E Porque Não o ME Criar o Seu Próprio Sistema de Dados das Escolas?

Chegou-me recentemente esta queixa enviada À Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) sobre uma suspeita de intrusão na plataforma GIAE por parte do Administrador Local.

Para além do GIAE existe também o INOVAR que trabalham para as escolas nesta área.

Com a nova Lei da Proteção de Dados que entra em pleno vigor em Maio de 2018 muitos serão os problemas que vão existir com estas empresas que colaboram com as escolas.

Ainda hoje em Aveiro muito se falou disto e as escolas (em especial as direcções) vão ter responsabilidades acrescidas sobre os dados que publicam, quer no espaço escolar quer no seu site oficial.

Já aqui se falou sobre a diretiva europeia e sobre as novas regras dos dados pessoais a seguir pelas escolas… e toda a comunidade educativa.

Maio de 2018 está aí perto e ainda muito falta fazer para as novas regras serem plenamente integradas nas escolas.

E não podia o ME criar o seu sistema de dados substituindo-se às duas empresas mais conhecidas no mercado?

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/10/e-porque-nao-o-me-criar-o-seu-proprio-sistema-de-dados-das-escolas/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Desconhecimentos on 9 de Outubro de 2017 at 20:37
    • Responder

    O Senhor Diretor Arlindo Ferreira não sabe ou finge que não sabe que o ME vai criar essa plataforma para substituir o INOVAR e outras semelhantes e que a INOVAR está a pensar processar o ME?

    1. Desconhecia.
      Mas qual é o mal do ME fazer uma plataforma dessas?

        • Desconhecimentos on 9 de Outubro de 2017 at 22:09
        • Responder

        Não só não há mal nenhum como já o devia ter feito há muito tempo. Teria poupado muito dinheiro com o que paga as empresas indicadas.
        E fica a saber que antes de ter sugerido já o ME andava a tratar do assunto.

          • Sorim on 10 de Outubro de 2017 at 21:40

          És o MEC desconhecimentos? Tanto azedume com o Arlindo? Já sei, defende causas justas….

    • mocho4 on 9 de Outubro de 2017 at 21:25
    • Responder

    E 360. Então? Já está a ser feita formação. Daqui a uns dias vamos ter provavelmente uma campanha contra essa plataforma..( liberdade.. controlo de dados… centralismo… aquelas coisas)

    • alunopreocupado on 14 de Outubro de 2017 at 14:43
    • Responder

    Que pena lá se vão os snifanços de passes dos stôres pela rede wireless…

    • alunopreocupado on 14 de Outubro de 2017 at 14:49
    • Responder

    É que a maioria dos stores do 550 não sabem para que serve um certificado digital e deixam que os ignorantes das empreasas de 3a divisão aconselhem os diretores, sendo que estes assobiam para o lado quando os dados andam por aí… e como muita gente repete senhas… não são só os dados do Inovar que andam por aí… ele são contas de email, de servidores remotos, etc. É muita ignorância em muita gente com responsabidlidade e seria divertido se não fosse tão deprimente. Gajinhos de 30/40 e poucos que se encostam aos cargos de assessor de “Infórmática” para não darem aulas, que depois se revelam uns ignorantes e permitem que estas coisas aconteçam.

    O Inovar só há pouco tempo permite renovar a senha usando um mecanismo decente, o caso apresentado não resulta de nenhuma invasão do administrador mas sim do desenho do software, o que é indicativo do grau de amadorismo destas empresas, aposto que criadas por gajos que queriam aproveitar-se do ensino mas não a dar as aulas das quais todos fogem.

    • alunopreocupado on 14 de Outubro de 2017 at 14:55
    • Responder

    A porcaria do Inovar até obriga a ter um servidor IIS, lá vai mais uma licença. aparece um camelo duma empresa de assistência de 3ª divisão e diz assim: “seria melhor separar os servidores de dados do servidor web”, vai o outro camelo do diretor estoura mais de 1000euros num novo servidor, entretanto os do 550 ficam de bico calado porque nunca ouviram falar em virtualização, sobretudo o tal jeitoso que não dá aulas há 8 anos porque é “assessor de Infórmática” do diretor.
    Claro que não serve de nada porque o acesso às redes wireless é indiscriminado, ora o que impede um aluno qualquer de trzer o kali linux no seu portátil e corrê-lo como administrador local e “snifar” o que vai para o servidor de inovar? É que o jeitoso nunca ouviu falar em certificados digitais, ou então acha que são caros (mas não são, o Lets Encrypt é gratuito mas como para já só fuciona em Linux isso já o assusta, não, tudo o que é servidor é obrigatório ter Windows Server, ridículo!!!)

    • alunopreocupado on 14 de Outubro de 2017 at 15:02
    • Responder

    Resumindo: boa medida do ME, se se confirmar. Adeus Inovar, acabou a mamadeira. Só faltam as más empresas de “assistência”. Conheço uma que é “parceira técnica” do Inovar e que a única coisa que faz é instalar e por aquilo a atualizar no servidor e quando há algum erro apenas reencaminham para os gajos do Inovar, enquanto as escolas vão pagando a “assistência técnica”.
    Não admira, empresa formada por um professor que se quiz aproveitar do pagode.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: