“É uma clara violação da Lei da Greve”

Que a Câmara Municipal queira saber quem fez greve, até porque era o ultimo dia útil do mês, dou por barato. Agora, enviarem mensagens aos “grevistas” para se apresentarem ao serviço, isso sim, não é admissível. É um ato, se não de outra coisa, de falta de respeito pela liberdade…

Câmaras pedem nomes de funcionários em greve

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/e-uma-clara-violacao-da-lei-da-greve/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Pardaleco on 2 de Dezembro de 2019 at 13:24
    • Responder

    Deve ser a mando do Pardal!

    • Paulo Anjo Santos on 2 de Dezembro de 2019 at 13:57
    • Responder

    A ser verdade que isso aconteceu, eu diria que não tenho dúvidas que é mais um acto digno de uma ditadura…. e depois mostram-se preocupados com os “avanços” da extrema direita?!


  1. Apenas um “contributo”, com base no artigo de Inês Rocha, para a Renascença, de uma situação que tem sido abnegada: https://www.insensato.pt/2019/12/professores-sem-direito-mobilidade-por.html

    Obrigado.

    • on 2 de Dezembro de 2019 at 16:45
    • Responder

    Não se esqueçam de votar a favor da regionalização…

      • Rui Filipe on 2 de Dezembro de 2019 at 19:13
      • Responder

      Exatamente. Há muito tempo que os governantes querem “ despachar” o Ensino para as autarquias. Com a regionalização, mais depressa isso acontecerá.

    • Agnelo Figueiredo on 2 de Dezembro de 2019 at 20:54
    • Responder

    Achais que a transferência de competências para as câmaras é para quê?

    • Marta on 4 de Dezembro de 2019 at 16:32
    • Responder

    NÃo falámos já aqui dos perigos da municipalização? NÃO VOS RELATEI A EXPERIÊNCIA NEGATIVA DOS PROFESSORORES SUECOS QUE ME ACONSELHARAM VIVAMENTE(quase em pânico) A DIVULGAR O EXEMPLO DELES? E olhem que a democracia na Suécia é coisa bem diferente da de Portugal!
    Em Portugal, quando se fala de Câmaras Municipais é o mesmo que dizer” PARTIDARITE”, tráfico de influência, vulgo “cunha”, algo que está de tal forma enraizado que, numa CM, a competência é medida pela obediência, i.é. cartão do partido!Não adianta teres mais e melhores competências: quando tu és uma afronta, pela tua independência, verticalidade e competência, mas não”lambes as botas”, de nada te serve! Qualquer incompetente (porque esse é fácil domesticá-lo) ocupará o teu lugar! Aí não se querem espíritos livres!
    Sim, porque é que os autarcas defendem tanto a regionalização?Para multiplicar os tachos, pois agora com a limitação de mandatos muitos, que vão cedo para a política, depois têm que regressar aos seu local de trabalho e acabam-se as mordomias!
    Que o povo vá no engodo da regionalização e verão a despesa triplicada, os “boys” bem colocados e o marasmo das regiões desfavorecidas continuará, ou até se agravará, pois serão governadas por incompetentes!
    E olhem que são factos, não teorias!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog