Acessos em Fibra em Todas as Escolas Até Maio de 2021

Uma boa notícia para o aumento da banda larga nas escolas e por conseguinte para uma melhor distribuição da rede via Wi-Fi da escola.

 

Rede Alargada da Educação

 

Exmo.(a) Diretor(a)/Presidente CAP/Coordenador(a) Estabelecimento,
Exmo.(a) Professor(a),
Exmo.(a) Responsável TIC,

O Ministério da Educação (ME) disponibiliza, gratuitamente, a todas as escolas públicas os serviços de comunicação de dados (vulgo Intranet e Internet) através da Rede Alargada da Educação (RAE) e de Redes de Área Local (LAN).

A RAE é uma rede segura, nacional, que interliga todas as escolas e organismos regionais e centrais tutelados pelo ME entre si e a um nó central de segurança, filtragem de conteúdos e acesso à Internet.

É, também, através desta rede que os organismos e as escolas disponibilizam serviços ao exterior.

A RAE é uma das maiores redes existente em Portugal que serve, na ligação à internet, mais de um milhão de utilizadores, tem mais de 30.000 novas sessões por segundo, uma conetividade de 40 Gbps, com espaço para ser aumentada, e liga 4331 escolas.

Estamos, neste momento, a iniciar a implementação de novas conectividades na RAE, com todas as escolas a usufruírem de acessos em fibra, com ligações simétricas – ao invés das ligações domésticas, com acessos de 1 Gbps nas escolas com maior número de utilizadores e consumos e com backup para escolas acima dos 200 Mbps.

Nas caixas seguintes poderão encontrar hiperligações e documentos úteis que ajudem na tramitação do processo.

Solicitamos o vosso retorno sobre eventuais questões logísticas através dos meios de contacto definidos. Solicitamos igualmente que alimentem o portal de apoio TIC com os contactos das escolas pois será, neste, que de futuro se concentrarão todas as questões relacionadas com tecnologia (o AE/Escola tem total autonomia para adicionar e remover contactos).

Finalmente, aproveitamos ainda a oportunidade para solicitar a v/ melhor compreensão para o facto de, em alguns momentos, ser originada alguma instabilidade decorrente de tal migração em larga escala. Contudo, pretendemos concluir este processo em maio de 2021. Assim sugere-se que aguardem até ao planeamento previsto, sendo que apenas estamos a tramitar, transitoriamente, os casos em que as obras de requalificação deixam a escola sem serviço. Os restantes pedidos ficam dependentes das datas de projeto.

Solicitamos a máxima partilha desta informação por todos os intervenientes neste processo. Desde coordenadores de escola, responsáveis TIC, autarquias ou técnicos externos.

Os nossos agradecimentos por todo o esforço e colaboração.

 

Sobre a rede alargada de educação clicar aqui.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/01/acessos-em-fibra-em-todas-as-escolas-ate-maio-de-2021/

3 comentários

    • Paulo Pereira on 2 de Janeiro de 2021 at 19:51
    • Responder

    A diferença entre as escolas vai aumentar. Os débitos previstos no projeto foram calculados com base no número de utilizadores e consumos de cada escola, a sua atualização futura será feita com base nos mesmos critérios.

    Pesquisem as escolas das vossas redondezas, há concelhos com grandes variações ( secundárias do mesmo concelho que vão ficar uma com 200 Mbps e outra (que tem menos alunos) com 1 024 Mbps).
    => Entrar no formulário, escolher o distrito e concelho, selecionar escola e depois ver a ficha associada (ao fundo). https://projetorae.dgeec.mec.pt/index0.php

    Informações: https://projetorae.dgeec.mec.pt/

    • Carla on 2 de Janeiro de 2021 at 20:43
    • Responder

    A minha secundária vai ficar com 100 Mbps enquanto a outra secundária com mais alunos mas a diferença é pouca irá ficar com 1024 Mbps…
    Só ridículo.

    • Falcão on 3 de Janeiro de 2021 at 10:25
    • Responder

    Se isto não fosse para chorar, só me dava vontade de rir.
    Em muitas residências a norma são os 200 Mbps e já há muita gente com 500Mbps, a minha escola tem neste momento 100Mbps (mas em muitos momentos deve ser apenas de 10Mbps reais) e vai passar para 200Mbps. Que notícia estrondosa! Um maravilhoso mundo novo está para chegar 🙂
    Há escolas onde os alunos tiveram de ficar sem acesso à internet para que os pc’s das salas de aula pudessem passar do passo de caracol, para o de tartaruga, isso quando temos acesso, ouvir falar de espetaculares melhorias na largura de banda, só apetece dizer: ver para crer como S. Tomé! Para mim e por agora, só vejo é um atirar areia para os olhos! Além disso, vão já avisando que vai haver constrangimentos de acesso em pleno período letivo. Não podiam fazer essa migração entre junho e setembro (de preferência há 5 ou 10 anos atrás?) Cá estaremos para ver também se os “prazos previstos” são ou não cumpridos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: