29 de Janeiro de 2020 archive

Não Esquecer que a Matriz do 3.º Ano Vai Passar a ter 5 horas de AEC

O Decreto-Lei n.º 55/2018, de 6 de julho, produz efeitos no ano letivo 2020/2021 nos 3.º, 9.º e 12.º anos de escolaridade e relativamente ao 3.º ano existe uma alteração na Matriz Curricular importante a ter em conta:

“Este ciclo de ensino integra, nos quatro anos de escolaridade, a oferta obrigatória de Atividades de Enriquecimento Curricular, de frequência facultativa, com uma carga horária semanal de cinco horas, a desenvolver no ensino básico, com natureza eminentemente lúdica, formativa e cultural.”

Com a introdução das 5 horas das AEC com mais as 2 horas de Inglês curricular o horário do docente titular da turma com a contabilização dos intervalos passa a ser de 23 horas.

Passa a existir 2 horas de insuficiência de horário com a turma que pode vir a ser usada para coadjuvações na Educação Artística e na Educação Física (alínea (c) da matriz curricular do 1.º ciclo).

É importante as entidades promotoras das AEC terem consciência deste acréscimo de horas nas AEC em 2020/2021, pois muitos dos Orçamentos já foram aprovados e podem vir a necessitar de mais verbas para o aumento de 2 horas nas AEC por cada turma de 3.º ano.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/01/nao-esquecer-que-a-matriz-do-3-o-ano-vai-passar-a-ter-5-horas-de-aec/

A Ler pelO Meu Quintal

Tenho Um Sério Problema De Classe

 

O Cúmulo Da Demagogia

 

3ª Feira

 

Foi Tudo “Institucional”

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/01/a-ler-pelo-meu-quintal/

Urge abrir a escola dos pais para que possam aprender a comportar-se. Primeira lição: ao professor não bate

 

A la maestra

A linguagem está infetada. É frequentemente infetada por políticos e infetada por quem fala ou escreve nos média. O nosso vício por um jargão que muitas vezes esconde uma rejeição à clareza acaba atrapalhando a linguagem comum. Como resultado, às vezes conversamos sobre assuntos do quotidiano como se estivéssemos num debate televisivo ou a fazer declarações num noticiário. Num canto do jornal, não tão à vista, quanto eu, deveria estar, acho que em Granada uma mãe agrediu a professora do seu filho, porque as regras do centro não permitiam a falta de pontualidade num dia musical. A mãe, fora de si, agarrou os cabelos da professora, pontapeou-a e insultou-a. Tudo na frente da criança. Deus nos livre das mães que nos amam tanto. A professora acabou no hospital: as contusões são curadas antes dos sustos e do trauma que causa uma agressão.

Li que a diretora do centro declarou que a paz é alcançada através do diálogo, e que a Conselheira da Educação é solidária com o seu caso e rejeita qualquer tipo de violência. Suponho que estas expressões vêm de quando os jornais se abriram com políticos a condenarem o ataque, mas francamente essas palavras parecem pouco convincentes quando se trata de falar de algo que aconteceu numa escola. Tudo é mais simples: os professores são a autoridade que os pais devem reconhecer. Em casa, a nossa mãe costumava dizer-nos: “O professor é tratado com respeito.” Por isso, parece urgente abrir a escola dos pais para que possam aprender a comportar-se. Primeira lição: ao professor não bate (deixe-me ser laxista).

Por Espanha, também batem nos professores…

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/01/urge-abrir-a-escola-dos-pais-para-que-possam-aprender-a-comportar-se-primeira-licao-ao-professor-nao-bate/

O Tiago não tem frio…

No gabinete ministerial, além de equipamento de topo, existe equipamento para coadunara temperatura, esteja quente ou frio na rua, o conforto ambiental está presente. De outra maneira não se conseguiria trabalhar.

Já nas escolas por esse país a fora as queixas multiplicam-se e hoje, em Barcelos, a paciência acabou e a escola fechou.

“É o frio que entra por todos os lados, são coberturas em amianto, são salas em que são precisos baldes para aparar a chuva, são casas de banho que metem medo, é todo um conjunto de problemas que estão há muito identificados mas que não há meio de serem resolvidos. E os pais perderam a paciência, até porque, além do mais, é a saúde dos nossos filhos que está em causa”

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/01/o-tiago-nao-tem-frio/

Diretor dado como culpado por exceder serviços mínimos de greve

Tanto se peca por defeito como por excesso. A lei é para todos.

Uma greve de professores, marcada para um dia de exames nacionais, valeu-lhe um processo disciplinar por ter excedido os serviços mínimos que tinham sido decretados. “Os alunos tinham de ter garantidas todas as condições para poderem realizar os exames”, diz Manuel Esperança, director do Agrupamento de Escolas de Benfica. Foi dado com culpado.

A um ano do final do mandato, e apesar de não ter como hábito de vida “deixar as coisas a meio”, o director de uma das escolas públicas de referência de Lisboa decidiu bater com a porta e pedir a aposentação, o que fez no mês passado, na sequência de um processo disciplinar que lhe foi instaurado…

in Público

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/01/diretor-dado-como-culpado-por-exceder-servicos-minimos-de-greve/

Para quem já subiu de escalão, mas ainda não foi cabimentado

O AT deu a resposta:

Cabimentação/autorização de pagamentos da progressão DE ESCALÃO NA CARREIRA DOCENTE…que muda em Maio e Junho de 2020, cabimentado.
Pessoal que muda em Outubro ou Dezembro de 2019, nadinha de nada. Novamente, o IGEFE no seu melhor…
Tiram pessoas, não avisam… Mapas trocados… é assim que validam a execução da despesa ?

Nós respondemos ao AT e a outros interessados:

As cabimentações de 2019 estão na área de 2018. Vá-se lá saber porquê…

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2020/01/para-quem-ja-subiu-de-escalao-mas-ainda-nao-foi-cabimentado/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog