adplus-dvertising

A mentira dita… para memória futura.

“Ninguém proibiu o ensino online”? Sim, proibiu

A frase foi dita pelo primeiro-ministro na quarta-feira à noite, falando no programa TSF-TVI Circulatura do Quadrado: “Ninguém proibiu o ensino online.”

António Costa respondia assim sobre a polémica que estalou na semana passada, quando o Governo decretou o encerramento total das escolas numa “suspensão letiva” de duas semanas.

A medida foi anunciada numa quinta-feira (dia 21) e entrou em vigor logo no dia seguinte. Na altura, as organizações do ensino privado fizeram-se imediatamente ouvir dizendo alto e bom som que as suas escolas estavam preparadas para passar do ensino presencial para o ensino à distância online.

O ministro da Educação, porém, travou-lhes os ímpetos. Numa conferência de imprensa, Tiago Brandão Rodrigues dificilmente poderia ter sido mais claro: “Tenho muito respeito pelo ensino particular e cooperativo mas [as escolas] não são as nossas universidades e o nosso ensino politécnico com o grau de autonomia que têm.” Portanto, as escolas privadas que não pensassem que poderiam ser diferentes até porque “este ziguezaguear, não digo oportunismo, mas espreitar sempre a exceção, ou tentar fazer diferente, é o que nos tem causado tantos problemas em termos societais”.

Em suma: “O cumprimento estrito das regras é algo que deve acontecer. Todas as atividades letivas estão interrompidas durante este período.” “Esta é uma interrupção letiva para todos”, reforçou ainda, deixando assim claro que a proibição de ensino online era geral, fossem as escolas públicas ou privadas, do setor social ou do cooperativo.

Portanto, o que passava a estar em vigor (e ainda está) seria “a suspensão das atividades letivas e não letivas”. O decreto 3-C/2021, publicado na sexta-feira, dia 22, determinava “a suspensão das atividades educativas e letivas dos estabelecimentos de ensino públicos, particulares e cooperativos e do setor social e solidário, de educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário, a partir do dia 22 de janeiro e, pelo menos, até ao dia 5 de fevereiro de 2021, caso se verifique a renovação do estado de emergência”. O que se confirmou ontem à tarde no Parlamento.

O mesmo decreto dizia também que a referida suspensão dizia “igualmente respeito às atividades de apoio à primeira infância, de creches, creches familiares e amas, a atividades de apoio social desenvolvidas em centros de atividades ocupacionais, centros de dia, centros de convívio, centros de atividades de tempos livres, bem como às universidades seniores”.

Quarta-feira, na Circulatura do Quadrado, António Costa decidiu dizer que “ninguém proibiu o ensino online” porque “não há esse preconceito”. “O ministro da Educação não disse que era proibido o ensino online. […] Agora, se durante esta interrupção letiva quiserem ter qualquer medida de apoio, qualquer trabalho com os alunos, podem tê-lo.”

Uma afirmação que, portanto, colide de frente com o que disse na conferência de imprensa de dia 21, quando anunciou o encerramento das escolas: “Face a esta nova estirpe [do coronavírus] e à velocidade de transmissão que ela comporta, manda o princípio da precaução que procedamos à interrupção de todas as atividades letivas durante os próximos 15 dias. Interrupção que será devidamente compensada no calendário escolar da forma que o senhor ministro da Educação irá ajustar com o conselho de diretores das escolas, de forma a compensar estes 15 dias.”

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2021/01/a-mentira-dita-para-memoria-futura/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Atento on 29 de Janeiro de 2021 at 14:43
    • Responder

    ——
    ————

    As storas e stores continuem votar no NOJO pseudo-socialista do Antonio Bosta

    Tenham VERGONHA no focinho.

    Estagaijada vai ser corrida a pontape do desgoverno

    CHEGA…..CHEGA….CHEGA…..

    ——-,
    ————-

      • Rui on 29 de Janeiro de 2021 at 14:53
      • Responder

      VOU VOMITAR !!!

      • zabka on 29 de Janeiro de 2021 at 17:44
      • Responder

      Ó Tilly larga o Calcitrin que te anda a calcificar a moleirinha

      • Fernando, el peligroso de kas verdades. O Atento já está a tremer. on 31 de Janeiro de 2021 at 0:16
      • Responder

      O Atento é um chamado de Fernando Santos. No facebbok, o artista diz que trabalhou no ministério da educaÇao e que vive no Porto. No facebook esta de camisola verde. É meio russo de cabelo e deve rondar os 58 e tal embora pareÇa ser mais velho. Deve ser da velhacaria que tem no corpo.
      O homem tem focinho de acordo com as bacoradas que aqui escreve. Alias, escreve sempre da mesma maneira. Por isso, foi fácil apanhar esta rês manhosa.

    • zabka on 29 de Janeiro de 2021 at 17:40
    • Responder

    Acho que bem que tenham proibido a betalhada de passar a perna aos outros

      • Caça pardais on 30 de Janeiro de 2021 at 5:13
      • Responder

      Estranho?!? É que é essa “betalhada” que te governa neste momento.

    • Teresa* on 30 de Janeiro de 2021 at 9:43
    • Responder

    Andam ao sabor do vento, hoje dizem uma coisa, amanhã dizem o seu contrário. Ainda no outro dia, ouvi alguém do governo dizer que a interrupção letiva ia ser até ao Carnaval, no dia seguinte estava o PR a dizer que ia haver aulas online a partir do dia 08 . Agora, até já há aulas online nas férias do Carnaval.
    Grandes palhaços. Em 15 dias resolveram o quê, afinal? Já têm os computadores para todos? Não! Estão completamente comidos, pouco ou nada faz sentido.

    • Alexandra Almeida on 30 de Janeiro de 2021 at 15:50
    • Responder

    Concordo com a Teresa. Parecem uns cataventos!
    E outra coisa: A mim estão-me a pagar ainda pelo 6º escalão tendo eu direito a receber pelo 7º desde janeiro de 2020. Não devo ser caso único.

    • Fernando, el peligroso de kas verdades. on 31 de Janeiro de 2021 at 0:14
    • Responder

    O Atento é um chamado de Fernando Santos. No facebbok, o artista diz que trabalhou no ministério da educaçao e que vive no Porto. No facebook esta de camisola verde. É meio russo de cabelo e deve rondar os 58 e tal, embora pareça ser mais velho. Deve ser da velhacaria que tem no corpo.
    O homem tem focinho de acordo com as bacoradas que aqui escreve. Alias, escreve sempre da mesma maneira. Por isso, foi fácil apanhar esta rês manhosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: