477 surtos ativos em escolas de todo país

 

Há 477 surtos ativos em escolas de todo país

Há, neste momento, 477 surtos ativos nas escolas, dispersos pelas diferentes regiões do país. Norte conta com 58, Centro com 72, LVT com 291, Alentejo com 29 e Algarve com 27.

“Não nos parece que as escolas sejam um foco de grande intensidade”, diz Larceda Sales. “A questão das escolas estão a correr bem. “

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/477-surtos-ativos-em-escolas-de-todo-pais/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • PROFET on 20 de Novembro de 2020 at 18:18
    • Responder

    Mais um conivente mentiroso. Não precisamos desta “gente” em Portugal.

    • Truecolors on 20 de Novembro de 2020 at 19:29
    • Responder

    A sério!!! Todos sabem que é uma mentira! Os contágios aumentaram desde que as escolas abriram! Querem enganar quem? A lista da fenprof tem 888 escolas e faltam muitas mais! Tudo mentira

    • Presidente on 20 de Novembro de 2020 at 21:04
    • Responder

    São 68
    “Há 68 surtos de covid-19 activos em creches, escolas e instituições de ensino superior, sendo que mais de 70% destes situam-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, esclareceu o gabinete do secretário de Estado Adjunto e da Saúde, numa nota enviada às redacções, após um lapso durante a conferência de imprensa desta sexta-feira, durante a qual foram dados dados incorrectos. António Lacerda Sales tinha referido 477 surtos activos em escolas mas esse é, na verdade, o número de surtos activos em todo o país, e não só em estabelecimentos de ensino.”
    A lista da Fenprof é badalhoca como o caraças. Estão lá escolas desde finais de setembro mas os alunos já estão curados, ou seja os badalhocos só contam as entradas e não contam as saídas do estado de doente

    • ditadura socialista on 20 de Novembro de 2020 at 21:40
    • Responder

    Mentiu com todos os dentes que tem e com todos os que não tem. Sei de várias escolas onde há surtos em escolas ativos e que já houve, que nunca foram publicados os seus dados e nunca serão divulgados, pois nunca os confirmam às pessoas externas aos elementos externos às respetivas escolas. Mais, todos são ameaçados casos os divulguem. Isto é pior que uma ditadura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: