A violência escolar está de volta. Aluno esmurra professor…

Isto andava calmo ou escondido pela pandemia… Era só uma questão de tempo. Esta semana as redes sociais já mostraram imagens de alunos a destruir uma sala de aula, uma vergonha que descreve o clima que voltou às escolas com o regime presencial. Com a nova situação que a escola e o país vivem, os casos de violência e falta de cidadania têm campo para proliferar…

E ninguém fala disto?…

Aluno dá murro a professor na escola em Quarteira

Um aluno da Escola Secundária Dra. Laura Ayres, em Quarteira, Loulé, foi detido pela GNR depois de ter agredido um professor no interior daquele estabelecimento de ensino.

O alerta foi dado pelas 17h00 de quinta-feira. O jovem, de 17 anos, que frequenta o 9º ano através do curso profissional de informática, desferiu um soco na face do docente, de 48, que ficou ferido. As causas do ataque ao professor são desconhecidas.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/a-violencia-escolar-esta-de-volta-aluno-esmurra-professor/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Fernando, el peligroso de las verdades. Contra os grunhos. on 8 de Novembro de 2020 at 13:51
    • Responder

    Entretanto as causas já são conhecidas. O aluno, grunho e filho de grunhos, estava com uma ganza brutal motivada pela tomada de duas doses de cocaina da boa.
    A polícia foi a casa do grunho, cujos pais também eles grunhos, recebem o rendimento mínimo para não trabalharem.
    Amanhã, a polícia volta a casa do grunho para o levarem a primeiro interrogatório. O grunho pode ainda ficar mais um dia livre, para ter tempo de mamar mais uma dose da dita.

      • Atento on 8 de Novembro de 2020 at 16:57
      • Responder

      ———————-
      ——————————

      Acabar com a subsidio-dependencia (RSI);
      Acabar com a IMPUNIDADE;
      Acabar com o Xuxalismo Venezuelano imposto por António Bosta;

      A Escola deve ser APENAS um local de ENSINO-APRENDIZAGEM.

      Aquilo a que o Xuxalismo chama de “Escola” é apenas um ARMAZEM onde se colocam os rebentos para que estes não incomodem os progenitores e para que os BANDALHOS com 14, 15, 16, 17 anos não andem a assaltar e a consumir droga nas ruas.

      Aquilo a que o Xuxalismo chama de “Escola” é apenas uma enorme CANTINA SOCIAL onde se dá de comer aos FAMINTOS desta vida e, por isso, o António Bosta quer as ditas “escolas” abertas para servir o alimento á maralha.

      Aquilo a que o Xuxalismo chama de “Escola” é apenas um enorme INTRETEM onde se entretem os rebentos com “educação sexual”, “educação ambiental”, “cidadania”, “desporto escolar”…..trêta e umas balelas…….

      É este o Xuxalismo venezuelano do Antonio Bosta em que os professores são insultados, achincalhados e sovados por Energumenos a que dão a designação de ALUNOS e/ou JOVENS.

      CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……CHEGA!…..CHEGA!……

      ———–
      ——————————–

        • Alberto Miranda on 10 de Novembro de 2020 at 19:47
        • Responder

        Qualquer partido que tenha elementos da extrema-direita e que tenha membros nos órgãos sociais que estiveram em movimentos neonazis, não são solução para o Ensino em Portugal, pelo contrário.

    • Ilda on 8 de Novembro de 2020 at 14:07
    • Responder

    COSTA daqui a pouco vai mostrar um PowerPoint onde diz que em ambiente escolar só há 2% da violência no país.

    Só há violência em casamentos batizados e restaurantes.

    • JB on 8 de Novembro de 2020 at 16:22
    • Responder

    …quem me bater, leva, não importa se é menor, tem uma deficiência ou é maluque!

    • Rosa Cabaço on 8 de Novembro de 2020 at 16:24
    • Responder

    Se estes comentários são de professores, meu Deus, este é então mesmo um professor grunho. Salvem os alunos destes tipos que dizem ser professores.

    • Fernando, el peligroso. A dizer à Cabaço que vá ter com os grunhos. on 9 de Novembro de 2020 at 0:36
    • Responder

    Sim, ó Rosa Cabaço, professores dos bem velhos que não toleram esta merda de ensino, cheio de grunhos drogados. A rosa cabaço deve gostar de grunhos com ganzas!

    • maria on 9 de Novembro de 2020 at 19:49
    • Responder

    Este meliante praticou, pelo menos, dois crimes: ofensas corporais graves e coação sobre funcionário . A responsabilidade criminal atinge-se aos 16 anos, significando que deve comparecer em tribunal respondendo pelos seus actos. Se isto não for feito, estamos muito mal . Todos nos sentimos agredidos – a minha solidariedade para com o colega selvaticamente ofendido.

    • ai on 10 de Novembro de 2020 at 0:45
    • Responder

    Apresentar queixa na policia. Espera-se total apoio do conselho executivo. Espera-se apoio dos colegas. A minha solidariedade com a professora e a auxiliar. Necessário devolver autoridade moral aos professores. Hoje ninguém quer ser professor e entendesse muito bem porquê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: