

  1. António Leite, Ex. Diretor Regional Adjunto da Direção Regional de Educação do Norte (DREN), de maio de 2005 a novembro de 2009, Ministra da Educação, M.ª de Lurdes Rodrigues… Estão a ver a coisa. Hoje como Secretário de Estado propõe esta aberração. MPD, 50 km em linha reta???
    Vejamos um docente de Vila Real: Norte – Chaves (fronteira até Verim); Sul – cidade de Viseu; Oeste – para lá de Macedo de Cavaleiros e Este – Matosinhos/Vila do Conde. É o que dá as maiorias absolutas!!! E a MPD tal como a conhecemos… ACABOU! Com a minha incapacidade de 82%, atestado-médico até à reforma.

      • Acabou o rega no bofe on 17 de Maio de 2022 at 0:26
      • Responder

      Pois, pois… António Leite, el hombre que vai ficar na história de Portugal por ter acabado com o regabofe da MD. Finalmente, JUSTIÇA!
      Uns a trabalhar e outros a ver! Finito!

        • Filipe Sousa on 17 de Maio de 2022 at 9:46
        • Responder

        Sim, como já está na história por ter feito parte da equipa (com a mandante do crime, MLR) que destruiu a educação em Portugal.

    • SapinhoVerde on 16 de Maio de 2022 at 23:57
    • Responder

    Por acaso conheço Ilustres Colegas com deficiência visual, outro com artroses que os impedem de conduzir …
    Um mora (ficticiamente, mas analogia real) em Tondela e foi colocado (com estes novos disparates) em Oliveira de Azemeis. No google maps diz-me que em transporte público são 3 horas, sai às 5 e meia de casa para estar na escola às 8 e 30, saindo as 17:30 chega a casa às 20:30. Como faz fisioterapia??? Como organiza a sua vida????
    Sindicatos: estão à espera de quê para telefonar ao Sr Putin???? (no sentido figurado evidentemente)

    • Lena520 on 17 de Maio de 2022 at 9:42
    • Responder

    Escola de colocação (QZP) e de provimento(QA/QE) são coisas diferentes. Esta proposta refere as escolas de provimento como referência e não de colocação. OS QZP não têm escola de provimento!!

      • advogado_diabo on 17 de Maio de 2022 at 13:24
      • Responder

      CARRISIMA COLEGA
      fez um excelente desenho ao “Resposta a este Advogado do Diabo”.
      excelente DESENHO
      MONET.

    • Manuel on 17 de Maio de 2022 at 11:24
    • Responder

    Os candidatos à MPD são sempre obrigados a concorrer à mobilidade interna. Os resultados da MI deveriam sair antes da MPD. Evitaria muitas colocações por MPD, creio eu.

      • advogado_diabo on 17 de Maio de 2022 at 13:20
      • Responder

      CARO MANUEL
      SÓ SAO OBRIGADOS a concorrer á mobilidade interna os docentes de QZP se simultaneamente concorreram a MPD.
      se for diferido a MPD saem da lista da mobilidade interna .
      os docentes qa e qe nao sao obrigados a concorrer a mobilidade interna mesmo tendo concorrido á MDP
      ABRAÇO

  2. Olivença está dentro do raio de Elvas?

    • Alcides on 17 de Maio de 2022 at 16:45
    • Responder

    Só assim de repente, conheço duas (professoras) que estão num agrupamento por MPD pela mãe (uma) e pela sogra (outra), em que os referidos (as) doentinhos estão mais sãos que eu. Tenho 65 anos de idade e tenho que percorrer diariamente 130 km para ir lecionar enquanto que essa tropa fandanga ando no bem bom a tirar o lugar a outros bem mais graduados. Tenham mas é vergonha na cara.

    Devido a esta bagunça vão pagar todos a fatura.
    Direi mais, a culpa é das direções que sabendo destas tramoias deveriam solicitar uma averiguação por parte do ministério às fraudes, mas nada é feito.

    Tenho dito, e ja agora insultos não (é a minha opinião e tenho motivos para barafustar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: