7 de Fevereiro de 2020 archive

Concurso Interno e Externo dos Açores

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Bem-vindo ao Concurso Pessoal Docente 2020/2021

 

 

Através da presente plataforma, a Direção Regional da Educação disponibiliza aos interessados a informação relativa aos Concursos de Pessoal Docente na Região Autónoma dos Açores.

Para mais informações, por favor, consulte as opções disponibilizadas.

Consulte o Regulamento e o Aviso de Abertura.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/02/concurso-interno-e-externo-dos-acores-2/

Cinema Sem Conflitos: “Cowboyland”

Siga-nos

Cinema Sem Conflitos

Prevenção e mediação de conflitos em contexto educativo
Siga-nos

Latest posts by Cinema Sem Conflitos (see all)

Título:  “Cowboyland” | Autores: “David Stumpf

De acordo com a justiça do Oeste Selvagem, os ladrões devem ser punidos. Mas quando o cavalo do xerife quebra, e não há ninguém para supervisionar a justiça, é difícil prever se a justiça permanece justa.

Até à próxima semana ou todos os dias em facebook.com/cinemasemconflitos

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/02/cinema-sem-conflitos-cowboyland/

Lista Colorida – RR20

Lista Colorida atualizada com retirados e colocados da RR20.

Nesta reserva cerca de 22 % já estiveram anteriormente noutro agrupamento e 6 chegaram ao 4º contrato!

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/02/lista-colorida-rr20-4/

Da aplicação de “Medidas de suporte às aprendizagens e à inclusão”

Rui Cardoso

Latest posts by Rui Cardoso (see all)

Há professores que ainda estão muito confusos com esta ”nova” forma de lecionar e avaliar aprendizagens. Alguns mostram-se, mesmo, resistentes à mudança que se nos impõe.

São “medidas” para aqui, medidas para ali, umas, universais (parece que se aplicam por defeito a todos os alunos), umas seletivas e outras adicionais. Estas “Medidas de suporte às aprendizagens e à inclusão” estão abertas à criatividade pedagógica de cada Agrupamento de Escolas, o que interessa é que resultem e, no final, se possa verificar a eficácia no processo de ensino/aprendizagem. Para isso podem-se utilizar variadíssimas estratégias. Vamos a um exemplo de como aplicar medidas a uma questão simples:

Questão com “Medidas Universais” (uma vez que, à partida, são aplicadas a todos os alunos)

Escreve o número 265 por extenso.

O aluno lê a questão e responde conforme as aprendizagens adquiridas, sem necessitar de ajuda na leitura ou interpretação da questão por terceiros, corretamente ou não.

A mesma questão para alunos a usufruir de “Medidas Seletivas” (verificou-se que as medidas universais não foram eficazes)

O aluno lê ou ouve a questão lida por terceiros e se não consegue retirar sentido lógico sobre o que acabou de ouvir, a terceira pessoa reexplica de forma mais simples, usando estratégias para uma melhor compreensão da tarefa a cumprir, nem que para isso seja necessário dar um exemplo com outro número.

A questão, acima proposta, para alunos a usufruir de “Medidas Adicionais” (verificou-se que as medidas universais e seletivas não foram eficazes)

Seleciona a leitura do número 256 por extenso entre as opções apresentadas.

O aluno ouve a questão lida por terceiros e se não consegue retirar sentido lógico sobre o que acabou de ouvir, a terceira pessoa reexplica de forma mais simples usando estratégias para uma melhor compreensão da tarefa a cumprir. A forma como se apresenta a questão deve ser diferente da apresentação a alunos com outro tipo de medidas. As questões de escolha múltipla serão uma hipótese a considerar. Se mesmo assim o aluno não responde corretamente poder-se-á reduzir o número de opções apresentadas.

Sim, isto é uma forma redutora de apresentar as medidas de suporte às aprendizagens e à inclusão, mas quem escreveu o “manual” não tem uma noção correta da realidade vivenciada na escola real, diariamente, por alunos e professores. Além disso, cada caso é uma individualidade diferente da do lado, logo, não podemos universalizar estratégias de ensino/aprendizagem, temos de fazer uso da criatividade para que a eficácia das medidas aplicadas seja realizada na sua plenitude.

As medidas de suporte às aprendizagens e à inclusão foram idealizadas para que nenhum aluno deixe de aprender, ou pelo menos tenha essa sensação, o que o perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória enumera. Isso não quer dizer que os conhecimentos alcançados tenham todos a mesma profundidade e alcance na linha temporal da vida de cada individuo.

A forma como se demonstra ter eficácia nas aprendizagens não é relevante, o que realmente interessa é que o alcance das aprendizagens seja demonstrado.

As medidas de suporte às aprendizagens e à inclusão não são para facilitar, são para ajustar a forma ao indivíduo.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/02/da-aplicacao-de-medidas-de-suporte-as-aprendizagens-e-a-inclusao/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog