2 de Novembro de 2020 archive

Resolução da Calamidade Publicada

E entra em vigor às 00:00 do dia 4 de Novembro.

Assim, a folga que existe em novembro é apenas das 06:00 do dia 3 de novembro até às 23:59 do mesmo dia, porque ao fim dos 15 dias deverá ser novamente renovada.

 

Resolução do Conselho de Ministros n º 92-A-2020 – Declara a situação de calamidade, no âmbito da pandemia da doença COVID-19

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/resolucao-da-calamidade-publicada/

ESCOLA DE LISBOA COM 11 CASOS DE INFEÇÃO POR COVID-19

 

ESCOLA BÁSICA DE LISBOA COM 11 CASOS DE INFEÇÃO POR COVID-19

Escola Básica de São Vicente, em Telheiras, Lisboa, tem um total de onze casos positivos de covid-19. Entre os casos confirmados, estão quatro alunos e quatro professores do primeiro ciclo.

A escola, que pertence ao Agrupamento de Escolas Virgílio Ferreira, tem ainda mais uma assistente operacional do primeiro ciclo infetada, estando quatro turmas deste nível de ensino em isolamento profilático. Ainda no mesmo nível de ensino, estão em isolamento profilático outra assistente operacional e mais dois professores.

TVI sabe que uma das docentes infetadas está internada nos cuidados intensivos do Hospital de Santa Maria. Contudo, a informação não foi confirmada de forma oficial, uma vez que a direção do agrupamento recusou prestar declarações.

De acordo com um comunicado enviado aos pais pela direção do Agrupamento de Escolas Virgílio Ferreira, há ainda na Escola Básica de São Vicente mais duas turmas do 9º ano em isolamento profilático, depois de dois alunos terem testado positivo.

Mas esta não é a única escola do agrupamento com casos positivos, embora seja “a situação mais preocupante”, de acordo com o documento enviado aos encarregados de educação na última madrugada. Apenas uma turma do primeiro ciclo está a ter aulas presenciais e, por recomendação da Direção Geral de Saúde (DGS), a Componente de Apoio à Família (CAF) foi encerrada.

Há casos em mais cinco escolas, incluindo a escola sede.

Na Escola Secundária Virgílio Ferreira, há um caso positivo de um aluno do 11º ano, com toda a turma em isolamento profilático, assim como mais três professores e um intérprete de Língua Gestual Portuguesa. Na mesma escola, há ainda quatro casos positivos entre alunos de uma turma do 12º ano, com toda a turma em isolamento profilático e ainda mais dois alunos em isolamento, por terem tido contacto direto com um dos alunos infetados.

Há ainda uma assistente operacional positiva na EB Prista Monteiro, com uma turma do Jardim de Infância em isolamento.

Na EB1 de Telheiras, o Centro de Apoio à Aprendizagem (CAA) foi encerrado, porque uma assistente operacional testou positiva. Todos os alunos do CAA, três professores de apoio ao CAA e dois elementos das atividades extracurriculares foram colocados em isolamento.

Ainda no mesmo agrupamento, na EB D. Luís da Cunha, uma criança testou positivo, levando ao isolamento de uma turma do Jardim de Infância, bem como de uma educadora, uma assistente operacional e de um elemento da componente de apoio à família.

Na EB de Telheiras, há dois alunos infetados (um do 7º ano e outro do 8º), com isolamento profilático de duas turmas.

No documento enviado aos pais, o Agrupamento de Escolas Virgílio Ferreira sublinha que está a trabalhar em estreita articulação com as autoridades de saúde e todos os procedimentos têm sido tomados em consonância com o que é recomendado pela Autoridade de Saúde Local, após avaliação dos casos reportados.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/escola-de-lisboa-com-11-casos-de-infecao-por-covid-19/

Que confusão vai nas USP? Uns usam uns critérios e outros… não sei.

Têm-nos chegado mensagens sobre a aplicação de critérios para Isolamento Profilático nas escolas. Temos escolas onde só fica o aluno infetado, outras onde isolam toda a turma, por vezes só os alunos que se  sentam mais próximos. Fica a impressão que os critérios são “à vontade do freguês”. O mais estranho é que não há um critério nacional e os mais “brandos” são nos concelhos que mais casos têm. Vá-se lá entender isto…

Fica uma mensagem que nos chegou hoje e “explica” a confusão que por aí anda…

“Bom dia, venho desta forma contar o que se está a passar no agrupamento da XXXXXXXX. Sou professora de XXXXXXX. Realizei o teste covid e deu positivo. Ontem ,fui contatada pelo delegado de saúde de XXXXXXXXX, que posteriormente informou a Escola, que as turmas a quem dei aulas, (4) ficavam em casa em isolamento. Hoje, outro delegado, contrariando a indicação do colega, mandou todos para a Escola. Os encarregados de educação estão ao rubro.”

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/que-confusao-vai-nas-usp-uns-usam-uns-criterios-e-outros-nao-sei/

Vem aí o Estado de Emergência por tempo indeterminado

 

O Governo propôs ao Presidente da República que seja declarado um Estado de Emergência com uma natureza “essencialmente preventiva”, que seria renovado quinzenalmente sempre ao longo do tempo em que a pandemia o justificasse.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/vem-ai-o-estado-de-emergencia-por-tempo-indeterminado/

Melhor ser trabalhador não especializado ou professor colocado?

Melhor ser trabalhador não especializado ou professor colocado?

Seria justa a criação de um subsídio de alojamento para docentes contratados que fiquem colocados a mais de 50 quilómetros da sua morada fiscal e que possuam despesa comprovada (renda ou prestação bancária) com habitação.

Existem professores a recusar horários para trabalhar em supermercados. É esta a machete do Jornal de Notícias, do passado dia 17 de Outubro. A notícia devia-se a, no dia anterior, ter saído a sexta bolsa de recrutamento de docentes destinada a preencher as vagas para as quais ainda não se encontraram colocados. O jornal PÚBLICO conta que, até aí, faltavam preencher 1600 vagas, sendo Informática, Inglês, Geografia e História as disciplinas com menos candidatos à colocação.

O  problema não é novo nem surgiu com a covid-19, pese embora centenas de justificações para a recusa de horários usasse a pandemia como justificação. Reivindicações, protestos e manifestações por maior justiça remuneratória e laboral para os professores têm estado na ordem do dia desde que me lembro. Na quinta-feira, 20 de Outubro, inclusive, foram ouvidos na Assembleia da República os subscritores de uma petição com quase 5000 assinaturas que defende a alteração dos intervalos a concurso uma vez que, no actual modelo, existe uma grande discrepância entre os horários atribuídos e, inerentemente, nas declarações à Segurança Social. Vários são os colocados em horários entre 8 a 14 horas semanais — depois completos com outras tarefas da chamada “componente não lectiva” — com ordenados previstos entre os 555 e os 750 euros mensais.

Se devemos ter muita atenção a estes docentes com intervalos de horários muito reduzidos, a mesma atenção devemos ter a toda a classe contratada que, ano após ano, sujeita-se a ter que mudar de escola, de concelho, ou até de distrito. Se acredito que a municipalização dos concursos, em substituição do obsoleto concurso nacional, pudesse resolver parte dos problemas, entendo que não será este artigo que fará alterar o sistema tal como ele existe.

LER MAIS

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/melhor-ser-trabalhador-nao-especializado-ou-professor-colocado/

Professores pedem melhorias na testagem nas escolas

 

PROFESSORES PEDEM MELHORIAS NA TESTAGEM E ISOLAMENTO DE CASOS NAS ESCOLAS

A Associação Sindical de Professores Licenciados (ASPL) pede ao Presidente da República que intervenha junto do Governo para que sejam melhorados aspetos fundamentais relativamente à testagem e isolamento de casos suspeitos e positivos de covid-19 nas escolas.

Numa carta aberta enviada no domingo ao Presidente da República, a ASPL diz estar preocupada com algumas situações que se vivem nas escolas e pede a Marcelo Rebelo de Sousa a sua intervenção junto do Governo por forma a melhorar aspetos fundamentais na estratégia de prevenção e mitigação da pandemia da covid-19.

A ASPL refere-se à testagem e isolamento profilático dos casos suspeitos e dos positivos, para além do distanciamento físico.

Relativamente à testagem e ao isolamento profilático, não se compreende como apenas são testados os alunos que estão sentados mais próximos (ao lado, e imediatamente à frente e atrás do(a)s aluno(a)s que testaram positivo ou são claramente suspeitos de estarem infetados)”, sublinha.

A Associação considera que seria mais avisado que, pelo menos, os contactos mais próximos, como sejam os restantes alunos das respetivas turmas e os seus professores, assim como os assistentes operacionais que com eles convivem, fossem para isolamento profilático e fossem testados.

“Lamentavelmente, não é o que acontece em muitas situações, continuando alunos, professores e assistentes operacionais, a frequentar a escola, como se nada tivesse acontecido!”, frisa.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/professores-pedem-melhorias-na-testagem-nas-escolas/

Escola da Ponte encerra devido a caso Covid

 

Avisam-se todos os pais e encarregados de educação e restante comunidade educativa que devido a ter sido detectado um caso positivo de COVID-19 na comunidade da Escola Básica da Ponte e tendo esta situação sido devidamente articulada com a Autoridade de Saúde Local, foi determinado por parte desta, atendendo à situação epidemiológica concelhia e regional, a suspensão das atividades letivas presenciais nesta escola durante 14 dias com o objetivo de isolar as cadeias de transmissão. Assim, as instalações da escola serão encerradas a partir de amanhã, dia 2 de novembro, aplicando-se o Plano de Contingência e o Ensino a Distância. Havendo condições para tal, a partir do dia 16 de novembro, serão reiniciadas as atividades letivas presenciais.
Perante esta situação, todos os alunos, assistentes técnicos/operacionais e orientadores educativos têm obrigatoriamente de cumprir o isolamento devendo permanecer no seu domicílio.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/escola-da-ponte-encerra-devido-a-caso-covid/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: