3 de Novembro de 2020 archive

Decreto-Lei n.º 94-A/2020 – Altera as medidas excecionais e temporárias relativas à pandemia da doença COVID-19

 

Decreto-Lei n.º 94-A/2020nde 3 de novembro

Altera as medidas excecionais e temporárias relativas à pandemia da doença COVID-19.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/decreto-lei-n-o-94-a-2020-altera-as-medidas-excecionais-e-temporarias-relativas-a-pandemia-da-doenca-covid-19/

Um Apelo Do Colega Jorge Santos – No meu quintal

 

Mais Um Apelo Do Colega Jorge Santos

CARTA ABERTA AO SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Bom dia Sua Excelência, Senhor Presidente da República,

Com todo o respeito que me merece o mais alto cargo da Nação e a sua pessoa, permita-me, que dentro da minha humilde condição de simples cidadão e professor, tenha a ousadia de lhe fazer algumas perguntas, a saber:

Aproxima-se a 2ª vaga ou surto pandémico em grande força, coincidente com o vírus da gripe, resfriados, alergias, sinusites, rinites, asma, alergias aos pólenes, etc. Quando se unir ao coronavírus, já ser um cocktail “explosivo”. E as sequelas de quem positiva ou assintomaticamente acusou ser portador do coronavírus, quais serão daqui a 10, 15 ou 20 anos? Quanto vão custar aos próprios e ao erário público?

Sabe que muitos hospitais estão em pré-ruptura, como o admitiu o médico intensivista Tomás Lamas, ontem no Jornal da 8 na TVI?

Sabe que as camas e os ventiladores não vão chegar para todos? Sabe disso, melhor do que eu, porque não tenho acesso a tanta informação, como Vossa Excelência!

Sabe que existem professores a fazerem diariamente entre 150 a 200 quilómetros? Ou a fazerem 300 ou 400 quilómetros entre domingo à noite e sexta-feira à noite, para visitarem a sua família (filhos, maridos, esposas) e arrumarem/organizarem as suas casas ou apartamentos e preparem as agendas/rotinas das suas famílias?

Os líderes mais prudentes, sempre atuaram baseado no “mais vale prevenir, do que remediar” e desenharam políticas e decisões para “ontem” ou “anteontem” e não para “amanhã”!

Os enfermeiros (sempre na primeira linha da frente), os médicos e os bombeiros andam exaustos, e ainda “a procissão vai no adro.” Sabem que muitos filhos destes profissionais estão ao cuidado dos avós? E tantos outros, que dão o pequeno-almoço, o almoço, o lanche e o jantar aos netos!

Permitam-me um desabafo: que falta nos faz a informação de uma jornalista com o caráter e a personalidade da Senhora Ana Leal? Com todo o respeito pelos outros jornalistas independentes e de grande coragem que o País tem.

Aproximam-se dias chuvosos em que os alunos molham a roupa, os pés ou a cabeça, como aconteceu na recente Depressão Bárbara. Sabe que não existem aquecedores ou secadores para os alunos se aquecerem? Estes passam uma manhã ou uma tarde, ou ainda o dia todo (se vem de uma aldeia ou de montes) com os pés encharcados ou com a roupa molhada encostada à pele e aos ossos?

Como escreveu, José Saramago: “É preciso sair da ilha para ver a ilha.” Não basta conhecer a realidade através dos relatórios que chegam aos computadores. É preciso ir ao(s) terreno(s) mas protegido!

Os Pastorinhos de Fátima, Francisco Marto e Jacinta Marto, morreram antes dos 13 anos! Vossa Excelência que é crente como eu, sabe disso perfeitamente!

Volto a repetir, que a segunda vaga da Pneumónica ou da Gripe Espanhola, foi mais avassaladora, do que a primeira! O “Passado”, volta sempre para assombrar-nos, ainda que os “protagonistas” sejam outros. A História produziu e produz saber científico, que não pode ser ignorado.

Se concordamos que a Economia não pode parar, face à subida da dívida pública portuguesa (já em valores estratosféricos) não será melhor apurar os responsáveis por esta situação, nos últimos quarenta e tal anos?  Ou não interessa por causa das eleições que se aproximam?

Quem defende o Povo? Ou será que este só interessa para trabalhar, pagar impostos, votar, apagar “fogos bancários e florestais”?

Com os mais respeitosos cumprimentos:

Jorge Santos

P.S. Não sou filiado (nem nunca fui) em nenhum partido e nem tenho intenções político-partidárias! O que me move é a ciência e a procura incessante do melhor conhecimento.

Perdoe-me a minha dislexia e disortografia, mas sofro da mesma disfunção neurológica (dislexia e disortografia) tal como esses vultos maiores da Literatura e Ciência Mundial, Gabriel García Márquez, Agatha Christie, Churchill, Da Vinci ou Einstein, sem querer chegar aos calcanhares dessas sumidades.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/um-apelo-do-colega-jorge-santos-no-meu-quintal/

Falta de equipamento e internet ainda priva alunos de aulas

 

Falta de equipamento e internet priva alunos de aulas, denunciam ATEP e FENPROF

 

Há alunos de escolas públicas em isolamento profilático que estão privados de acompanhar as aulas por falta de equipamento e acesso à internet, denunciaram esta terça-feira a Associação Todos pela Escola Pública (ATEP) e a Federação Nacional dos Professores (FENPROF).

Em comunicado, as duas instituições reportam a existência de vários casos em escolas e agrupamentos dos concelhos do Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto e no Alentejo.

“No Agrupamento de Escolas António Sérgio, em Vila Nova de Gaia, por exemplo, temos alunos em casa com dificuldade em acompanhar as aulas. A internet nem sempre funciona e a carência de câmaras para todos os alunos que necessitam é gritante. As sessões por videoconferência são descontinuadas e os professores perdem cerca de 20 minutos de aula a tentar retomar as ligações”, denuncia Mariana Pereira, vice-presidente da ATEP.

Citada num comunicado, aquela responsável adianta ainda que, no Agrupamento de Escolas Gonçalves Zarco, em Matosinhos, “a inexistência de equipamentos necessários para dar resposta às videoconferências origina o recurso aos telemóveis pessoais de professores e alunos”.

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/falta-de-equipamento-e-internet-ainda-priva-alunos-de-aulas/

Mapa das escolas portuguesas com registo de casos de Covid-19

A Renascença tem seguido de perto o evoluir da pandemia ao nível das escolas com dados oficiais e confirmados por fontes idóneas. Fica aqui mais uma atualização do mapa das escolas portuguesas com registo de casos de Covid – 19. Sim ,está incompleto, mas muito por culpa das próprias escolas…

[última atualização às 15h45 de 03 de novembro]

 

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/mapa-das-escolas-portuguesas-com-registo-de-casos-de-covid-19/

As regras nas escolas são para manter

Palavra da D. Graça…

 

​​​As escolas “têm sido locais relativamente seguros”. “Têm acontecido casos mas não têm sido grande fonte de transmissão, sobretudo escolas com crianças mais pequenas, que de facto não contraem nem transmitem muito a doença”

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/as-regras-nas-escolas-sao-para-manter/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: