26 de Junho de 2020 archive

Resultados de Estudo no âmbito do E@D

Estudo promovido por João Marôco e que está neste momento a ser apresentado em https://youtu.be/ZKeBI8UqjTE

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/resultados-de-estudo-no-ambito-do-ed/

Quais os países que mais inve$tem na Educação? (desde 2000)

O próximo vídeo apresenta a evolução das despesas em educação segundo a UNESCO. Na descrição do vídeo têm acesso a toda a informação, incluindo a fonte dos dados.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/quais-os-paises-que-mais-invetem-na-educacao-desde-2000/

Flash Live Event #somossolução. E depois do Ensino Remoto de Emergência?

 

Clica na imagem a partir das 17 horas

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/flash-live-event-somossolucao-e-depois-do-ensino-remoto-de-emergencia/

Procedimento Concursal Externo – Professores Bibliotecários – Ano escolar de 2020-2021

Procedimento Concursal Externo de Recrutamento de Professores Bibliotecários para o ao escolar 2020-2021.

Mais se informa que às 18h a aplicação – 1ª fase encerra, sendo possível extrair lista atualizada que deverá igualmente ser disponibilizada.

 

 Lista

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/procedimento-concursal-externo-professores-bibliotecarios-ano-escolar-de-2020-2021/

Live Flash Event – É hoje! Contamos com a sua presença

 

Participar no evento

e5ede9a948c3fe880948

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/live-flash-event-e-hoje-contamos-com-a-sua-presenca/

Hoje termina o 3.º período e o ano letivo

 

Hoje fazem-se as despedidas. Os alunos e professores vão dar por findo o ano letivo mais atipico de que há memória.

Quando no dia 12 de março foi anunciado o encerramento das escolas, cresceu um nervoso miudinho em toda a comunidade escolar. No dia 13 de março, as salas de aula encheram-se pela ultima vez e a incerteza do que poderia acontecer de seguida cresceu. Ninguém estava preparado para o que viria a seguir. foram duas semanas de desenrancanço, todos puxaram pela imaginação e tentaram fazer o seu melhor, o que importava era não deixar os alunos à deriva.

Durante a interrupção da Páscoa, começou-se a trabalhar a organização do 3.º período. As soluções encontradas variaram em forma, mas todas tinham o mesmo objetivo, fazer a escola chegar a casa dos alunos. No dia 14 de abril inicia-se o 3.º periodo, devagar para uns em força para outros. As soluções foram as mais variadas e a que as escolas encontraram como possíveis. As plataformas de ensino, de repente, viram-se repletas de professores e alunos a frequentá-las e deram a resposta desejada.

A incerteza deu lugar ao desespero, a falta de formação para trabalhar desta forma foi um dos maiores entraves para que o período começasse sereno. Professores, alunos e encarregados de educação transformaram-se em autodidatas e exploraram as potencialidades destas ferramentas que embora existissem há muito não eram uma prioridade. A mudança deu-se devagar e cheia de imperfeições. Num instante todos se deram conta que o ensino a distância não era uma solução que pudesse substituir a escola tradicional, mas mesmo assim, transformou-se um complemento numa forma de ensino.

Nem tudo correu bem. Cada um fez o que pode e o que não pode. Todos se transformaram em peritos de plataformas de ensino. Todos sofreram um desgaste imenso durante este período. A ninguém vai ser atribuido um Louvor pelo esforço, porue na cabeça de muitos só fizemos o que nos foi requerido. Levamos umas palmadinhas nas costas e já é muito.

Todos merecemos descansar.

No próxima semana embrenhar-nos-emos nas grelhas e papeis para dar um feedback de tudo isto aos alunos e encarregados de educação. A maior parte dos alunos descansará, mas os professores começam a ficar preocupados com o próximo ano letivo. Como funcionará, como será? Esperam-nos mais umas semanas de trabalho intenso onde a incerteza de como vamos voltar às salas de aula e a incerteza de como poderá funcionar o próximo ano letivo. Mais uma vez teremos que encontrar uma serie de soluções para que tudo funcione de forma celere e organizada e acima de tudo uma nova forma de ver a vida na escola.

Aos alunos, boas férias, porque as dos professores ainda vêm longe.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/hoje-termina-o-3-o-periodo-e-o-ano-letivo/

FNE apresenta propostas para lançamento de novo ano letivo em condições adequadas

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/fne-apresenta-propostas-para-lancamento-de-novo-ano-letivo-em-condicoes-adequadas/

Prioridade aos alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo no regresso presencial às aulas

As propostas não ficam muito longe da apresentada por mim e pelo Alexandre Henriques…

Directores querem prioridade aos alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo no regresso presencial às aulas

Da redução do número de alunos por turma à concentração dos horários das aulas durante a manhã ou durante a tarde, consoante os anos de escolaridade. Foram várias as hipóteses lançadas sobre a mesa pelos sindicatos e pelos representantes dos directores das escolas nas reuniões que vêm sendo mantidas com o Ministério da Educação para preparar o arranque do ano lectivo 2020/2021. Depois de o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, ter apontado 14 a 17 de Setembro como datas de arranque das aulas, e que as primeiras cinco semanas serão para recuperação das aprendizagens, os directores das escolas defenderam que, na eventualidade de nem todos os alunos poderem voltar às aulas presenciais, a prioridade deve ser dada aos alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo do básico.

“Os mais novos foram os mais prejudicados com as aulas à distância. Precisam de muito acompanhamento e atenção e percebemos que, sobretudo no 1.º e no 2.º ano, houve situações de regressão em termos de aprendizagem”, justificou ao PÚBLICO Manuel Pereira, presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE). “São os meninos com menos autonomia e que precisam de estar o mais próximo possível dos professores”, concordou Filinto Lima, da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP).

Quanto aos restantes anos lectivos, e admitindo que em Setembro estejamos numa situação de saúde pública semelhante à actual por causa da pandemia, os directores enfatizaram a necessidade de as escolas se prepararem para conciliar aulas presenciais com aulas à distância. “Os alunos poderão eventualmente ir à escola alguns dias por semana ficando outros em casa, de modo a reduzir a presença de muitos alunos na escola em simultâneo”, precisou Manuel Pereira. A concentração dos horários das aulas, em que uns alunos têm aulas das 8h às 13h e os restantes das 13h às 18h, “não sendo ideal, é uma solução antiga que poderá ser recuperada” para responder ao distanciamento ditado pela crise sanitária, ainda segundo o presidente da ANDE.

Em uníssono, os representantes dos dirigentes escolares reivindicaram mais autonomia para as escolas. “Cada escola e cada professor é que sabem em que é que os alunos estão a falhar e se precisarão de quatro, cinco ou seis semanas para recuperar aprendizagens”, justificou Filinto Lima, adiantando que outras das reivindicações foram “o reforço dos créditos horários que dão às escolas e a actualização da portaria que define os rácios de funcionários”, sem o que não será possível garantir mais assistentes operacionais.

LER MAIS AQUI

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/prioridade-aos-alunos-do-pre-escolar-e-do-1-o-ciclo-no-regresso-presencial-as-aulas/

Ó Costa! Bate-lhes palmas e oferece-lhes jogos da “bola”…

A nós professores, dá-nos palmadinhas nas costas…

 

Enfermeiros, auxiliares de saúde e empregados de limpeza vão receber bónus de mil euros na Holanda

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/06/o-costa-bate-lhes-palmas-e-oferece-lhes-jogos-da-bola/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: