16 de Abril de 2019 archive

Artigo Completo / Revista Sábado – Quanto custa descongelar a carreira de 100 mil professores?

Quanto custa descongelar a carreira de 100 mil professores?

10:08 por Sara Capelo

Assembleia da República vai discutir esta terça-feira quatro projetos que propõem alterar o decreto do Governo sobre o descongelamentos de carreiras.

 

A resposta à pergunta que está no título depende – mesmo – de quem faz as contas. Para o Governo, se compensasse na totalidade os cerca de 100 mil professores pelos 9 anos, quatro meses e dois dias em que as progressões na carreira estiveram congeladas, teria “um aumento permanente da despesa de 600 milhões de euros por ano”. Mas esse valor é agora contestado por um grupo de “30 a 40 docentes, de todo o País e sem ligações partidárias” (entre eles está Paulo Guinote, autor do blogue já desativado A Educação do Meu Umbigo), que calculou em pouco menos de metade (320,3 milhões de euros) a despesa que o Estado teria.

São, portanto, cerca de 280 milhões que separam os professores do Governo. E ainda um enorme detalhe: o método. Segundo confirmou a SÁBADO junto do Ministério das Finanças, o Governo usou valores brutos para os seus cálculos. Já os professores recorreram à soma dos valores líquidos com o que é descontado para a Caixa Geral de Aposentações. “Ao não referir que desse valor da despesa ilíquida existe um valor que fica automaticamente retido na fonte (nos cofres do Estado) o Governo omite a efetiva despesa do Estado”, crítica à SÁBADO Maurício Brito.

(…)

Continua aqui:

Quanto custa descongelar a carreira de 100 mil professores? – Portugal – SÁBADO

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/04/artigo-completo-revista-sabado-quanto-custa-descongelar-a-carreira-de-100-mil-professores/

Aos “melhores professores do mundo” atiram-se migalhas

“Eu acredito que os professores de Portugal são isto. Eu, como professor, tenho a certeza que os professores de Portugal são dos melhores do mundo, porque têm esperança, porque transmitem essa esperança, porque olham para o futuro e porque estão disponíveis” Marcelo Rebelo de Sousa

 

Aos “melhores professores do mundo” tira.se a esperança com migalhas.

Aos “melhores professores do mundo” rouba-se o futuro, a eles e aos seus filhos.

E ainda querem que os “melhores professores do mundo” estejam disponíveis.

Tenham vergonha e sejam justos, os “melhores professores do mundo” querem o seu tempo de serviço.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/04/aos-melhores-professores-do-mundo-atiram-se-migalhas/

Opinião – Vamos abrir uma Pupil Referral Unit em Portugal? – João André Costa

 

Vamos abrir uma Pupil Referral Unit em Portugal?

Não por me apetecer, não apetece, já trabalho numa e agora de férias a última coisa que me apetece é falar sobre, e das, Pupil Referral Units (PRU). E, Sr. Ministro, não fosse pelos desenvolvimentos recentes e os repetidos casos de abusos físicos de alunos sobre professores e por aqui continuaria, calado que nem um rato, a aproveitar as férias.

Pupil Referral Unit é o nome dado às escolas no Reino Unido cuja função é continuar a educar os alunos da primária e secundária após a sua expulsão da escola. Sim, no Reino Unido um aluno pode ser expulso do ensino regular desde o 1.° ano por mau comportamento. Em Portugal, só depois de fazer 18 anos, quando já não estão abrangidos pela escolaridade obrigatória. Porquê, Sr. Ministro?

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/04/opiniao-vamos-abrir-uma-pupil-referral-unit-em-portugal-joao-andre-costa/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog