ILC Rejeitada

Com os votos contra do PS, abstenção do PSD, CDS, PCP e Verdes e votos a favor do BE e do PAN.

 

Juntam-se às votações algumas declarações de voto.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/04/ilc-rejeitada/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Rio Dão on 17 de Abril de 2019 at 12:44
    • Responder

    Abstenção voto cobarde

    • Jorge Rodrigues on 17 de Abril de 2019 at 14:11
    • Responder

    Depois de tantas declarações de ofensa por o governo não apoiar os prof e de tantas certezas por parte dos partidos de esquerda de eles eram os únicos que verdadeiramente estavam ao lado dos professores, dá-se isto… Espero que a esquerda parlamentar tenha a resposta que precisa já nas eleições autárquicas…

    • Santos on 17 de Abril de 2019 at 14:30
    • Responder

    Hoje vimos o que se pode esperar de uma mudança de cor política na governação…


  1. Já sei em quem vou votar

    • Sara Oliveira on 17 de Abril de 2019 at 19:51
    • Responder

    Não voto em partidos que se abstêm!!!

    • Raquel Oliveira on 18 de Abril de 2019 at 12:53
    • Responder

    Desengane-se quem pensa que votar nos partidos de direita vai conseguir uma mudança, nem em termos económicos porque só alimentam ainda mais as elites, nem em termos de carreira. Aliás foi com governos de direita que a carreira docente sofreu as maiores atrocidades e fragilidades, então para nós contratados nem se fala na perde de protecção legal nos contratos …


    1. Foi o PS que: manteve por mais tempo a carreira congelada, criou a elite ariana dos professores titulares com o Dl 15/2007, introduziu as quotas, introduziu o duplo bloqueio na progressão na carreira e reformulou a estrutura da carreira. Lembrar que declarou não há mt tempo pretender alterar o ECD (para proletarizar ainda mais!!). Lembrar ainda o avanço da municipalizacao, os métodos impositivos que tem utilizado na sua relação com a escola: provas de aferição, greves, Dl 54/55… Não esquecer a responsabilidade em levar o país a 3 bancarrotas. Não esperando grande coisa da direita, nada espero do PS, mesmo que, infelizmente, os tenha suportado.
      E, se lembro ministros como Maria do Carmo Seabra ou Couto dos Santos, não posso esquecer Maria de Lurdes Rodrigues ou Tiago Rodrigues.
      Por isso, Raquel, discordo do que afirma no último período do texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog