Alexandra Leitão vai mexer na tabela remuneratória da Função Pública

Quando mexer na tabela remuneratória dos docentes, o que virá por aí? Coisa boa não é de certeza.

Alexandra Leitão vai apresentar uma proposta aos sindicatos que mexe na tabela remuneratória única, “no sentido de a descomprimir criando mais posições remuneratórias para que se alongue”.

A ministra da Modernização e da Administração Pública está a planear propor aos sindicatos um alongamento da tabela remuneratória da função pública e criar progressões anuais, adiantou em entrevista ao Dinheiro Vivo (acesso livre). A proposta faria com que as progressões deixassem de ser de dois em dois anos.

“Temos uma proposta para apresentar aos sindicatos até fim de março, que mexe na famosa tabela remuneratória única, no sentido de a descomprimir criando mais posições remuneratórias para que se alongue“, explicou Alexandra Leitão. Esta medida teria de ser articulada “com a alteração, que está no programa do governo, do Sistema de Avaliação e Desempenho (SIADAP), anualizando-o e para isso simplificando muito”, apontou, “permitindo que as pessoas progridam mais rapidamente”.

Desta forma, “em vez de progredirem de dois em dois anos, será anualmente”. Estas medidas têm de ser conjugadas “com cuidado, porque tem efeitos orçamentais muito relevantes”, mas poderão estar a ser trabalhadas com os sindicatos “até ao fim de março”, sinalizou a ministra. A ideia é que “entre em vigor no novo biénio, portanto em janeiro de 2023”.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/03/alexandra-leitao-vai-mexer-na-tabela-remuneratoria-da-funcao-publica/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Belisa on 1 de Março de 2021 at 10:17
    • Responder

    Eu não percebi a notícia ou li mal…
    A progressão na carreira docente é feita de 4 em 4 anos ,exceto na passagem do 5º para o 6º escalão.
    Será que essa senhora iluminada não está informada desta situação?
    Esteve ligada ao anterior governo, no M.E,…
    Ela não vive neste mundo inseguro da Docência…Deve andar no mesmo satélite do sr Tiago Brandão, isto é, cabeça na Lua e só não se esquece dela porque está agarrada ao pescoço…

    • Maria Isabel Marques Vicente Inácio on 1 de Março de 2021 at 11:21
    • Responder

    Avaliação via SIADAP – de dois em dois anos.

    • Jelinha on 1 de Março de 2021 at 11:55
    • Responder

    Eu adoro leitão.

    • Luis on 1 de Março de 2021 at 16:02
    • Responder

    Óinc óinc…

    • João on 1 de Março de 2021 at 17:36
    • Responder

    Tem mais ar de mãe de leitão.

    • Luís Rita on 1 de Março de 2021 at 23:10
    • Responder

    Pelo que já nos roubaram, deviam era ir presos.
    Depois de tanta trampa terem feito, ainda têm a desfaçatez de querer propor o quê?
    Alguém acredita que vão cumprir com o continuado roubo a direitos que já existiam à tantos anos?!!!
    Promessas inúteis

      • Realidades on 1 de Março de 2021 at 23:22
      • Responder

      Percebeu mal porque a noticia não se refere aos professores. Está na altura de conhecer outras realidades!

      • Augusto Ribeiro on 2 de Março de 2021 at 1:02
      • Responder

      …há tantos anos…

Responder a Augusto Ribeiro Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: