Como é Possível Confinar com as Escolas Abertas?

Ficam os pais em casa e os filhos na escola?

Costa admite novo confinamento (com escolas abertas). 

 

… a expectativa é que a próxima semana traga ou um novo confinamento para todo o território continental (à semelhança do que aconteceu em Março de 2020, quando a pandemia chegou ao país), ou a extensão das restrições actualmente em vigor ao fim-de-semana para o resto dos dias.

Em resposta aos jornalistas, António Costa admitiu: “As medidas que temos adoptado não são suficientes [para combater a pandemia].” Por isso o agravamento das restrições está a ser preparado e tudo indica que deverá arrancar na terça-feira, data em que os representantes e responsáveis políticos ouvirão os especialistas de saúde na reunião do Infarmed. A grande diferença em relação ao confinamento de Março será relativamente às escolas, que se deverão manter abertas e com aulas presenciais, afirmou o primeiro-ministro.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/01/como-e-possivel-confinar-com-as-escolas-abertas/

20 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Antonio on 7 de Janeiro de 2021 at 21:02
    • Responder

    Outras razões poderão ser invocadas para encerrar as escolas, mas não a questão dos pais ficarem em casa e os filhos na escola. O inverso pode ser problemático, quando os pais não têm com quem deixar os filhos, agora não vejo qual é o drama dos pais estarem em teletrabalho e os filhos na escola. Os pais precisam que os filhos cuidem deles?!

      • Ttttt on 8 de Janeiro de 2021 at 13:07
      • Responder

      Eu acho que não faz qualquer sentido os pais ficarem em casa e os filhos andarem a ir e a vir pois é isso que fará o vírus circular. É só por isso que não faz muito sentido um confinamento com essas características.

      • Rui Filipe on 8 de Janeiro de 2021 at 19:44
      • Responder

      Nessa ocasião, aos meninos vão-lhes ser oferecidas asas mad in Chine , de casa para a escola e vice-versa 😀

    • Tribunal, já! on 7 de Janeiro de 2021 at 21:47
    • Responder

    …e dois BANDIDOS, líderes de duas associações criminosas, a aplaudirem
    a decisão de enviar os professores para as câmaras de gás, em que estão transformadas as salas de aula. A sede de manutenção dos tachos transformou-os nos kapos do sec. XXI.
    Pérfidas criaturas fechadas em bunkers assépticos e sem qualquer contacto com o mundo real. Vão trabalhar malandros.
    Deverão, todos, ser responsabilizados criminalmente pelo que acontecerá a muitos professores…

    • Rosinha on 7 de Janeiro de 2021 at 21:50
    • Responder

    A partir do 7º ano os miúdos podem estar em casa com aulas à distância. Os pais podem ir trabalhar António; o país não pode parar!!!
    A razão de alguns pais estrem em teletrabalho não é o risco de contágio???????Então porque quer que os seus filhos vão para a escola? Não está habituado a aturá-los é???

      • Antonio on 8 de Janeiro de 2021 at 8:45
      • Responder

      Não disse em nenhum momento que acho pertinente que as escolas se mantenham abertas. A única afirmação que fiz é que acho que há melhores argumentos para se encerrar as escolas do que este dos pais ficarem sozinhos em casa. Só isso. Não “aturo” os meus filhos. Podiam estar numa creche, mas, como estamos em teletrabalho, optámos por estar com eles ao longo do dia e não, nem sempre é fácil, mas vale a pena.

    • Rosinha on 7 de Janeiro de 2021 at 21:55
    • Responder

    O melhor é todos metrem baixa….
    Se o país confinar e as escolas não, o melhor é boicotar o sistema….

    • Fernando, el peligroso de kas verdades. on 7 de Janeiro de 2021 at 22:46
    • Responder

    Estes gajos são bandidos e cabrões.
    Depois, mais tarde e por isso, é que aparecem pessoas como o Adolf.

    • Alecrom on 8 de Janeiro de 2021 at 8:21
    • Responder

    Boa política de incentivo à natalidade.

    • Maria on 8 de Janeiro de 2021 at 9:42
    • Responder

    Mais uma vez mostram o pouco respeito pela classe mas a culpa também é nossa. Não somos unidos e assim vão fazendo e desfazendo à vontade…. a saúde de quem está nas escolas pouco ou nada interessa. Nem sei para que pedem parecer aos especialistas…

    • JJM on 8 de Janeiro de 2021 at 10:58
    • Responder

    O virus não tem cartão de estudante, esta é a razão pela qual as escolas – mesmo as do terceiro ciclo, secundário e universitário em que a autonomia dos alunos não impede as funções dos pais, deverão permanecer abertas.

    • Falar verdade on 8 de Janeiro de 2021 at 11:13
    • Responder

    Lamentável. Tem sido uma desilusão ver a falta de consideração do governo pela classe docente. E mais grave ainda é fingirem que ouvem os especialistas. Tenho ouvido nomes notáveis nacionais a dizer que as escolas têm que fechar, existem recomendações da OMS para que as escolas não abrissem e mesmo assim, o governo faz-se de “autista”. Todos os docentes deveriam de colocar atestado médico, não existem condições na escola e nas salas de aulas que permitam fiabilidade. Ser docente não é estar na linha da frente de uma pandemia, ser docente é ensinar, proporcionar conhecimento, é preciso inspiração e motivação para as aulas e isto não se consegue de uma forma fidedigna com o medo de ser infetado.
    Detesto ouvir a hipocrisia do ME quando cantou a vitória sobre o 1.º período.
    Só posso dizer que nunca esperei ver, ao fim de tantos e tantos anos de serviço, como este país trata os professores e com o aplauso das famílias e de alguma sociedade ignóbil. Quando ninguém consegue entrar na vida ativa sem passar pelos bancos da escola.
    Lamentável e triste.

    • Guidinha on 8 de Janeiro de 2021 at 11:17
    • Responder

    O vírus não gosta de ir à escola!

    • Manuel on 8 de Janeiro de 2021 at 11:22
    • Responder

    Toino a delirar e o país aplaude.

    • Manuel on 8 de Janeiro de 2021 at 12:16
    • Responder

    O que interessa é não gastar os 45 mil milhões a fundo perdido dados pela União europeia no âmbito da pandemia e não ter de pagar a pais para ficarem em casa por causa dos filhos é uma forma de não os gastar…para isto é que as escolas abertas servem , mais nada!

    • Maria on 8 de Janeiro de 2021 at 12:23
    • Responder

    Se assim acontecer é vergonhoso o que fazem com todos os que trabalham nas escolas, docentes, não docentes, alunos… Como é possível desempenhar bem seja qual for a função?! As salas devem ser arejadas, um frio de rachar, os alunos coitados a tiritar de frio… Será bom para alguém decretar o confinamento mantendo Escolas abertas?!!! Não lembraria ao diabo!! Se eu estivesse no ativo não colocaria os meus pés na Escola! Não se morre do Covid morre-se enregelada numa sala de aulas… Concordo com a Rosinha!

  1. Alunos com mais de 16 anos – 10, 11, 12 º anos + EFas + Cursos profissionais devem ir para teletrabalho. Aliviam a escola e deixam os mais pequenos em aulas presenciais. Esta medida reduzia os contágios … é necessário agir no secundário e já. Qd mais tarde pior.

    • Sensato on 8 de Janeiro de 2021 at 22:09
    • Responder

    O Governo não mandou fazer testes ao SARS-CoV-2 aos professores, ainda não os vacinou e, ainda por cima, não os quer colocar em confinamento.
    Querem os professores, somente para tomar conta dos filhos dos outros.

    Que fazer?

    Sejamos inteligentes e peçamos todos um atestado ou mais de trinta dias.

    • Ana Mourão Silva on 10 de Janeiro de 2021 at 8:28
    • Responder

    Eu sou Terapeuta, tenho meninos de 18 turmas e vou a 6 escolas de Concelhos diferentes.
    Faz algum sentido num país em confinamento eu ir trabalhar quando nos mandam diminuir ao máximo os contactos?
    Não digam que as crianças não apanham Covid porque já tive meninos positivos.

    • Maria on 10 de Janeiro de 2021 at 21:32
    • Responder

    Bem, segundo o Sr Presidente, Macelo Rebelo de Sousa, quem está na escola não é um grupo de risco… então, das duas uma: ou não há professores nas escolas ou então são todos uns jovens com menos de 20 anos.
    Fiquei muito magoada ainda mais sabendo que ele foi professor. Os professores não existem ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: