Tempos excepcionais…. Pedido para alargamento do prazo do concurso

 

Quem quiser pode fazer copy paste.
Quem quiser corrigir, força. Implicar, idem. ‘tou nem aí.
Eu enviei isto e concorri sem problemas. Posso não conseguir ajudar, mas não perco nada em tentar.
Já sabemos que o não é garantido.
*
Assunto: Recrutamento
Bom dia.
Como é do conhecimento público, encontramo-nos a atravessar uma pandemia e tudo o que de diferente ela proporciona.
Nas últimas três semanas os docentes foram dominados por um horário completamente distinto do normal, que requeria feedback quase instantâneo aos seus discentes e/ou encarregados de educação e a quantidade de trabalho duplicou ou triplicou se acrescentarmos os docentes com cargos como, por exemplo, a direcção de turma. As reuniões de avaliação não foram adiadas e apenas foram exequíveis porque, de uma maneira ou de outra, todos os docentes fizeram por isso.
A par da atenção dada à sua profissão, temos mulheres e homens que se encontram preocupados com as suas famílias, algumas distantes e sem hipótese a curto prazo de serem visitadas.
Atendendo à situação actual, apelo a que seja possível a implementação de tempo extra para o concurso, como 2 ou 3 dias úteis, para os docentes que não conseguiram submeter a sua candidatura no tempo previsto.

Tempos excepcionais requerem medidas excepcionais.

Com os melhores cumprimentos,
Fonte: Facebook, Ana Martins

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/04/tempos-excepcionais-pedido-para-alargamento-do-prazo-do-concurso/

23 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Luluzinha on 5 de Abril de 2020 at 15:42
    • Responder

    Agora a pandemia já é desculpa para tudo. Enfim!

    • Risada! on 5 de Abril de 2020 at 16:40
    • Responder

    E eu a pensar que já tinha visto tudo…

    • Ana Duarte on 5 de Abril de 2020 at 16:49
    • Responder

    Sim. Só poder ser piada.

    • João on 5 de Abril de 2020 at 16:54
    • Responder

    É. De facto, a submissão dos documentos demora uma eternidade. Mais do que quando se ia para as filas dos mini-concursos. É com cada triste…

    • Matilde on 5 de Abril de 2020 at 17:05
    • Responder

    Não era necessário submeter documentos.Aliás a DGAE tem os dados essenciais para a validação no nosso recenseamento.

    • Maria on 5 de Abril de 2020 at 17:29
    • Responder

    Salvo melhor opinião, não vejo razão alguma para dilatar em mais uns dias o concurso. A plataforma desde há uns tempos a esta parte tem funcionado, direi, quase na perfeição. Para quem tivesse de anexar documentos, já sabia que os teria que ter digitalizados para os anexar. Nada mais que isso… Julgo que todos estávamos, antes da pandemia aparecer, preparados para o concurso, até porque já tínhamos inserido todos os dados para o recenseamento, dando lugar a reclamação ou não. Confesso que me estará a escapar alguma coisa…

    • Vítor on 5 de Abril de 2020 at 17:51
    • Responder

    Não faz sentido nenhum.


  1. Que grande loooool para o sujeito/a que escreveu isto. Algo que já se sabe todos os anos, com bastantes dias para concorrer comparado com outros sistemas de educação noutros países europeus e com uma aplicação cada vez a funcionar melhor e mais simplificada. Daqui a pouco vá também a uma bomba de gasolina e peço combustível grátis. Aliás! Ao banco e peça dinheiro sem compromisso. Ou então um carro num stand, “escolha o que quiser”. A Pandemia não é desculpa para desculpas.

    • Não há Pachorra on 5 de Abril de 2020 at 18:53
    • Responder

    Haja responsabilidade e bom senso! Agora tudo é exceção… Que oportunismo!


  2. Que tal um pouco mais de compreensão, por aqueles colegas que estão com os filhos a cargo, em teletrabalho, com trabalho extra acumulado, nesta época. Custa assim, tanto abrir a aplicação, por mais 2 dias, para alguns colegas que não concorreram, por esse motivo, por se encontrarem doentes ou terem alguém doente? Sou do quadro, mas verifico, tanta insensibilidade, por todos aqueles que comentaram, antes de mim, nem mesmo, por o Mundo estar a ser alvo de uma pandemia, se tornam menos maus uns para os outros.

      • Corona on 5 de Abril de 2020 at 22:15
      • Responder

      Se calhar nem era preciso concorrer…nem meter o irs, nem pagar o seguro nem o empréstimo do microondas, estamos em quarentena. Não há tempo para nada

    • António on 6 de Abril de 2020 at 8:59
    • Responder

    Bom dia a todos,
    É verdadeiramente lamentável os comentários que li por aqui, pois são reveladores de um verdadeiro egoísmo entre “colegas” da mesma profissão. Se já submeteram a vossa candidatura, PARABÉNS. Por acaso conhecem a situação pessoal de cada um e as razões que levaram a uma não submissão de candidatura? Se o prazo de submisão for prolongado por um ou dois dias, trará prejuízo a alguém? Quando os prazos são ultrapassados pelas escolas , como este ano, alguém saiu prejudicado?
    Por favor, reflitam antes de enviarem postas de pescada.
    Cumprimentos e votos de boa saúde para todos!

      • Luluzinha on 6 de Abril de 2020 at 13:13
      • Responder

      Muito bem!

    • Ricardo on 6 de Abril de 2020 at 11:37
    • Responder

    Realmente os comentários negativos, que aqui estão postados, descrevem perfeitamente o apoio e união da classe docente.
    Faz-me lembrar quando houve aquela pseudo-prova de professores, em que os pobres contratos tiveram que se revoltar contra tudo e todos, enquanto que os professores de “carreira” assobiaram para o lado:
    “Desde que não me afecte a mim, está tudo bem”

    Enfim! É ir sobrevivendo, que este país não é para fracos.

    P.S. ~Parabéns ao António e aaaa por pensarem um pouco nos outros, e não só nos seus umbigos como a maior parte.

    • Marlene on 6 de Abril de 2020 at 11:41
    • Responder

    Eu sou mais uma docente que não consegui concorrer atempadamente. No dia 3 de abril, à tarde, tentei submeter a candidatura pois sabia que era simples e rápida a confirmação dos dados mas estive com um bloqueio na Internet e não consegui submeter.
    Será que vão alargar os prazos? Não prejudica ninguém e ajudaria muitos!

      • Ricardo on 6 de Abril de 2020 at 13:26
      • Responder

      A DGAE já respondeu aos e-mail’s.

      “Em resposta à mensagem recebida, cumpre informar de que a candidatura ao concurso nacional decorreu durante 7 (sete) dias úteis, do dia 26 de março ao dia 03 de abril 2020 (disponível até às 18.00h de Portugal continental). Não estão previstas situações de exceção quanto à aceitação de candidaturas fora do prazo legal pelo que não é possível deferir o seu pedido.

      Com os melhores cumprimentos,”

      Por isso não vale a pena contar com alargamentos de prazos.

    • Carlos on 6 de Abril de 2020 at 12:38
    • Responder

    A questão é simples e não vale a pena complicar. Se há prazos é por alguma razão e são para cumprir. Esta cultura de facilitismo não ajuda ninguém e muito menos os alunos e o país. Se tiver que apanhar um comboio às 12 horas, tem de estar lá às 11:55h, sob o risco de não o apanhar. E depois não vale a pena estar a chorar porque não conseguiu apanhar o comboio. Fosse mais cedo. Para os que dizem que adiar 2 ou 3 dias o concurso não prejudica ninguém, estão enganados. A validação começou hoje pelas escolas e são milhares de validações. Por isso prejudicam sim, todos os que concorreram dentro do tempo. E quem diz que não teve tempo de concorrer, não acredito. É tudo uma questão de prioridade, a não ser alguns casos completamente excepcionais em que a pessoa não tem acesso ao computador, telemóvel e internet. Mas ai paciência. São as regras do jogo.

      • vergonha de classe on 6 de Abril de 2020 at 12:50
      • Responder

      Se um dia lhe acontecer uma situação excecional, irá engolir todas as palavras que aqui brotou de ódio contra os seus colegas. Que falta de solidariedade para com os outros!


      1. Sim “vergonha de classe” ele poderá engolir as palavras e você e o “Ricardo” e o “António” poderão estar no sindicato a liderar todas as frentes, mas não do classe docente! Num dos oprimidos e tristes e roubados pelo mundo que defenda as injustiças que acontecem de 15 em 15 segundos e que são perfeitamente normais num mundo de consumismo que o que vivemos. Nem com o melhor exemplo do Carlos vocês lá vão. Vamos por em causa os Caminhos de Ferro Portugueses por alguém se atrasar 5 minutos. Mas esse alguém ia ver a tia-avó que estava muito doente e era uma das últimas oportunidades. Temos pena. Por vezes o comboio só passa uma vez.
        É triste? É. Mas…se não se pode alimentar todos os humanos do mundo, nem ter um lar para todos os animais abandonados…


      2. Seja responsável e cumpra os prazos. Ou costuma pagar as suas prestações fora de prazo, o seguro, o imposto de circulação,, etc?
        Se os prazos estão sempre a ser dilatados servem afinal para quê? Haverá sempre alguém que, irresponsavelmente ou não, gostaria sempre que os prazos não existissem ou fossem sempre dilatados. Você deve enquadrar-se num destes casos. Não cumpre eventualmente e insurge-se para com quem cumpre! Inadmissível!

        • Carlos on 6 de Abril de 2020 at 15:34
        • Responder

        Não percebeu nada do que disse. Não é ódio nenhum contra os colegas, tanto mais que já fui prejudicado muitas vezes. Mas se o erro foi meu, paciência tenho de aguentar. É o que chama causa efeito. E os prazos são para cumprir. Se não nem em dezembro estávamos colocados. Porque é que não fala dos milhares que cumpriram e iriam ser prejudicados com dilatações de prazo? O facilitismo nunca deu bom resultado e aprenda a separar as coisas O ódio é uma palavra muito séria para se usar de modo tão leviano.

    • maria on 13 de Abril de 2020 at 12:59
    • Responder

    O ME deveria avisar todos os docentes do aviso de abertura do concurso, via mail!
    Desde que temos o nosso mail na plataforma, pela qual concorremos, nunca serviu para informar de nada.
    Devem transformar a forma como (não) comunicam com docentes.
    Ainda há os casos, dos docentes que por algum motivo não vão a salas de professores, escolas onde não há contratados e todas as outras excepções inumeráveis! Seria um dever do ME, avisar os seus trabalhadores.
    Há muitos anos que critico esta forma de não comunicar !
    É desprezante a forma como o ME, nos trata e muito mais desprezante ver os comentários que aqui se escrevem, e por isso, não me sinto feliz por aqui ter de vir para saber das datas dos concursos e outros.
    E por isso, sou a favor de abrir excepções, desde que se aprenda a melhorar metodologias…porque todos os anos acontecem excepções.

    • Cindia on 14 de Abril de 2020 at 17:22
    • Responder

    Eu também fui impedida de concorrer e gostaria de o fazer.

Responder a Vítor Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog