Forças de autoridade a patrulhar o espaço escolar, concorda?

É uma medida pedagógica de dissuasão. A presença de autoridades policiais dentro do espaço escolar, em situações de limite, poderá ser uma opção? Gostávamos de saber opiniões.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/12/forcas-de-autoridade-a-patrulhar-o-espaco-escolar-concorda/

13 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Júlio Ferreira on 27 de Dezembro de 2019 at 11:26
    • Responder

    Boas
    Sou a favor, MAS fora do recinto escolar. Penso que à entrada e nas horas de saída, poderia ter um efeito dissuasor.
    Não vulgarizar a permanências de agentes nas escolas.

    • Virgínia Claro on 27 de Dezembro de 2019 at 12:04
    • Responder

    Acho muito bem. Concordo plenamente.

    • Manuel on 27 de Dezembro de 2019 at 12:55
    • Responder

    Não me choca em absoluto. Em várias escolas há vários anos atrás que existem elementos das forças de segurança que ,estando na reserva, cumprem esse papel ,mesmo dentro dos recintos escolares.
    Nas escolas mais problemáticas seria uma grande ajuda e dissuasora de conflitos entre alunos e de entrada de EE sem o controle da portaria.

    • Xmas on 27 de Dezembro de 2019 at 13:43
    • Responder

    Atendendo à desgraça e ao descalabro a que permitiram que se chegasse , só resta mesmo a permanência de canhões e demais artilharia Pesada dentro dos espaços escolares, porque quem entra nos
    Santos espaços escolares é (muitas vezes), gente sem educação, sem princípios, sem pudor, sem a mínima noção de limites e sem decência. Ora, com tal tipo de gente, quem de direito tem a obrigação de entrar em acção. Andaram a pregar e a apregoar o “laissez faire /laissez passer”; “não se pode limitar os apetites dos pequenos porque ficam trumatizados”!. O resultado está aí bem à vista: monstros e mais monstros. Como alguém já aqui disse : Para grandes males, grandes remédios.

    • Maria Cecília on 27 de Dezembro de 2019 at 14:14
    • Responder

    Acho que a presença de um agente de segurança (pública ou privada) não de forma esporádica mas permanente na entrada da escola serviria para realizar de forma imediata uma triagem das pessoas que se deslocam à escola com más intenções. Serviria igualmente para tentar resolver conflitos variados entre alunos. Como tal concordo plenamente.

    • paulo on 27 de Dezembro de 2019 at 14:57
    • Responder

    A polícia deve estar onde há delinquência.
    Se há delinquência nas escolas,
    a polícia deve estar nas escolas.

    • Paulo Anjo Santos on 27 de Dezembro de 2019 at 15:57
    • Responder

    Há militares suficientes para fazer essa patrulha? Por mim tudo bem, desde que ajudem a resolver o problema…. também tenho algumas que eles estejam preparados/dispostos a fazer esse trabalho?!

    • Maria on 27 de Dezembro de 2019 at 16:06
    • Responder

    Concordo a 100%

    • Alexandre André on 27 de Dezembro de 2019 at 19:57
    • Responder

    À entrada deveria ser de forma regular. Uma vez ou outra, entrar só como forma de se verem, não acho mal.

    De forma mais regular dentro do espaço da escola, não me oporia em situações mais complicadas, principalmente de caráter continuado, ou mesmo em situações que, apesar de pontuais, ainda não estivessem resolvidas.

    Agora o estarem de forma permanente e regular dentro da escola, não acho que seja algo, ainda, necessário.

    • Lobo on 27 de Dezembro de 2019 at 21:40
    • Responder

    Concordo plenamente. Principalmente para controlar entradas e saídas de pessoas estranhas às escolas.

    • Ilda Lopes on 27 de Dezembro de 2019 at 22:12
    • Responder

    Concordo. Mas no meu distrito (Évora) há apenas dois militares da GNR para todo o distrito. Como não têm o dom da ubiquidade vais ficar em “águas de bacalhau”.

      • Paulo Anjo Santos on 28 de Dezembro de 2019 at 15:26
      • Responder

      Pois, é o que me parece, se já há queixas de que há falta de militares em muitas zonas do país, ou que estes não têm capacidade para para fazer tudo o que lhes é pedido, o que será se lhes atribuirem mais esta tarefa?!

    • Mortadela Maria on 28 de Dezembro de 2019 at 15:21
    • Responder

    Claro que estou de acordo. Para grandes males, grandes remedios, sob pena,se assim nao for ,de haver grandes desgraças nos recintos escolares!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: