3 de Maio de 2019 archive

308 Contratados Colocados na RR29

Foram colocados 308 Contratados na reserva de recrutamento 29, distribuídos da seguinte forma:

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/308-contratados-colocados-na-rr29/

Reserva de recrutamento n.º 29

Publicitação das listas definitivas de Colocação, Não Colocação, Retirados e Lista de Colocação Administrativa – 29.ª Reserva de Recrutamento 2018/2019.

Aplicação da aceitação disponível das 0:00 horas de segunda-feira, dia 6 de maio, até às 23:59 horas de terça-feira, dia 7 de maio de 2019 (hora de Portugal continental).

Consulte a nota informativa.

 

SIGRHE – aceitação da colocação pelo candidato

 Nota informativa

Listas

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/reserva-de-recrutamento-n-o-29-2/

Resumo do que “dizem” termos conseguido… 942

 

Do que se conseguiu perceber do que se passou ontem na Comissão de Educação e Ciência:

  1. Os 942 foram-nos reconhecidos como um direito inabalável.
  2. Os 2 anos, 9 meses e 18 dias serão reconhecidos a todos os professores com efeitos retroativos a 1 de janeiro de 2019. Por limitações do OE de 2019 e sem violar o principio constitucional dos limites orçamentais, os efeitos remuneratórios resultantes desse reposicionamento poderá ser deferido para o OE 2020 com os mesmos efeitos retroativos a 1 de janeiro de 2019. Para isso a verba fica obrigada ser incluída no OE de 2020. Uma coisa fica assegurada, todos os professores terão direito a este tempo serviço e as ultrapassagens cessarão.
  3. O modo e prazo da recuperação do restante tempo de serviço será negociada entre os sindicatos e o próximo ou próximos governos. Aqui é que o se vira o bico ao prego. Ficamos à mercê da sustentabilidade. Sustentabilidade que é definida pelo governo, seja lá qual for. O mais provável é andarmos uma década a receber pinguinhas.

 

Ainda há muita imprevisibilidade em cima da mesa. Cantarei vitória quando os cabelos já me tiverem ficado brancos ou, por via da gravidade, me tiverem caído ao chão.

Fico à espera do documento por escrito…

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/resumo-do-que-dizem-termos-conseguido-942/

Estão nervosos…

 

Professores: Costa chama “núcleo duro” do Governo para reunião de emergência

Decisão tomada em consequência da coligação negativa que esta quinta-feira aprovou, no Parlamento, a contabilização total do tempo de serviço dos professores

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/estao-nervosos/

Governo quer provas de aferição com patins, mas escolas não têm material

Governo quer provas de aferição com patins, mas escolas não têm material | Revista de imprensa | PÚBLICO

As provas de aferição nacional arrancam esta quinta-feira para os alunos de segundo ano e deixam a claro as desigualdades entre as escolas com mais e menos recursos.

Os alunos do 2.º ano do ensino básico começam esta quinta-feira a ser avaliados em Expressões Artísticas e em Educação Física. Depois, são os alunos do 5.º ano e do 8.º ano que farão as provas de aferição também a Educação Física e a disciplinas teóricas, respectivamente. Mas as avaliações não são um desafio só para os alunos. Directores e professores queixam-se da falta de material para a realização das provas. “Isto só vem pôr a nu a falta de material que afecta muitas escolas”, dizem os directores e professores ouvidos pelo Diário de Notícias e pelo Jornal de Notícias. E se o material não existe, então o programa escolar não está a ser cumprido, sublinham.

Para as provas desta quinta-feira, o Instituto de Avaliação Educativa (IAVE) elaborou uma lista com 14 itens. Plintos de ginástica, planos inclinados de espuma, raquetas de praia, bancos suecos, quatro colchões de ginástica, 12 bolas de ginástica rítmica e espaldares são alguns dos materiais exigidos.

No mesmo documento, o IAVE admite que as escolas não tê todo este material e sugere alternativas — mas apenas para cinco itens. É o caso do plano inclinado de espuma (que poderá ser substituído por um trampolim sueco), ou dos espaldares (que podem ser substituídos por uma barra fixa, “a uma altura que permita que os alunos se suspendam ser tocar no chão”).

Material escolar exigido pelo IAVE para a prova de aferição do 2.º ano IAVE

Além do material, “a realização da prova requer uma sala polivalente, um espaço coberto (um ginásio ou um pavilhão), com área mínima de aproximadamente 80 metros quadrados, livre de obstáculos”, lê-se nas indicações do IAVE. “Este espaço coberto necessita de ter uma parede lisa e livre de obstáculos numa área de 2,5 metros de altura por 2 metros de largura, aproximadamente.”

Governo não sabe qual o material em falta

Continue a ler

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/governo-quer-provas-de-afericao-com-patins-mas-escolas-nao-tem-material/

As Reacções da FNE e da Fenprof na TV

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/as-reaccoes-da-fne-e-da-fenprof-na-tv/

Eu Ofereço Um Par de Patins – Carlos César admite demissão do Executivo. Núcleo político reúne de urgência na manhã de sexta-feira

Tomem lá os patins (deixem é os mortos em paz…):

Resultado de imagem para patins

Carlos César admite demissão do Executivo. Núcleo político reúne de urgência na manhã de sexta-feira – ECO

Líder do grupo Parlamentar do PS admite que o Executivo pode vir a demitir-se face uma situação de governação que considera “insustentável”. Acusa oposição de aprovar medida “inconstitucional”.

Carlos César admite, em declarações ao Público, que a ‘coligação negativa’ que esta sexta-feira, assegurou a recuperação integral do tempo de serviço dos professores pode levar à demissão do Executivo. O presidente do Partido Socialista e líder do grupo parlamentar socialista considera que a situação de governação é “insustentável” e acusa oposição de aprovar medida “inconstitucional”.

“É legítimo pensar-se que o PS não pode assumir responsabilidades de governo quando entende que as políticas a que fica obrigado tornam essa gestão insustentável”, afirmou o líder do grupo parlamentar do PS em declarações aquele jornal.

À semelhança do que já havia dito o deputado socialista Porfírio Silva no início da comissão de Educação, Carlos César considera, também em declarações ao Público, que “é inconstitucional” uma “decisão da Assembleia da República que se substitui às competências do Governo, numa matéria que é de negociação coletiva, violando ou não a lei-travão” do aumento de despesa no Orçamento do Estado já aprovado no Parlamento e em vigor.

Continue a ler

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/eu-ofereco-um-par-de-patins-carlos-cesar-admite-demissao-do-executivo-nucleo-politico-reune-de-urgencia-na-manha-de-sexta-feira/

Editorial do Público – A interminável farsa da carreira dos professores

A interminável farsa da carreira dos professores | Editorial | PÚBLICO

Quando o Bloco e o PCP tiveram uma real oportunidade de garantir a contagem integral do tempo de serviços dos professores, exigindo-a como contrapartida para aprovarem o Orçamento do Estado deste ano, tergiversaram – contentaram-se com uma anódina imposição ao Governo de negociar com os sindicatos docentes. Quando o PSD teve uma real oportunidade de cumprir a sua palavra e impor a mesma solução ao Governo, seguiu uma estratégia de hipocrisia e de dissimulação que não é muito diferente – impondo a contagem do tempo de serviço, sem se comprometer com datas. Já se suspeitava e ficou provado: seja à esquerda, seja à direita, o tema dos professores está a dar origem a um lamentável espectáculo que consiste em querer cativar a docência com bravatas políticas que são puro ilusionismo.

Continue a ler

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/05/editorial-do-publico-a-interminavel-farsa-da-carreira-dos-professores/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: