Directores de escolas alertam para agravamento de falta de docentes a partir de Janeiro

Directores de escolas alertam para agravamento de falta de docentes a partir de Janeiro

A falta de professores nas escolas irá agravar-se no início do próximo ano com a reforma de docentes que, neste momento, têm turmas atribuídas, alertou o presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE). Segundo uma estimativa da Federação Nacional de Professores (Fenprof), há actualmente cerca de 100 mil alunos sem todos os professores atribuídos, mas os directores escolares dizem que a situação “vai piorar já em Janeiro”. 
“Os professores que se vão reformar no próximo ano têm neste momento turmas atribuídas mas, quando chegar o momento de se irem embora, os alunos ficarão sem professor e as escolas terão de encontrar substitutos”, explicou à Lusa Manuel Pereira. 

Este ano, já se reformaram quase 1.600 docentes e os sindicatos estimam que irão ser mais de dois mil até ao final de Dezembro. No próximo ano a situação será semelhante, já que os professores no activo são uma classe cada vez mais envelhecida.

A maioria tem mais de 50 anos e é nas escolas públicas no norte e centro do país que a média de idades é mais alta, segundo dados da Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), que mostram que a percentagem de docentes com pelo menos 50 anos duplicou na última década.

É no pré-escolar público que se encontram os educadores mais velhos, com uma idade média de 54 anos.

continua aqui

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/09/directores-de-escolas-alertam-para-agravamento-de-falta-de-docentes-a-partir-de-janeiro/

14 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • BB on 24 de Setembro de 2021 at 8:50
    • Responder

    Então os diretores das escolas que deem as aulas.

    Onde está a regra de trabalho igual salário igual ?
    Os professores dos quadros ganham 3 mil e eu 500 para o mesmo grupo de lecionação e para o mesmo número de horas e muitos nem uma ata sabem fazer quanto mais ensinar alguém.

    Para começar os diretores das escolas deveriam ser gestores profissionais e não professores primários, de educação física ou de história.

    Segundo: o salário dos professores contratados, que por acaso até são os melhores professores das escolas, deveriam ser pelo menos proporcionais com os dos efetivos das escolas e nunca deveriam ser DIRETORES DE TURMA pela simples razão de que os efetivos têm melhor conhecimento do histórico dos alunos.

    Os professores dos quadros das escola têm reduções de horário , escolhem as melhores turmas e os melhores horários e se puderem escapam às direções de turma que dão imenso trabalho.

    Muitos diretores de escola consideram-se os donos daquilo tudo e tratam os professores contratados como sopeiras mas comigo vão de carrinho. Trato-os da mesma maneira que me tratam a mim.

      • Pensador on 24 de Setembro de 2021 at 11:38
      • Responder

      ———
      ————————

      Toda a razão no que diz…….mas isto é o resultado da ABRILADA…………isto é o resultado da dita “CARREIRA UNICA”………….

      São as Bábás (ex-Amas e agora educadoras das infancias)….também não falo dos ex-Regentes Escolares (Professores Primários e agora Sitôres do 1º Ciclo)….também não falo dos professores de Ginástica (agora professores das educações do fisico) que fazem uns Cursecos de 3 Aninhos á Bolonhesa (nos Piagetes e outras Tascas Privadas e ESEs….) ….. coisa muito trabalhos….meus amigos disto HÁ aos PONTAPÉS….. até se atropelam e esgadanham para arranjar um lugarzinho no Estado……

      Pudera….claro que se esgadanham todas para aceder á dita CARREIRA UNICA onde os salários vão:

      1.º Escalão – Indice 167 – 1.523,19 € (Iliquido) + Subs. Alim. = 104,94 € + Cartão da ADSE……
      10.º Escalão – Indice 370 – 3.374,72 € (Iliquido) + Subs. Alim. = 104,94 € + Cartão da ADSE……

      Claro….uma gaja vai a uma Tasca Privada e faz um Curseco á Bolonhesa de 3 Aninhos e fica a MAMAR á Grande nas Têtas do Estado (digo, dos CONTRIBUINTES)…………..Porreiro Pá!………

      A suposta falta de professores decorre das MAIS de 12.000 BAIXAS MÉDICAS PERMANENTES ANUALMENTE. Um Flagelo para os CONTRIBUINTES…..Uma VERGONHA!………

      A dita Carreira Unica é uma amalgama de gentalha com proveniencias diversas. Portugal é dos pouquissimos países da europa com este esterco. VERGONHA!……Viva a ABRILADA!…….

      ————–
      ——————————————

      • Lucas on 24 de Setembro de 2021 at 13:39
      • Responder

      BB quando fores do quadro espero que falem o mesmo de ti.
      E tb te tratem abaixo de cão.

    • Oximoro on 24 de Setembro de 2021 at 9:33
    • Responder

    Um ressabiado.. deve ser irmao do MST.

    • Maria Dias on 24 de Setembro de 2021 at 11:58
    • Responder

    Diz o ditado que “presunção e água benta cada um toma a que quer”. Estou há muitos anos a lecionar e já vi de tudo… docentes recém formados com uma postura assertiva, com vontade de aprender … e recém formados que se consideram sumidades, que sabem tudo e que não têm que aprender nada, nem com ninguém! Duvido muito dos últimos! E já agora acrescento, será que estávamos à espera deste iluminado para nos ensinar a fazer as atas ? Quem as fez, e bem, durante todo este tempo?
    Gente com esta postura estará na profissão/vocação certa?

    • Serafim on 24 de Setembro de 2021 at 12:00
    • Responder

    não concordo com a “carreira unica”. Portugal é um dos poucos países da OCDE que apresenta uma carreira onde colocam todo o tipo de docentes, educadoras, professores primários e professores do ensino secundário. Só falta mesmo lá colocarem os professores universitários.

    É evidente que não existe uma identidade nesta “amalgama” de gente que possui proveniências diversas, formações dispares – uns formados por Universidades e outros por ESEs; uns com Licenciaturas de 5 anos e outros com “cursecos” de três anos; para não falar dos proveniêntes de institutos de Vão de Escada (Piaget, ISMAIs e quejandos).
    Por outro lado, o conteúdo funcional de cada um destes sub-grupos é distinto. Uma bábá que muda fraldas nada tem a ver com um docente do Ensino Secundário ou do Ensino Superior.

    Isto da “carreira unica” tem os dias contados. É uma aberração dos Lobys de um sindicalismo surgido com a Abrilada e que não encontra paralelo em toda a Europa desenvolvida.

    Como é lógico, a suposta falta de professores apenas se faz sentir relativamente a Professores do Ensino Secundário que são Licenciados por Universidades e cujas áreas de formação lhes proporcionam outras opções profissionais além do Ensino de que são exemplo a Informática, a Economia, a Geografia, a Geologia….

    Aos da Base da Pirâmide (bábás e professores primários) resta-lhes o Ensino ou em alternativa Limparem Escadas pois as suas áreas de formação não lhes dão alternativas. Este grupo é numeroso porque a sua formação faz-se ás 3 pancadas e é facil de obter e, por consequencia, existe excesso com milhares a andarem a Tapar Buracos e no Subsidio de Desemprego.

    • professor karamba on 24 de Setembro de 2021 at 12:20
    • Responder

    ——————-
    —————————————–

    E assim vai a dita LATRINA PUBLICA (digo, Escola Publica):

    Noticias fresquinhas de Hoje, 24 de Setembro de 2021:

    Professor da Póvoa de Varzim suspenso por vídeos obscenos

    Docente de secundária filma-se a lavar-se no bidé e a dizer frases sexuais ao espelho. Ministério confirma processo disciplinar.

    Está suspenso preventivamente o professor de Economia e Direito que publicou na internet vídeos dele próprio a lavar-se num bidé e a proferir, ao espelho, frases de cariz sexual.

    O caso motivou a indignação dos pais e encarregados de educação que exigem a substituição do docente na Escola Secundária de Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim.

    https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/professor-da-povoa-de-varzim-suspenso-por-videos-obscenos?ref=HP_PrimeirosDestaques

    https://tvi24.iol.pt/videos/sociedade/professor-da-povoa-de-varzim-sugere-a-alunos-que-vejam-videos-em-que-aparece-nu/614c6db00cf246344ebcdbbf

    Concurso de escola em Alenquer exige a professor patins para dar aulas

    Fornecer os patins aos alunos é condição para os candidatos entrarem nas primeira e segunda prioridades do concurso.

    https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/concurso-de-escola-em-alenquer-exige-a-professor-patins-para-dar-aulas?ref=HP_OutrasNoticias3

    ———
    —————————-

      • Silvia on 24 de Setembro de 2021 at 21:56
      • Responder

      alguem me sabe dizer se o professor de Economia e Direito colocou o Instrumento de fora e de forma visivel?

      • Atento on 25 de Setembro de 2021 at 14:20
      • Responder

      O professor foi suspenso.
      O comissário político (diretor) do ME que promoveu o concurso, NÃO é professor e ainda vai ter um louvor do ministro…
      Obscenidade por obscenidade, a do concurso não é menos grave. Todos sabemos, no entanto, que o odor fétido das direções e da democracia nas escolas é fragrância para o ME.

    • António on 24 de Setembro de 2021 at 12:22
    • Responder

    Tanto idiota que aparece aqui a dizer as maiores barbaridades. Se são professores, tenho imensa pena dos seus alunos. Que vergonha que são para a profissão.

      • António Aires on 24 de Setembro de 2021 at 13:14
      • Responder

      ontem na minha escola estava uma colega, baixinha e gorda, dos seus 60 anos, com a mascara colocada no pescoço e a mandar perdigotos para todo o lado…baba-se, arrota, peida-se á frente de toda a gente
      Ela está completamente xéxé, foi mandada trabalhar pela junta médica, agora vai ter que trabalhar 30 dias e depois vai de novo para baixa….ou seja, “de baixa em baixa até à reforma final”
      com esta falta de professores aproveita-se tudo, até as sessentonas todas queimadas do cerebro. algumas ainda rompem meias-solas.
      Ontem na Póvoa do Varzim um professor Nú e a lavar os tomates no bidé e com o cú á mostra. Talvez fosse melhor mandar estas professoras para casa.

    • Claudia on 24 de Setembro de 2021 at 12:55
    • Responder

    Subscrevo as palavras do António.

      • Aura on 24 de Setembro de 2021 at 21:40
      • Responder

      subscreves o Antonio? Eu concordo e também subscrevo tudo o que seja para subscrever. Só não subscrevo aquelas subscrições que obrigam á fidelização.

      eu subscrevo também o Tiago Brandão Rodrigues.

    • Silvia on 24 de Setembro de 2021 at 21:57
    • Responder

    alguem me sabe dizer se o professor de Economia e Direito colocou o Instrumento de fora e de forma visivel?

Responder a António Aires Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: