Professores a fornecer patins a alunos?

 

Concurso de escola em Alenquer exige a professor patins para dar aulas

O Agrupamento de Escolas Damião de Goes, em Alenquer, abriu concurso para contratar um professor no qual é exigido que forneça patins. “Deve ser portador de patins para os alunos”, referem os critérios do concurso, na plataforma do Ministério da Educação.

Fornecer os patins é condição para os candidatos entrarem nas primeira e segunda prioridades do concurso. “É inqualificável”, reage Vítor Godinho, da Fenprof: “Configura uma situação de concurso feito à medida, numa zona com tradição no hóquei em patins.” A direção do agrupamento não respondeu às questões do CM

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/professores-a-fornecer-patins-a-alunos/

20 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Gates on 25 de Setembro de 2021 at 12:38
    • Responder

    Acho muito bem.
    Os profs devem fornecer patins, bolas, PCs , chaves de fendas, esferográficas, etc , aos alunos….

    O PRR não dá para tudo.

    • João on 25 de Setembro de 2021 at 13:24
    • Responder

    Imagino a quantidade de barbaridades que a direção desta escola deve mandar fazer no dia a dia e… que acha normais!

    • CJ on 25 de Setembro de 2021 at 13:56
    • Responder

    Na minha região a tradição é o montado.
    O que exigirão aí os diretores…?
    Nota: o professor que divulgou vídeos obscenos está suspenso e o diretor que publicou este concurso obsceno?

  1. Um belo par de patins para esse diretor é o que era necessário mas como hoje tudo é permitido esse diretor tem direito a uma coroa de louro e a uma ambulância caso as crianças partam algum ossinho.

    • Zé da Tasca on 25 de Setembro de 2021 at 18:27
    • Responder

    Isto tresanda a Concurso Luva… Será que o senhor diretor vai levar um processo?
    Terá D. Tiago Maroto Minhoto alguma coisa a dizer deste exemplo da escola democrática que tanto apregoa?
    Governados por idiotas que fazem dos eleitores idiotas…

    • Gluglu on 25 de Setembro de 2021 at 19:21
    • Responder

    Inqualificável é a (não) resposta da DGAE quando questionada sobre este assunto, remete esclarecimentos para o órgão de gestão… por isso quando leio apelos a mais autonomia até fico em erupção 😫

    • Maonda on 25 de Setembro de 2021 at 19:43
    • Responder

    A malta da direção do Agrupamento de Escolas Damião de Goes anda a fumar umas cenas que devem estar fora do prazo!…
    Só pode!!!

    • Maria on 25 de Setembro de 2021 at 21:16
    • Responder

    Abuso de poder!!!
    Nada acontece a esta gentinha???? É pena!

    • Ronaldo Mateus on 25 de Setembro de 2021 at 21:21
    • Responder

    Estes diretores e diretoras fazem o que querem, como aquela de uma escola de Guimarães, dita de referência, que decidiu não obedecer a um ofício da diretora-geral da DGAE. Vamos ver se o docente tem coragem e a denúncia a situação superiormente . Chega desses vermes de m…..

      • Diretor@ on 26 de Setembro de 2021 at 4:50
      • Responder

      …se denuncias és perseguido até ao fim dos teus tempos…

      • Gluglu on 26 de Setembro de 2021 at 14:05
      • Responder

      Em que consistiu a desobediência? Fiquei com curiosidade…

      • Mmargarida on 26 de Setembro de 2021 at 21:16
      • Responder

      O que se passou afinal nessa escola?

    • Luís on 25 de Setembro de 2021 at 22:04
    • Responder

    …com o alto patrocínio do Sr. Vereador da Educação e da Câmara de Alenquer…

    • Estranho on 25 de Setembro de 2021 at 22:46
    • Responder

    Que Deus nos proteja!
    Vivemos tempos pré-apocaliptícos!

    • Atenta on 26 de Setembro de 2021 at 0:00
    • Responder

    Colega, coloque nome dos bois, está a referir-se à João de Meira?!

    • Olimpica on 26 de Setembro de 2021 at 9:44
    • Responder

    Os patins eram bons para põe muitos diretores ditadores e corruptos a andar das direções para fora.

    • Ronaldo Mateus on 26 de Setembro de 2021 at 12:01
    • Responder

    Denunciar é ato de cidadania ativa.

    • António Vasconcelos on 26 de Setembro de 2021 at 12:44
    • Responder

    O que custa ver é que ninguém coloca esta gente na linha. Parece que vale mesmo tudo. Não há ética, não há vergonha, não há ministério da educação. O que importa é obedecer ao chefe.

    • on 26 de Setembro de 2021 at 15:05
    • Responder

    Tudo isto resulta da gestão ditatorial (palavra certa) das escolas. Muitas outras e mais graves situações ocorrem diariamente, só não chegam aos órgãos de comunicação por medo das represálias. As perseguições são uma constante. O ambiente no interior das escolas é Norte-coreano.
    O que terá levado os sindicatos a, paulatinamente, deixar cair a reivindicação mais importante, a DEMOCRACIA?
    A reposta é simples: VENDERAM-SE.
    Continuem a pagar as quotas!

    • Prof on 26 de Setembro de 2021 at 17:53
    • Responder

    Estes concursos são feitos à medida e para pagar favores a alguém. Essa pessoa deve ter um filho que é professor de educação física, que deve ter uma média muito baixa e só obtem colocação com estes critérios absurdos feitos à medida.

    Enquanto as direções nao voltarem a ser eleitas pelo pessoal docente e nao docente, infelizmente iremos ver estes episódios bem tristes.

Responder a Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: