3 de Outubro de 2021 archive

Desabafo de um professor alvo de um processo disciplinar por ser voluntarioso e solidário

 

No momento em que escrevo com muita amargura estas palavras, ainda desconheço como vai terminar o processo disciplinar de que fui alvo, juntamente com mais 3 amigos, pela Inspecção Geral de Educação, por ter havido uma queixa supostamente anónima. Quem me conhece sabe que sempre estive ligado ao associativismo. Estive na génese da associação Amarante Sem Drogas e da Liga dos Amigos so Hospital de São Gonçalo. Sempre ativo em prol dos outros para que a sociedade seja mais justa. Mais recentemente, por volta de 2013/2014 a pedido da presidente de então, entrei para a Associação Portuguesa de deficientes, Delegação de Amarante e em 2018 estive também na criação da Associação Sem Fronteiras. Estas duas últimas ligadas à deficiência, que é a minha especialidade enquanto profissional de educação. Até 15 de julho, altura em que fui forçado a pedir demissão por ser obrigatório pedir acumulação de funções para pertencer a associações, mesmo de forma gratuita, era presidente da Apd Amarante e presidente da Assembleia Geral da Sem Fronteiras. Quem conseguiu ler até aqui estará a perguntar: este gajo já escreveu tanto e ainda nada disse de concreto. Verdade…. Quero mostrar a minha revolta contra a forma mesquinha como certas pessoas, com o objetivo de denegrir a nossa imagem fazem ataques mesquinhos, covardes e sem sentido. Já fui ouvido pela Inspeção Geral de Educação, pela Inspeção da Segurança Social e pela Frota Montepio. Quem fez estas queixas são as mesmas pessoas que nas redes sociais atacam estas duas associações e os seus responsáveis. Quem fica a perder são as pessoas com deficiência. Gostava é que os queixosos viessem a público dizer o que ganharam com tudo isto? Para terminar deixo um desafio público. É urgente mudar a lei das acumulações no que diz respeito a pertencer a associações sem qualquer remuneração, senão qualquer dia não há ninguém para fazer parte do associativismo por carolice. Basta que lhes apareça um, dois ou três cães raivosos a morderem os calcanhares. Agradecido a quem leu o desabafo até ao fim. A partir de agora, é família, escola e amigos. Um abraço a todos e façam o favor de serem felizes

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/10/desabafo-de-um-professor-alvo-de-um-processo-disciplinar-por-ser-voluntarioso-e-solidario/

Deve o Professor Usar Máscara Dentro da Sala de Aula?

Com o aligeiramento do uso da máscara em espaço exterior e mesmo em alguns espaços interiores, e tendo em conta que a quase totalidade dos docentes foram inoculados não seria de alargar a exceção do uso de máscara em contexto de sala de aula por parte do docente? Porque no fundo a máscara do professor é um obstáculo na aprendizagem dos alunos.

Assim, peço a vossa opinião para esta questão e que respondam a esta sondagem.

O professor deve ser obrigado a usar máscara numa sala de aula?

View Results

Loading ... Loading ...

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/10/deve-o-professor-usar-mascara-dentro-da-sala-de-aula/

Concerto de UDJAT Ensemble

 

FB: https://www.facebook.com/udjat.ensemble

Site: http://udjat-music.com/

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/10/concerto-de-udjat-ensemble/

Voltaremos Muito em Breve às Práticas dos Anos 80

Notícia do Público com dados do Blog.

Escolas estão a receber docentes sem habilitação profissional. “Tirar um curso de Engenharia não qualifica ninguém para ser professor”

 

Dos 3887 horários disponibilizados em oferta de escola, apenas 570 foram ocupados por professores presentes nas diferentes listas de ordenação, o que leva Arlindo Ferreira a concluir que 85% foram preenchidos por professores sem “habilitação” para o cargo. Mas há quem peça cautela com esta interpretação. Ainda assim, directores dizem temer recuo das escolas a práticas do século passado, por causa da escassez de professores.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/10/voltaremos-muito-em-breve-as-praticas-dos-anos-80/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: