Quer ajudar alunos sem acesso a computador? Está aqui a solução, #SomosSolução

 

Quer ajudar alunos sem acesso a computador? Está aqui a solução

Com as escolas encerradas por causa da pandemia de covid-19, a solução tem passado pelo ensino à distância. Mas esta é uma solução que está longe de ser simples e de acesso universal: falta formação aos professores para o e-learning e muitos alunos não têm computadores e internet para acompanhar este tipo de aulas. Foi a pensar no primeiro problema que o professor Vítor Bastos criou o grupo E-Learning Apoio, que conta já com mais de 22 mil membros. Para a segunda dificuldade, criou agora o projeto #SomosSolução .

A ideia é a de fazer a ponte entre quem quer ajudar alunos carenciados a ter as ferramentas necessárias para continuar a aprender durante este período de isolamento social e as escolas que identificam as situações de necessidade.

“Fiz contactos com empresas e particulares que eu achava que estariam abertos a dar e a HP avançou logo com uma primeira oferta 20 computadores portáteis”, conta à SÁBADO o docente que teve a ideia, mas lançou o projeto em conjunto com Luís Fernandes, o antigo diretor do Agrupamento do Freixo (atualmente diretor do Centro de Formação da Póvoa do Varzim). “Fazia sentido ser o meu parceiro nisto porque tem os contactos todos dos diretores, é honesto e é bem conhecido no meio”.

Além da HP, respondeu à chamada a OMC, uma empresa que ofereceu cinco impressoras para que as escolas que não tinham outra forma de garantir o ensino durante o período de encerramento possam imprimir trabalhos para os alunos levarem para casa.

A ideia é, contudo, que qualquer um possa contribuir. Quem quiser doar um portátil, só precisa de inscrever-se no site e estar disponível para pagar “uma máquina de baixo custo, mas com todas as características necessárias, por cerca de 350 euros”.

Outra opção para particulares ou empresas será aderir à campanha de usados recondicionados. “Há computadores usados que já não servem as empresas, mas ainda têm todas as condições para ser usados pelos alunos no ensino à distância”, diz Vítor Bastos.

LER MAIS AQUI

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/04/quer-ajudar-alunos-sem-acesso-a-computador-esta-aqui-a-solucao-somossolucao/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Luluzinha on 5 de Abril de 2020 at 12:50
    • Responder

    “Quer ajudar docentes sem acesso a computador”?

    1. Boa ideia Luluzinha. Se avançar com uma solução idêntica para professores podemos criar uma parceria.

      Já estamos a ver se tiramos sinergias com outros grupos, nomeadamente para alunos do ensino superior.

      Avance com uma solução e vemos de que forma podemos integrar num projeto comum!

    • carlos on 5 de Abril de 2020 at 14:59
    • Responder

    deve haver soluções mais baratas que 350 euros. há dois meses havia computadores desktop por menos de 300 euros na chip7. em tempo de guerra nao se pode querer saber se sao eis ou nao. provavelmente até um raspberry pi 4 + monitor desenrascava.

  1. São 150 Carlos, https://somossolucao.com/como-doar/, não está correto no artigo.
    Mas aceitamos ajuda caso entenda dar. Infelizmente as pessoas limitam-se a criticar em vez de fazer.
    Obrigado.

      • profinfo on 5 de Abril de 2020 at 20:13
      • Responder

      Vamos ter calma, que os vossos propósitos não são 100% humanitários, há à mistura uma dose de publicidade, ou é mentira? É louvável que estejam a tentar ajudar os outros, mas não é menos certo que há contrapartidas financeiras neste projeto, para os mesmos do costume. É ver a quantidade de Microsoft Certified isto e aquilo que estão na secção «Quem Somos?».

      É pena que nas escolas não se ensine Linux a sério, é que os Thinkpad são considerados o melhor modelo de portátil para meter Linux. Assim os alunos usariam apenas software livre e o preço do portátil poderia ser ainda menor, ou seja, isso sim seria altruísmo puro. Mas infelizmente sabemos que pessoas como os senhores, têm nas escolas contribuído para viciar toda a gente nos produtos da Microsoft, e agora da Google. (Pelo que vejo agora também há Google Certified Teachers)

      1. Profindo, sei que pode meter confusão a quem não sabe ajudar sem contrapartidas. Mas é assim, chama-se altruísmo. Quanto a Linux, Windows, Android… neste momento é o que puder servir os alunos. Se quiser contribuir com máquinas Linux pode fazê-lo emhttps://somossolucao.com/

        Se tiver outras soluções ou se quiser contribuir com máquinas ou formatação delas e instalação de Linux, será muito bem vindo. Mande-me uma mensagem.

        Isto tudo, já sabe, a custo zero!

        Ah, é verdade, o meu nome e mail são verdadeiros 😉

        Abraço

        Juntos #somossolução

          • profinfo on 6 de Abril de 2020 at 3:16

          Tretas.
          Não escrevi que não vale a pena dar aos alunos computadores com Linux visto que não sabem nada de Linux? E se não sabem nada de Linux, é culpa de quem? Talvez seja de quem os anda a viciar nos mesmos produtos ano após ano. Valia de quê dar um computador com Linux? Vocês sabem isso muito bem.

  2. As aulas de informática nas escolas tem menos tempo letivo que Religião e Moral.

    Como queres que aprendam alguma coisa?
    Se for software livre pior…

    Está tudo dito. Se querem outra coisa o paradigma tem de mudar.

Responder a Vitor Bastos Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: